encontro de planejamento 2012 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Encontro de Planejamento 2012 PowerPoint Presentation
Download Presentation
Encontro de Planejamento 2012

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 17

Encontro de Planejamento 2012 - PowerPoint PPT Presentation


  • 115 Views
  • Uploaded on

Encontro de Planejamento 2012. Programa Estadual de Controle da Tuberculose Curitiba, 24 de abril de 2012. Detecção de casos de tuberculose. Diagnosticar precocemente. Principais medidas para controlar a doença. Interromper a cadeia de transmissão. Tratar corretamente.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Encontro de Planejamento 2012' - nishi


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
encontro de planejamento 2012

Encontro de Planejamento 2012

Programa Estadual de Controle da Tuberculose

Curitiba, 24 de abril de 2012

detec o de casos de tuberculose
Detecção de casos de tuberculose

Diagnosticar

precocemente

Principais

medidas

para

controlar

a doença

Interromper a

cadeia de

transmissão

Tratar

corretamente

sintom tico respirat rio
Sintomático respiratório

Lembrando:

Busca ativa:

Identificar precocemente

pessoas com tosse

por tempo igual

ou superior a 3 semanas.

Aproximadamente

80% dos casos de TB

forma pulmonar,

destes

65 % são BK+.

Interromper a cadeia de transmissão

Suspeito de TB pulmonar

BK+

defini es operacionais sr
Definições operacionais SR
  • Parâmetro nacional: 1 % população
  • 5 % consulta primeira vez maiores 15 anos:
    • ESF: 1 a 2 %
    • USB: 5 %
    • Urgência, emergências, hospitais: 8 a 10 %
  • Esperado de bacilíferos: média de 3 a 4 %
estrat gia operacional sr
Estratégia operacional SR
  • Interrogar a clientela presença e duração da tosse.
  • Orientar o SR identificado para coletar o escarro.
  • Coletar 2 amostras: uma no momento e oura no dia seguinte. Local adequado.
  • Registrar : Registro do SR no serviço de saúde.
  • Estabelecer fluxo para laboratório e conduta nos casos BK+.
  • Avaliar periodicamente: SR examinados, BK+ e meta alcançada.
listagens de laborat rios
Listagens de laboratórios
  • Nas pastas estão sendo entregues:
    • Lista de laboratórios que enviaram lâminas para o controle de qualidade no LACEN-PR em 2011.
    • Lista de laboratórios que fazem cultura com ou sem controle de qualidade no LACEN-PR em 2011.
estrat gia operacional sr1
Estratégia operacional SR

PROVER POTES/FLUXO PARA LABORATÓRIO

  • ESF: visita mensal – incluir identificação do SR.
  • Hospitais gerais e emergências.
  • Serviços de atendimento HIV/Aids.
  • Sistema prisional: admissão, rotina, 2 semanas.
  • Instituições fechadas: admissão, rotina, 2 semanas.
  • População indígena: rotina, 2 semanas.
  • Descartando TB: continuar investigação.
laborat rio
Laboratório
  • Levantamento de laboratórios cadastrados por município:
    • Baciloscopia
    • Cultura
  • Exclusividade: identificação do bacilo e teste de sensibilidade: LACEN-PR
  • Controle de qualidade em TODOS.
fluxo de informa es de sr mensal
Fluxo de informações de SR MENSAL

Laboratório 1*

Laboratório 2*

Laboratório 3*

Município

Responsável PCT

*Cópia do livro de Registro de Baciloscopia

e de cultura para Diagnóstico

e Controle da Tuberculose (branco) de

cada laboratório cadastrado de

todos os municípios.

R.S.

Responsável PCT

LACEN-PR

Cléia

PECT

Maria Francisca

avalia o de sintom ticos respirat rios examinados por regional de sa de paran 1 trimestre de 2012
Avaliação de sintomáticos respiratórios examinados por Regional de Saúde. Paraná, 1.º trimestre de 2012*.

Fonte: LACEN-PR em 19.04.2012

de sintom ticos respirat rios examinados por regional de sa de paran 1 trimestre de 2012
% de sintomáticos respiratórios examinados por Regional de Saúde. Paraná, 1.º trimestre de 2012*.

Fonte: LACEN-PR em 19.04.2012

de sintom ticos respirat rios examinados por munic pio sede paran 1 trimestre de 2012
% de sintomáticos respiratórios examinados por município sede. Paraná, 1.º trimestre de 2012*.

Fonte: LACEN-PR em 19.04.2012

de sintom ticos respirat rios examinados nos munic pios priorit rios paran 1 trimestre de 2012
% de sintomáticos respiratórios examinados nos municípios prioritários. Paraná, 1.º trimestre de 2012*.

Fonte: LACEN-PR em 19.04.2012

slide17

Maria Francisca Teresa Caldeira-Scherner

Fone: 41 333-04546

mfscherner@yahoo.com.br

Paisagem de Curitiba, Theodoro De Bonna

* Morretes, 1904 - † Curitiba, 1990