RESUMÃO DE Português - PowerPoint PPT Presentation

resum o de portugu s n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
RESUMÃO DE Português PowerPoint Presentation
Download Presentation
RESUMÃO DE Português

play fullscreen
1 / 97
RESUMÃO DE Português
206 Views
Download Presentation
nathan-wilkerson
Download Presentation

RESUMÃO DE Português

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. RESUMÃO DE Português APOTEC - 2014 – PROF. PATRÍCIA

  2. AULA 01Linguagem Oral e Escrita

  3. Linguagem – é qualquer forma de comunicação. Língua – é a linguagem verbal (idioma). Variações Linguísticas – são as diferentes formas de pronúncia: regional, social, histórica e estilística. Ortografia Mau/ Mal • MAU = adjetivo (maldade) / antônimo de BOM. • MAL = advérbio de modo e tempo / antônimo de BEM. Porque/ Por que/ por que/ por quê • PORQUE = Usado para explicação e resposta. • POR QUE = Usado para início de pergunta. • por que = Usado em meio de frase, equivalência de “por qual razão” e “pelo qual”. • por quê = Usado em final de frase interrogativa.

  4. Mas/ Mais • MAS = conjunção adversativa. Usado para indicar oposição, contrariedade. • MAIS = advérbio de intensidade. Usado para indicar adição de ideias, soma. Onde/ Aonde • ONDE= lugar fixo. • AONDE = dá ideia de movimento.

  5. AULA 02Processo de formação de palavras

  6. RADICAL = é a base da palavra DERIVAÇÃO • PREFIXAL =antes de radical REINÍCIO = RE + INÍCIO • SUFIXAL =depois do radical CHUVOSO – CHUV + OSO • PREFIXAL E SUFIXAL =antes e depois do radical. INFELIZMENTE = IN + FELIZ + MENTE • PARASSINTÉTICA =antes e depois do radical (deve ser usado simultaneamente) APEDREJAR = A +PEDR + EJAR • IMPRÓPRIA =quando muda a classe gramatical SABER escrever é importante = VERBO. Passou a vida buscando O SABER = SUBSTANTIVO. • REGRESSIVA = quando ocorre a redução de letras, normalmente com a derivação de verbos. MARCO – MARCAR DEBATE – DEBATER REALCE – REALÇAR

  7. COMPOSIÇÃO JUSTAPOSIÇÃO = dois radicais que não perdem letra. Couve – flor Beija-flor AGLUTINAÇÃO = dois radicais que se misturaram. Planalto (Plano + alto) Vinagre (Vinho + acre)

  8. AULA 03Fonética e acentuação gráfica

  9. ENCONTROS VOCÁLICOS • HIATO = V + V Países – Saúvas. • DITONGO CRESCENTE = SV + V Água - • DITONGO DECRESCENTE = V + SV Touro – Pai. • TRITONGO = SV + V + SV Uruguai - Paraguai OBS: As semivogais podem ser o I e U, quando estão em sílabas fracas. ENCONTROS CONSONANTAIS • PERFEITO = CONSOANTES NA MESMA SÍLABA. Pla – ca; Blu – sa. • IMPERFEITO = CONSOANTES EM SÍLABAS DIFERENTES. Ad-vo-ga-do; Ad-mi – tir. DÍGRAFOS DUAS LETRAS FORMANDO UM ÚNICO FONEMA (SOM) Guerra – Quilo.

  10. ACENTUAÇÃO • Monossílaba – átona/ tônica Somente as tônicas terminadas em: A(s), E (s), O (s) são acentuadas. • Oxítonas – A(s), E(s), O(s), EM (ENS) • Paroxítonas – LÃ - NÃO - RIU - XUMPS - DITONGO • Proparoxítonas – todas são acentuadas.

