slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
GESTÃO AMBIENTAL PowerPoint Presentation
Download Presentation
GESTÃO AMBIENTAL

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 137
navarro-lajara

GESTÃO AMBIENTAL - PowerPoint PPT Presentation

89 Views
Download Presentation
GESTÃO AMBIENTAL
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. GESTÃO AMBIENTAL

  2. FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

  3. MINI CURRICULUM PAULO JAIR VIOTTO RUA SÃO PAULO, 540 BRASILEIRO CENTRO - CEP. 16.370-000 - PROMISSÃO CASADO FONE (14)3541.1650 e (14) 3532 7168 50 ANOS E-MAIL- pauloviotto@fpte.br e sequencial@fallins.edu.br FORMAÇÃO ACADÊMICA • Mestrando em Comunicação – Unimar – início agosto de 2004. • Mestre em Ciências Gerenciais- área de concentração: Gestão de Negócios – UNIMAR ( Universidade de Marília ), 2000; • Especialista em Administração para graduados na área de Administração da Produção e Operações Industriais – FGV – Fundação Getúlio Vargas – SP 1990; • Ciências com habilitação em Matemática – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Caetano do Sul - 1987.

  4. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL • Liderança de equipes; • Larga experiência em gerenciamento de processo de produção desde a recepção da matéria prima até expedição do produto acabado; • Elaboração e implementação de Sistema de Informações Gerenciais; • Docente nas áreas de: Introdução Teoria Geral da Administração, Administração Mercadológica , Administração Financeira e Orçamentária,Gestão na Agropecuária,Linguagem de Marketing e o Processo Administrativo,Linguagem do Marketing Estratégico e Pesquisa de Mercado; • Gerenciamento das áreas Financeira e Administrativa no setor de serviços, organização voltada para desenvolvimento, comercialização e implantação de softwares de Gestão Pública.

  5. HISTÓRICO PROFISSIONAL: PPCI – Solucões Empresariais – Sócio diretor. UNILINS – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS – Agosto de 2003 até a presente data: Professor Universitário da disciplina Pesquisa de mercado, cursos Seqüenciais e MBA - Saúde; MISSÃO SALESIANA MATO GROSSO – Faculdades de Adminstração e Ciências Contábeis de Lins – FACAC )- 1992 até a presente data: Professor Universitário das disciplinas: Administração Geral, Teoria Geral da Administração, Administração Mercadológica ; em 1995 – Chefe do Departamento de Administração da FACAC; FACULDADE “AUXILIUM” DE FILOFOSIFA, CIÊNCIAS E LETRAS –Lins – S/P – 1999 até a presente data: Professor e Coordenador dos Cursos Seqüenciais; SOFT-MICRO INFORMÁTICA E SOFT-MICRO EDUCACIONAL – Dezembro de 2001 até Junho de 2003 – diretor administrativo financeiro; ASPERBRÁS SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO LTDA – janeiro de 2000 a novembro de 2001 - Gerente Geral; BRACOL – INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA ( Grupo Bertin) – 1991 a 1999 – Gerente de Qualidade e Produtividade, Gerente Industrial, Gerente Planejamento, Custos e Informática; RHODIA S/A ( Multinacional origem francesa) – de 1974 a 1991 ocupando os seguintes cargos: Auxiliar de Escritório, Auxiliar de Planejamento, Controlador de Estoques, Encarregado de Armazém, Controlador de Processos Especializado, Chefe de Seção Estiragem, Chefe Controle Produto, Chefe Área Estiragem / Acabamento; UNIVERSIDADE DE MARÍLIA: 1992 a 1993 – Professor Universitário - Administração Produção, Administração Materiais; FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE PENÁPOLIS – agosto de 2001 até dezembro de 2001: Professor da disciplina Administração Financeira e Orçamentária.

