exame do estado mental fun es do ego n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
EXAME DO ESTADO MENTAL - FUNÇÕES DO EGO PowerPoint Presentation
Download Presentation
EXAME DO ESTADO MENTAL - FUNÇÕES DO EGO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 16

EXAME DO ESTADO MENTAL - FUNÇÕES DO EGO - PowerPoint PPT Presentation


  • 745 Views
  • Uploaded on

EXAME DO ESTADO MENTAL - FUNÇÕES DO EGO. Introdução . São dez as funções simples do ego. Para facilitar sua identificação, existe uma palavra menmônica, “ASMOCPLIAC’(atenção, sensopercepção, memória, orientação, consciência, pensamento, linguagem, inteligência, afeto e conação). . Atenção .

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

EXAME DO ESTADO MENTAL - FUNÇÕES DO EGO


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
introdu o
Introdução
  • São dez as funções simples do ego. Para facilitar sua identificação, existe uma palavra menmônica, “ASMOCPLIAC’(atenção, sensopercepção, memória, orientação, consciência, pensamento, linguagem, inteligência, afeto e conação).
aten o
Atenção
  • Consiste em um processo de dirigir nossa percepção para determinadas sensações e idéias que despertam nosso interesse, enquanto que as demais são parcialmente inibidas.
  • Tenacidade é a capacidade de manter a atenção voltada de modo persistente sobre um objeto.
aten o1
Atenção
  • Vigilância é a capacidade de dirigir a atenção para um novo objeto.
  • Se a atenção é voluntariamente dirigida, diz-se ativa ou secundária ; se for atraída pelo que acontece no exterior, diz-se passiva ou primária.
  • Distração é a incapacidade de concentrar a atenção.
aten o2
Atenção
  • Hipovigilância - pacientes deprimidos.
  • Hipervigilância - pacientes paranóides.
  • Hipotenacidade - distração fácil.
  • Hipertenacidade - distração difícil.
sensopercep o
Sensopercepção
  • É a função do ego que traduz a percepção do indivíduo através dos órgãos dos sentidos em relação a seu meio.
  • Funcionamento normal - quando a pessoa consegue perceber a realidade que a cerca sem distorções.
  • As alterações podem ser qualitativas ou quantitativas.
sensopercep o1
Sensopercepção
  • Quando a qualidade da percepção está alterada, diz que o indivíduo apresente uma ilusão ou alucinação.
  • Ilusão - é a falsa percepção de um objeto real.
  • Alucinação - é a percepção sem objeto.
sensopercep o2
Sensopercepção
  • As alterações quantitativas são as sensações que habitualmente as pessoas têm, mas adquirem um caráter patológico pela sua intensidade.
  • Por exemplo : dor, dispnéia, anestesia, etcétera.
mem ria
Memória
  • É a função do ego responsável pelo armazenamento de conhecimento adquirido, permitindo que o indivíduo tenha capacidade de evocar estes dados quando necessário.
  • Amnésias são deficits de memória.
  • Amnésia de fixação - capacidade de retenção prejudicada (orgânica).
mem ria1
Memória
  • Amnésia de evocação - capacidade de evocação prejudicada. Se a dificuldade for extensiva aos acontecimentos precedentemente vividos, fica caracterizada uma amnésia retrógrada.
  • Amnésia mista - comprometimento ântero-retrógrado.
mem ria2
Memória
  • Dismnésias : são simples, em graus menores, como por exemplo, esquecimentos de nomes, evaporação de lembranças...
  • Amnésia unitemal ou seletiva : relacionado a um tema determinado e tem origem emocional, com função defensiva.
orienta o
Orientação
  • A função do ego que permite orientação ao indivíduo envolve as seguintes categorias : tempo, lugar e pessoa.
  • Exemplo : paciente orientado auto e alopsiquicamente.
  • Exemplo : paciente desorientado quanto ao tempo.
consci ncia
Consciência
  • Tem sido definida como aspecto característico da vida mental. Ela é sinônimo da qualidade de estar atento e de ter conhecimento.
  • Lúcida - quando não há alteração de consciência.
  • Confusão - é a perda das conexões existentes entre os processos psíquicos, ...
consci ncia1
Consciência
  • ....em especial, no que se refere ao pensamento, percepção e memória, sem que surjam erros sensoriais ou de reconhecimento.
  • Sonolência - é um estado de consciência que está entre o sono e a vigília. Caracteriza-se por uma tendência a pensamentos concretos e fenômenos alucinatórios passageiros.
consci ncia2
Consciência
  • Obnubilação - estado ligeiro de diminuição gradual da consciência durante o qual os estímulos externos precisam ser anormalmente intensos para se fazerem conscientes, mas sem que haja uma falta de reconhecimento da situação. Quando se associa a idéia delirantes e alucinações, recebe o nome de “delirium” (infecções, febres, intoxicações,...)
consci ncia3
Consciência
  • Torpor - é uma sonolência anormal, na qual somente mediantes intensos estímulos há resposta por parte do paciente.
  • Coma - é a ausência de consciência.