  11. AULA 04Substantivo

  12. FLEXÕES DO SUBSTANTIVO: • GÊNERO – MASCULINO/ FEMININO. Cobra macho – Cobra fêmea = Substantivo Epiceno; A criança = Substantivo Sobrecomum; O motorista – A motorista = Substantivo Comum de Dois Gêneros (só altera o artigo, pronome, adjetivo). • NÚMERO – SINGULAR/ PLURAL. OBS.: Verificar tabela na apostila. • GRAU – NORMAL/ AUMENTATIVO/ DIMINUTIVO. Casa grande = Grau aumentativo analítico; / Casa pequena = Grau diminutivo analítico; Barcaça = Grau aumentativo sintético. / Filhote = Grau diminutivo sintético;

  13. AULA 05Adjetivo

  14. Adjetivo =palavra que qualifica o substantivo. Locução Adjetiva =expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. Os adjetivos devem concordar com os substantivos a que se referem. * Lembrem-se: 1.azul-marinho, azul-celeste e ultravioleta = são invariáveis. 2.surdo-mudo=adjetivo composto em que os dois elementos variam * surdos-mudos *surdas-mudas 3. nome de cor + substantivo = invariáveis. amarelo-ouro azul-petróleo verde-musgo 4. Apenas o último elementoque se flexiona em um adjetivo composto. Exemplos: * Os contextos histórico-culturais influenciam pensamentos. * As clínicas médico-cirúrgicas estão em alta no mercado.

  15. AULA 06Preposição, Interjeição e Numeral

  16. Numeral – Classificação: • Cardinal= quantidade exata; • Ordinal= ordem, posição ou colocação; • Multiplicativo= multiplicação; • Fracionário= divisão, fração. Interjeição – Palavra ou expressão que indica emoções, sentimentos. Puxa vida! Nossa! Cuidado! Olá! Preposição – Palavra invariável que liga dois termos. Dica = Até/ para/ de/ com/ por/ em/ a Sentidos das preposições: 1. Viajou no final de semana para resolver questões financeiras. PARA =indica FINALIDADE. 2. Feriu-se com a tesoura. COM= indica INSTRUMENTO. 3. Pedro saiu de Curitiba. DE= indica LUGAR. 4. A massa foi feita com ovos. COM= indica MATÉRIA.

  17. AULA 07Pronomes

  18. Pronomes Pessoais: RETOS: Função: Sujeito. EU/ TU/ ELE/ NÓS/ VÓS/ ELES 1. EU realizarei bons projetos de vida. 2. ELES olham para o céu à busca das constelações.

  19. OBLÍQUOS: Função: Completar o verbo. Átonos (sem preposição) = me, te, se, a, o, lhe, se nos, vos, os, as, lhes, se Tônicos (com preposição) = mim, ti, si, ele, ela Nós, vós, si, eles, elas. 1. Entregaram-me as encomendas. Me= complementou o verbo sem preposição (oblíquo átono). 2. Entregaram para mim as encomendas. Mim= complementou o verbo com preposição (oblíquo tônico). 3. Perguntaram-lhe toda a história. Lhe= complementou o verbo sem preposição (oblíquo átono). 4. Perguntaram para ele toda a história. Ele= complementou o verbo com preposição (oblíquo tônico)

  20. IMPORTANTE!! Explicação: verbo terminado em R, o pronome deve ser Lo/ La. 1. Fomos encontrar João na rodoviária. * Fomos encontrá-lo na rodoviária. Explicação: verbo terminado em R/ S/ Z, o pronome deve ser Lo/ La. 2. É importante contar as verdadeiras histórias. * É importante contá-las. Explicação: utilizar pronome LHE, quando tiver sentido de A ELE/ A ELA. 3. Obedecemos aos pais cegamente. * Obedecemos- lhes cegamente. (lhe= a ele, a ela) Explicação: verbo terminado em R/ S/ Z, o pronome deve ser Lo/ La. 4. O conquistador seduz as moças ingênuas. * O conquistador sedu-las.

  21. Explicação: verbo terminado em SOM NASAL (am, ão, õe), deve-se usar pronomes NO/ NA. 5. Tragam o materialpara mim. • Tragam-no para mim Explicação: MIM e TI são pronomes oblíquos, portanto complementam verbos e NÃO conjugam verbos. 6. A disputa é entre mim e ti. Explicação: EU – pronome reto, usado para conjugar verbo. 7. As redações foram entregues para eu corrigir. • Se, Si e Consigo = pronomes reflexivos ou recíprocos. • Cuidado, VOCÊ é pronome de tratamento.