  6. Meio ambiente; • Revolução tecnológica; • Materiais novos e espantosos;

  7. Inteligência artificial; • Biotecnologia;

  8. Reengenharia; Períodos da Globalização Data Período Caracterização 1450-1850 Primeira fase Expansionismo mercantilista 1850-1950 Segunda fase Industrial-imperialista-colonialista pós-1989 Globalização recente Cibernética-tecnológica-associativa • Globalização;

  9. Fusões decorporações • Mega fusões (Indústrias, Bancos, Consultorias). CONSUMO • Mudança de gosto dos consumidores (produtos sofisticados, novas formas de lazer, etc.); • Mais opções, diversificação de modelos (carros, novos eletrodomésticos, roupas, etc.); • Produtos mais individualizados “sob encomenda” (carros, bicicletas); • Maior exigência, explorando ao máximo a relação Custo x Benefício; • Código de defesa do consumidor.

  10. FINANÇAS • Troca de moedas no mundo é da ordem de US$ 80 (oitenta) trilhões/ano; • Somente US$ 4 (quatro) trilhões destinam-se ao financiamento do comércio e serviços; a diferença é pura especulação cambial; • Sociedade cassino; • Dívida dos países em desenvolvimento ultrapassa US$ 1 trilhão; • Migração de dinheiro para paraísos fiscais; • Lavagem de dinheiro; • Mega investidores.

  11. AMBIENTE MUNDIAL • Novos competidores; • Tigres Asiáticos em recuperação; • Funcionamento da C.E.E., a partir de 1992 e unificação da moeda; • Exploração de novas empresas; • Fusão de empresas/capitais; • Fim da URSS, em 1991; • Reunificação Alemã; • Recessão mundial; • Queda do comunismo Leste Europeu; • Criação de mercados comuns; • Desemprego no nível mundial; • Migração de negócios para regiões diferentes no mundo.

  12. CONSUMIDORES ESTÃO MUDANDO • Maior sofisticação (maior consciência de qualidade); • Produtos personalizados; • Incremento de mulher na força de Trabalho. • Como nós ficamos em relação às mudanças que ocorrem no mundo? Gerente Antigo x Gerente Moderno. A concorrência é grande. Atualização ou ...

  13. O PERFIL DO GERENTE DO FUTURO • Mais generalista; • Muito mais preocupado em potencializar recursos humanos e desenvolvimento profissional; • Mais profissional. Bem menos paternalista; • Mais preocupado em atualizar-se não só em sua área, mas de modo geral. Exemplos: • Ligado a tudo o que acontece; • Mais Jovem; • Mais preparado academicamente; • Mais internacional; • Menos preocupado em permanecer longos anos em uma empresa, o que obrigará a empresa a movimentá-lo com mais freqüência; • Mais competitivo; • Mais ambicioso; • Falar duas línguas ou mais; • Ética com valor inerente.

  14. RETRATO DAS EMPRESAS DO FUTURO • Mais plana, mais enxuta, menos camadas na estrutura organizacional; • Diminuição de elos na cadeia hierárquica; • Unidades mais autônomas e com mais poder de decisão (menor quadro central de funcionários e maior autoridade local para lançamentos e preços de produtos); • Orientação para diferenciação; • Consciente de qualidade integrada • Maior preocupação com atendimento e assistência técnica;

  15. RETRATO DAS EMPRESAS DO FUTURO • Muito mais rápida na inovação tecnológica; • Voltada para consultoria externa; • Mais profissional, menos paternalista, mais exigente com os funcionários; • Maior disposição para a recompensa pelo desempenho; • Mais propensa a promover/movimentar funcionários promissores com maior freqüência; • Internacionalização dos negócios. • Preocupada com o meio ambiente

  16. Administraçãoprocesso de planejar, organizar, liderar e controlar o trabalho dos membros da organização, e de usar todos os recursos disponíveis da organização para alcançar objetivos estabelecidos. POR QUE AS ORGANIZAÇÕES E OS ADMINISTRADORES SÃO NECESSÁRIOS? • Praticamente todos os dias os jornais nos mostram manchetes como estas: • “Superávit nas exportações é o maior em todos os tempos”; • “A taxa de juros foi diminuída novamente pelo Banco Central” • “A Bolsa de Valores deve chegar aos 29.000 pontos em 2005” • “O Brasil é criticado em Davos,pois não evoluiu socialmente como o esperado”; • “Foi substituído o presidente da Volkswagem/ outra empresa qualquer: motivo queda de 15% nas vendas no mercado interno”

