slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Qual o consenso para o tratamento cirúrgico da hiperidrose e quando reoperar ? PowerPoint Presentation
Download Presentation
Qual o consenso para o tratamento cirúrgico da hiperidrose e quando reoperar ?

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 34

Qual o consenso para o tratamento cirúrgico da hiperidrose e quando reoperar ? - PowerPoint PPT Presentation


  • 164 Views
  • Uploaded on

Qual o consenso para o tratamento cirúrgico da hiperidrose e quando reoperar ?. Juliano Mendes de Souza. Consenso para o tratamento cirúrgico. Indicação Posição Anestesia Vias de acesso Formas de interrupção da cadeia Locais de interrupção da cadeia Acompanhamento.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Qual o consenso para o tratamento cirúrgico da hiperidrose e quando reoperar ?' - orrick


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Qual o consenso para o tratamento cirúrgico da hiperidrose e quando reoperar ?

Juliano Mendes de Souza

consenso para o tratamento cir rgico
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • Indicação
  • Posição
  • Anestesia
  • Vias de acesso
  • Formas de interrupção da cadeia
  • Locais de interrupção da cadeia
  • Acompanhamento
consenso para o tratamento cir rgico2
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • INDICAÇÕES
    • Hiperidrose primária
      • Início antes dos 16 anos
      • Até os 26 anos de idade
      • Ausência de sudorese durante o sono
      • FC em repouso acima de 55 bpm
      • IMC < 28 kg/m2
    • Falha no tratamento tópico ou medicamentoso
    • Correto consentimento

IDEAL

consenso para o tratamento cir rgico3
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • POSIÇÃO
    • Semi-sentado (Fowler a 45º)
    • Membros superiores abduzidos a 90º (+) e no mesmo plano do tórax
    • Palmas das mãos (posterior)
consenso para o tratamento cir rgico4
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • ANESTESIA
    • Anestesia geral
    • Intubação simples ou duplo lúmen
    • Uso do CO2
consenso para o tratamento cir rgico5
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • VIAS DE ACESSO
    • Incisões axilares ou axilar e submamária
    • Uniportal
      • Toracoscópio rígido (6 a 10 mm)
      • Toracoscópiosemi-flexível 7 mm
    • Dois portais
      • Trocartes de 3 a 6 mm
      • Trocartes de 10 mm
consenso para o tratamento cir rgico6
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • FORMAS DE INTERRUPÇÃO DA CADEIA

(nomenclatura)

    • Eletrocautério
    • Bisturi harmônico
    • Clipagem
consenso para o tratamento cir rgico7
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • LOCAIS DE INTERRUPÇÃO DA CADEIA

(nomenclatura e anatomia)

consenso para o tratamento cir rgico8
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • LOCAIS DE INTERRUPÇÃO DA CADEIA

(nomenclatura e anatomia)

    • HIPERIDROSE PALMAR
      • TOPO DE R3 (MÃOS SECAS)
      • TOPO DE R4 (MENOR COMPENSAÇÃO E MANTÉM MÃOS UM POUCO ÚMIDAS)
    • HIPERIDROSE PALMAR E PLANTAR
      • TOPO DE R4 E TOPO DE R5
      • TOPO DE R4 (MENOR COMPENSAÇÃO E MENOR RESOLUÇÃO PARA OS PÉS)
consenso para o tratamento cir rgico9
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • LOCAIS DE INTERRUPÇÃO DA CADEIA
    • HIPERIDROSE AXILAR,
      • TOPO DE R4 E TOPO DE R5
      • TOPO DE R5 (MENOR COMPENSAÇÃO)
    • HIPERIDROSE AXILAR E PALMAR,
    • HIPERIDROSE AXILAR, PALMAR E PLANTAR
      • TOPO DE R4 E TOPO DE R5
consenso para o tratamento cir rgico10
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • LOCAIS DE INTERRUPÇÃO DA CADEIA
    • HIPERIDROSE CRANIOFACIAL
      • TOPO DE R3
    • HIPERIDROSE CRANIOFACIAL + RUBOR
      • TOPO R2 E TOPO DE R3
consenso para o tratamento cir rgico11
Consenso para o tratamento cirúrgico
  • ACOMPANHAMENTO
    • Qualidade de vida
    • Suor compensatório
    • Medidas objetivas
quando reoperar2
Quando reoperar ?
  • Prevenção
    • Indicação precisa
    • Técnica correta
  • Falha inicial do procedimento
  • Suor compensatório grave
quando reoperar3
Quando reoperar ?
  • Técnicas
    • Reexploração da cadeia
    • Interposição de nervo (sural ou intercostal)
    • Retirada do clip
para onde caminhamos
Para onde caminhamos ?
  • Conhecimento da fisiopatologia
  • Técnicas menos invasivas
    • Um portal ?
    • Cirurgia em dois tempos ?
    • Cicatrizes naturais ?
    • Tratamento percutâneo ?
      • Radioscopia
      • Guiado por TC
considera es finais
Considerações Finais
  • Benefícios da cirurgia minimamente invasiva
  • Tendência para cirurgias uniportal
  • Correta indicação e esclarecimento do paciente
  • Anatomia
  • Padronização da nomenclatura
  • PUBLICAÇÃO