  22. AULA 08verbo

  23. VERBO Palavra variável em pessoa, número,tempo, modo e voz. Exprime um processo (ação, estado, mudança de estado, fenômeno da natureza, desejo)  LOCUÇÃO VERBAL = dois verbos. Estrutura da locução verbal = VERBO AUXILIAR + VERBO PRINCIPAL 1. Se você está lendo este anúncio, agradeça ao seu professor. (v.a. + v.p.) 2. Ele já tinha saído quando você ligou. ( v.a. + v.p.) MODOS VERBAIS Indicativo – atitude real, concreta. Subjuntivo – atitude hipotética, possível ou duvidosa. Imperativo – ordem, pedido, desejo, convite ou súplica.

  24. Tempos Verbais Particularidades: Modo Indicativo Pretérito Perfeito – Passado concluído/ acabado. Pretérito Imperfeito – Passado habitual/ que não teve fim. Pretérito mais-que- perfeito – Passado mais antigo. Futuro do Presente – Futuro provável, que possivelmente irá acontecer. Futuro do Pretérito – Ação que era esperada no passado, mas não aconteceu.

  25. Tempos Verbais Modo Subjuntivo Presente – ação duvidosa no presente Passado – ação passada que poderia acontecer. Futuro – Ação que poderá ocorrer no futuro. As ações no modo subjuntivo sempre serão iniciadas por conjunções condicionais – SE/ QUE/ QUANDO/ TALVEZ. Sentido HIPOTÉTICO = hipótese, possibilidade, dúvida.

  26. Tempos Verbais Modo Imperativo Imperativo Afirmativo retira-se a terminação “s” das segundas pessoas do presente do subjuntivo. Mantêm –se as outras como as do presente do subjuntivo. FALA (tu) FALE (você) FALEMOS (nós) FALAI (vós) FALEM (vocês) Imperativo Negativo Mantêm-se todas as pessoas do presente do subjuntivo, apenas acrescentando o advérbio de negação. Não FALES (tu) Não FALE (você) Não FALEMOS (nós) Não FALEIS (vós) Não FALEM (vocês)

  27. FORMAS NOMINAIS Infinitivo- AR/ ER/ IR – valor de substantivo Gerúndio- ANDO/ ENDO/ INDO – valor de adjetivo ou advérbio Particípio- ADO/ IDO – valor de adjetivo CONJUGAÇÃO DOS VERBOS TER e VIR. TER – conter/ reter/ deter/ manter/ entreter 1. A escola tem quadra de esportes. (singular) As escolas têm quadra de esportes. (plural) Explicação: o verbo TER e seus derivados recebem acento circunflexo para indicar PLURAL e concordar com o sujeito das orações. 2. Polícia mantém manifestação. (singular) Polícias mantêm manifestação. (plural) Explicação: os verbos derivados do verbo TER adquirem formas diferentes no singular e no plural.

  28. VIR – intervir/ provir/ convir/ advir 1. Ele intervém em brigas. (singular) Eles intervêm em brigas. (plural) Explicação: os verbos compostos de TER e VIR recebem obrigatoriamente acentos diferentes para indicar singular e plural. Distingue-se o plural pelo acento circunflexo. ATENÇÃO! Os verbos CRER, DAR, LER e VER Usa-se “ê” no singular e “eem” no plural - 3ª pessoa. VER 1. O jovem revê seus amigos da infância. (singular) Os jovens reveem seus amigos da infância. (plural) LER 1. O advogado lê com atenção os artigos da lei. (singular) Os advogados leem com atenção os artigos da lei. (plural)

  29. AULA 09Advérbio

  30. Advérbio Indica circunstâncias de : TEMPO/ MODO/ LUGAR/ INTENSIDADE etc. Palavra que acompanha três classes de palavras: VERBO/ ADJETIVO/ ADVÉRBIO. Locução Adverbial ou Adjunto Adverbial (preposição + advérbio) = tem a mesma função do advérbio. * Lembrem-se: • Toda palavra terminada em –MENTE é advérbio. 2. Exemplos: a) Ontem, a polícia capturou sequestradores em Santos. Advérbio de tempo Adjunto Adverbial de Lugar. b) Jamais duvide de Deus. Advérbio de negação. c) Talvez eu passe o final de semana em Parati. Advérbio de dúvida Adjunto Adverbial de lugar.