  17. AS APTIDÕES PARA ADMINISTRAR - Tomar decisões eficazes; - Comunicar-se com e sem a organização; - Aplicar adequadamente os controles e as mensurações; - Ser capaz de trabalhar com orçamentos e com planejamentos; - Ser capaz de empregar instrumentos analíticos as ciências da administração. • É pouco provável que alguém possua ao mesmo tempo todas essas aptidões. Todo administrador, contudo, precisa compreender em que consiste cada uma delas, o que podem fazer a seu favor e o que, pôr sua vez, dele exigem.

  18. Portanto... • Administrar é lidar com pessoas; • Administrar é tomar decisões; • Administrar é liderar um grupo; • Administrar é alcançar resultados; • Administrar é estabelecer objetivos; • Administrar é comandar; • Administrar é mandar; • Administrar é dirigir; • Administrar é coordenar esforços; • Administrar é ser agente de mudanças; • Administrar é inovar; • Administrar é influenciar pessoas; • Administrar é exercer poder; • Administrar é obter resultados com e através de pessoas.

  19. Administração é o processo de trabalhar com pessoas e recursos para realizar objetivos organizacionais. Ser eficazé atingir os objetivos organizacionais. Ser eficiente é atingir os objetivos com um mínimo de perda de recursos. Administradores e Organizações

  20. Planejar Planejaré especificar os objetivos a serem atingidos e decidir antecipadamente as ações apropriadas que devem ser executadas para atingir esses objetivos. Funções da Administração

  21. Organizaré reunir e coordenar os recursos humanos, financeiros, físicos, de informação e outros necessários ao atingimento dos objetivos. Organizar

  22. Liderar É estimular as pessoas a serem grandes executores. É dirigir, motivar e comunicar-se com os funcionários, individualmente e em grupos.Controlar Planos abrangentes, organizações sólidas e líderes destacados não garantem o sucesso. A quarta função, controlar, monitora o progresso e implementa as mudanças necessárias.

  23. Bons administradores não negligenciam nenhuma das quatro funções da administração. DESEMPENHANDO TODAS AS FUNÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO

  24. Níveis de Administração Administradores estratégicos Administradores táticos Administradores Operacionais

  25. Os administradores estratégicos são os altos executivos de uma organização, responsáveis por sua administração geral. Administradores Estratégicos

  26. O trabalho de um CEO pode facilmente subir-lhe à cabeça. Um artigo recente na revista Fortune descreveu a “enfermidade do CEO” – a crença de alguns superintendentes de que eles são onipotentes, sendo o resultado disso uma liderança ruim. A maioria dos CEO não possui essa doença. Aqueles que a possuem exibem os seguintes sintomas: ENFERMIDADE DO CEO: COMO NÃO LIDERAR

  27. Acreditam que não fazem nada errado e recusam-se a admitir quaisquer erros. Rodeiam-se de pessoas que dizem sim para cada um de seus caprichos. Vêem-se como o gênio individual de quem depende o sucesso. Utilizam-se de degradação e humilhação para controlar as pessoas. Responsabilizam-se outros pelos próprios erros. Não interagem com subalternos.

  28. Querem tomar todas as decisões, mesmo se outros conhecem mais sobre os fatos relevantes. Estão demasiadamente preocupados em estar à frente de outros CEO em termos de salário e privilégios. Estão demasiadamente se importando com o “sentar na cadeira do poder” e se nas reuniões as pessoas se levantam quando adentram a sala. Apreciam a atenção da mídia, não tanto pela empresa, mas pela fama e ganhos pessoais.

  29. A enfermidade do CEO não aumenta seu poder. Em vez disso, ela conduz a seu fim. Atinge a empresa, em parte causando danos à motivação dos funcionários e criando uma atmosfera de nós-contra-eles.

