Introdução - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Introdução PowerPoint Presentation
Download Presentation
Introdução

play fullscreen
1 / 1
Introdução
131 Views
Download Presentation
meryle
Download Presentation

Introdução

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Preparação e Caracterização de Formulações de Polietileno com Aditivos Retardantes à ChamaRoberta Figueiredo PereiraPIBIT/CNPq - LACTECMarilda Munaro, Joseane Valente Gulmine Introdução O polietileno é amplamente utilizado no setor elétrico devido às excelentes propriedades que apresenta1. Porém este material apresenta baixo desempenho em áreas de alto índice de agressividade ambiental1. A incorporação de cargas e aditivos inorgânicos antichama em escala nanométrica aumenta a estabilidade térmica e capacidade contra propagação de chama do material2. Este trabalho apresenta o estudo da inflamabilidade e degradação térmica de formulações de blendas de polietileno. (a) (b) (c) Figura 1. Análise termogravimétrica para as formulações contendo: (a) Flamestab, (b) Flamestab e hidróxido de magnésio e (c) Flamestab e dióxido de sílica. Ensaio de Propagação de Chama Os resultados obtidos dos ensaios de propagação de chama são apresentados na Figura 2 e indicam que a adição de Flamestab provoca significativa queda na taxa de queima da blenda até a composição de 0,5%. As nanocargas utilizadas juntamente com Flamestab não forneceram resultados satisfatórios. Objetivos Preparar e caracterizar formulações de polietileno com aditivos antichama. Materiais e Métodos Preparação das Blendas Blendas com 30% de PELBD e 70% de PEAD contendo 0, 0,3, 0,5, 1, 2 e 4% do antichama Flamestab e 3 formulações com 0,5% deste mesmo aditivo com 0,5 e 1% de hidróxido de magnésio e 0,5% de óxido de silício. Para todas as formulações foi utilizada composição 0,3% de antioxidante Irganox. Análise Termogravimétrica (TGA) Balança termogravimétrica TG 209 Netzsch, num intervalo de temperatura de 20°C a 800°C, em atmosfera oxidante e com taxa de aquecimento de 10°C/min. Ensaio de Propagação de Chama (b) (a) Figura 2. Velocidades de propagação de chama para as formulações contendo: (a) Flamestab, (b) Flamestab e hidróxido de magnésio/dióxido de sílica. Conclusões Ocorreu aumento da estabilidade térmica com o aumento da concentração do aditivo Flamestab, no entanto no ensaio de velocidade de propagação da chama o melhor desempenho foi obtido para a formulação com 0,5% desse aditivo. A incorporação da nanocarga tanto de hidróxido de magnésio como de óxido de silício não melhoram a propriedade de resistência à chama das composições. Referências Resultados e Discussão MUNARO, Marilda. Desenvolvimento de blendas de polietileno com desempenho aperfeiçoado para utilização no setor elétrico. Tese de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia – UFPR, Curitiba, 2007. LIU, S. P.; TU, L. C. Studies on mechanical properties of dispersing intercalated silane montmorillonite in low density polyethylene matrix. International Communications in Heat and Mass Transfer, v. 38, 879-886, 2011. Análise Termogravimétrica (TGA) Os resultados obtidos da análise termogravimétrica são apresentados na Figura 1. Conforme há aumento na concentração de Flamestab a temperatura de início de decomposição aumenta, demonstrando maior estabilidade térmica.