  31. AULA 10Conjunção

  32. Conjunções Coordenativas: liga orações independentes. Conjunções Subordinativas: liga orações dependentes. O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE CONJUNÇÃO: 1. Mas/ Porém/ Entretanto/ No entanto/ Todavia/ Contudo= Adversativas. 2. Se/ Caso/ Desde que = Condicionais. 3. Mal – pode ser conjunção temporal. Lembre-se: Algumas conjunções possuem mais de uma classificação dependendo do contexto. 1. COMO (causa/ comparativo/ conformativo) a) Como não fui não convidado, não irei à festa. Indica causa de não ir à festa. b) O seu perfume é como um campo florido. Indica comparação de elementos. c) Como disse a autora, essa obra será uma das mais vendidas. Indica conformidade, pois pode ser substituído segundo/ conforme/ de acordo com. 2. Desde que (condicional/ temporal) a) Levarei-o para a Disney, desde que tire boas notas. Indica condição, possibilidade para levá-lo à Disney. b) Desde que você foi embora, a minha vida não é mais a mesma. Indica tempo, pois pode se substituir por quando, depois que.

  33. AULA 11Da Morfologia à Sintaxe

  34. DA MORFOLOGIA À SINTAXE Frase – enunciado sem verbo. Oração – enunciado com verbo. Períodos: Simples – uma oração. Composto – 2 ou mais orações. ANÁLISE MORFOLÓGICA = análise individual das palavras. 1. As crianças estão no parque. Artigo + substantivo + verbo + preposição + substantivo. 2. Ontem, as visitas chegaram bem tarde. Advérbio(tempo) + artigo + substantivo + verbo + advérbio( intensidade) + advérbio tempo).

  35. ANÁLISE SINTÁTICA = análise das palavras em relação às outras. 1. As crianças estão no parque. Verbo= estão. Sujeito= As crianças Predicado= estão no parque. 2. Ontem, as visitas chegaram bem tarde. Verbo= chegaram Sujeito= As visitas Predicado= chegaram bem tarde ontem. Passo a passo para a análise sintática: 1º passo = encontre o VERBO. 2º passo= pergunte ao verbo – QUEM? Ou O QUÊ? 3º passo= destaque o SUJEITO.

  36. Tipos de Sujeito • Se tiver apenas 01 núcleo = sujeito simples. 2. Se tiver 2 ou mais núcleos = sujeito composto. 3. Se estiver apenas ESCONDIDO = sujeito oculto/ desinencial. 4. Verbo na 3ª pessoa do plural = sujeito indeterminado. Incendiaram o velho prédio. Verbo na 3ª pessoa do singular + se = sujeito indeterminado. Precisa-se de profissionais da saúde. 5. Oração sem sujeito = sujeito inexistente. Faz duas horas que vi Ana. Há alunos que se preparam para a prova.

  37. O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE SUJEITO: • Verbo HAVER com sentido de EXISTIR: oração sem sujeito. 2. Verbo HAVER com sentido de TEMPO PASSADO: oração sem sujeito. 3. Verbo FAZER com sentido de TEMPO PASSADO: oração sem sujeito. 4. Verbos SER/ ESTAR com indicando FENÔMENO DA NATUREZA/ TEMPO: oração sem sujeito. 5. Verbos (FENÔMENOS DA NATUREZA): oração sem sujeito.

  38. AULA 12Transitividade Verbal

  39. Verbos de ligação Verbos de Ligação Ser/ Estar/ Continuar/ Parecer/ Permanecer/ Tornar-se Liga o sujeito a uma qualidade/estado/ característica. a) Luis é um bom amigo. b) Ana estava triste. Verbos de ação: 1. Verbo Intransitivo – NÃO PEDE COMPLEMENTO. 2. Verbo Transitivo Direto – PEDE COMPLEMENTO SEM PREPOSIÇÃO. 3. Verbo Transitivo Indireto – PEDE COMPLEMENTO COM PREPOSIÇÃO.

  40. VOCÊ SABIA? Existem VERBOS BITRANSITIVOS (verbos que pedem 2 complementos). a) O rapazdeu flores para a namorada. Verbo = DEU O QUÊ? = FLORES (OBJETO DIRETO). PARA QUEM? = PARA A NAMORADA (OBJETO INDIRETO). VOCÊ SABIA? Alguns verbos de ação podem funcionar como VERBOS DE LIGAÇÃO. a) PEDROANDACANSADO. Verbo= ANDAR não denota ação. ANDAR denota período de cansaço.