  30. Os administradores táticos são responsáveis por traduzir os objetivos gerais e planos desenvolvidos pelos administradores estratégicos em objetivos e atividades mais específicos.. Os administradores táticos são freqüentemente chamados de gerentes de nível médio. Administradores Táticos

  31. Osadministradores operacionais são administradores de níveis inferiores que supervisionam as operações da organização. Administradores Operacionais

  32. Os administradores trabalham em todo os tipos de organizações, em todos os níveis e em todas as áreas funcionais. Grandes e pequenos negócios, hospitais, escolas, governos e igrejas beneficiam-se de uma administração eficiente e eficaz. Os Administradores são Universais

  33. Insumos (recursos) Humanos Financeiros Físicos Informação Administração por Bom-Senso Resultados Bens Serviços Organização Processo de transformação

  34. O que é exatamente uma organização? Uma organização é um sistema administrado projetado e operado para atingir determinado conjunto de objetivos. Organizações

  35. Para sobreviver e vencer, é preciso obter vantagem sobre os concorrentes. É necessário ser melhor que os concorrentes em fazer coisas de valor para os consumidores. Obtém-se vantagem competitiva pela adoção de abordagens de administração que satisfaçam às pessoas (tanto dentro quanto fora da empresa) por meio de competitividade em custos, produtos de alta qualdade, velocidade e inovação. Administração para Obter Vantagem Competitiva

  36. Competitividade em custos significa que o produto (bem ou serviço) pode ter preços em um nível que seja atrativo para os consumidores. Qualidade Qualidade é a excelência de seu produto, incluindo sua atratividade, ausência de defeitos, confiabilidade e segurança a longo prazo. Competitividade em Custos

  37. A velocidade sempre separa os vencedores dos perdedores no mundo da competição. Quão rapidamente se pode desenvolver e colocar um novo produto no mercado? Quão prontamente se pode responder às solicitações do consumidor? Velocidade

  38. Inovaçãoé a introdução de novos bens e serviços. Uma empresa deve adaptar-se às mudanças nas demandas de consumo e às novas fontes de competição. Os produtos não são vendidos para sempre; de fato, eles não são vendidos nem durante o tempo em que se costumava vendê-los, porque há muitos concorrentes lançando muitos novos produtos o tempo todo. Uma empresa deve inovar, ou morrerá. Inovação

  39. Habilidades técnicas Habilidades interpessoais Comunicação Habilidades conceituais e decisórias. Habilidades de Administração

  40. Uma habilidade técnica é poder desempenhar uma tarefa especializada que envolve certo método ou processo. Habilidades técnicas

  41. Funções da Administração Planejar Organizar Liderar Controlar Habilidades Administrativas Habilidades técnicas Habilidades interpessoais e de comunicação Habilidades conceituais e de decisão Ambiente de trabalho de alto desempenho

  42. As habilidades interpessoais e de comunicação influenciam o modo como o administrador trabalha com as pessoas. Essas habilidades são freqüentemente chamadas de habilidades humanas ou interpessoais. Habilidades Interpessoais e de Comunicação

  43. As habilidades conceituais e de decisão envolvem o reconhecimento de questões complexas e dinâmicas, o exame de fatores numerosos e conflitantes que influenciam essas questões e problemas, e a resolução de problemas para o benefício da organização e de todos os envolvidos. Habilidades Conceituais e de Decisão

  44. Líder Ativo Componentes-chaves da administração eficaz Cria um ambiente de trabalho positivo Incentivaaobtençãodealtodesempenho Administrador destacado Dá oportunidade para se alcançar alto desempenho

  45. Os melhores administradores são líderes que são participantes ativos nos departamentos e organizações pelos quais são responsáveis. Administradores como Líderes Ativos

  46. Um grande administrador cria um ambiente de trabalho positivo. A Oportunidade de Atingir Alto Desempenho Não se deve apenas entender o status atual da organização; deve-se também possuir um senso do futuro do próprio trabalho, da unidade e da organização. Um Ambiente de Trabalho Positivo