  41. PREDICATIVOS Predicativo do Sujeito. Termo que expressa uma qualidade, um estado ou uma característica do sujeito por meio de um verbo de ligação. 1. O povo estava agitado. Verbo- estava Sujeito- O povo Predicado- estava agitado. P.S. – AGITADO – estado do povo. Predicativo do Objeto. Termo que expressa uma qualidade, um estado ou uma característica a um objeto (direto ou indireto). 1. O pai levou o filho adormecido para a cama. Verbo- levou Sujeito- O pai Predicado- levou o filho adormecido. Objeto direto- o filho P.O. – ADORMECIDO – estado do filho.

  42. TIPOS DE PREDICADO 1. PREDICADO VERBAL Núcleo – APENAS VERBOS DE AÇÃO. O professor corrigiu as provas. 2. PREDICADO NOMINAL Núcleo – NOME (substantivo/ adjetivo/ numeral) A criança ficou ferida. 3. PREDICADO VERBO-NOMINAL Núcleos – VERBO (ação) + NOME A chuva caía fina.

  43. AULA 13Vozes Verbais

  44. VOZ ATIVA – sujeito pratica a ação. VOZ PASSIVA – sujeito sofre a ação Existem duas formas de passiva: VOZ PASSIVA ANALÍTICA = possui uma locução verbal. (ser, estar ou ficar + particípio) • A janela foi quebrada pelos meninos. • Locução verbal = foi quebrada • Sujeito = A janela (sofre a ação) • Agente da Passiva = pelos meninos ( termo que pratica a ação sobre o sujeito)

  45. VOZ PASSIVA SINTÉTICA possui um pronome apassivador “SE”. 1. Alugam –se apartamentos. • Sujeito= Apartamentos (sofre a ação de ser alugado) • Verbo= Alugam (3ª pessoa do plural para concordar com o sujeito) • Pronome apassivador= SE 2. Vendem-se livros usados. • Sujeito= Livros usados (sofre a ação de ser vendido) • Verbo= Vendem (3ª pessoa do plural para concordar com o sujeito) • Pronome Apassivador= SE

  46. VOZ REFLEXIVA possui um pronome reflexivo. Sujeito pratica e sofre a ação. 1. Eu me feri com a faca. • Verbo= feri. • Sujeito= eu (pratica e sofre a ação) • Pronome = me (ideia reflexiva) A voz reflexiva pode ser recíproca. Veja: 2. O pai e o filho se abraçaram fortemente. • Verbo= abraçaram • Sujeito= O pai e o filho (praticaram e sofreram a ação de abraçar). • Pronome reflexivo = Se (ideia reflexiva recíproca)

  47. IMPORTANTE: Só é possível ocorrer Voz Passiva Sintética com VerbosTransitivos Diretos ( V.T.D.). Veja: 1. Afinam-se pianos. Verbo – AFINAM (o quê?) = V.T.D. Portanto é Voz Passiva Sintética 2. Precisa-se de vendedores Verbo – PRECISA (de quê?) = V.T.I. Portanto não é Voz Passiva Sintética; Sempre que o verbo não for V.T.D. + SE, possui uma VOZ ATIVA (sujeito indeterminado). SE – índice de indeterminado do sujeito.

  48. AULAs14 E 15Termos Relacionados ao Nome

  49. Adjunto Adnominal Determina, especifica ou qualifica apenas um substantivo. Dica: expressa uma qualidade velha. 1. A brisa fresca da manhã entrou pela minha janela e, às cinco horas, acordei. • A = artigo • Fresca = adjetivo • Da manhã = locução adjetiva • Minha = pronome • Cinco = numeral Os Adjuntos Adnominais podem ser representados por: Artigo, Numeral, Adjetivo, Locução Adjetiva ou Pronome.

  50. Predicativo do Sujeito Qualidade, estado ou característica o sujeito. Dica: expressa uma qualidade nova/ recente. 1. O jardim tornou-se um cenário fantástico. • Verbo= tornou-se (verbo de ligação) • Sujeito= O jardim • Predicativo do Sujeito= um cenário fantástico. 2. O jovem virou empresário. • Verbo= virou (verbo de ligação) • Sujeito = O jovem • Predicativo do Sujeito= empresário. Predicativo do Objeto Qualidade, estado ou característica o objeto. Dica: expressa uma qualidade nova/ recente. 1. O pai levou o filho adormecido para a cama. • Verbo= levou • Sujeito= O pai • Objeto Direto= o filho • Predicativo do Objeto= adormecido (qualidade recente)