Download
verbo n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Verbo PowerPoint Presentation

Verbo

507 Views Download Presentation
Download Presentation

Verbo

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Verbo Regulares e irregulares, abundantes, defectivos e anômalos Profª Synara Vilar

  2. PARA QUE SABER? O VERBO É, SEM DÚVIDA, O TIPO DE PALAVRA MAIS IMPORTANTE DO IDIOMA, PORQUE É ELE QUE DÁ SUSTENTAÇÃO À ESTRUTURA DOS ENUNCIADOS, FUNCIONANDO COMO ELEMENTO NUCLEAR DA FRASE. DISPOR DE UM BOM DOMÍNIO SOBRE AS CACTERÍSTICAS, FORMAS E POSSIBILIDADES DE USO DOS VERBOS É INDISPENSÁVEL AQEM UTILIZA O PADRÃO CULTO DA LÍNGUA PARA ESCREVER E FALAR.

  3. CONSIDERE AS PALAVRAS EM DESTAQUE: Eu ando na rua, eu troco cheque. Palavra que exprime uma ação e localiza-a num tempo presente Soucriança e não conheço a verdade. Palavra que exprime um modo de estar localizado no tempo atual, presente.

  4. À noite, nevou em algumas regiões do país. Palavra que exprime um fenômeno da natureza ocorrido num tempo passado VERBO é a palavra que, por si só, exprime um fato (ação, estado oufenômeno) e localiza-o notempo.

  5. Verbos Regulares Acompanhe o exemplo do verbo falar:

  6. O verbo é a palavra mais variável de qualquer língua, pois varia em modo, tempo, número, pessoa e voz. Indicativo Encara a ação como uma realidade, uma certeza Ex: Eu estudo. Subjuntivo Encara a ação como possível, desejável. Ex: Se estudasse; Talvez estude Modos são as diversas maneiras de encarar a realização da acção Imperativo Encara a ação como uma ordem, um conselho, um pedido Ex: Estuda! Infinitivo Encara a ação em abstrato. Ex. estudar, aprender

  7. O tempo verbal indica o momento da realização da ação. O presenteindica que a ação se realiza atualmente Ex. Estudo; escrevemos. O pretéritoindica que a ação é anterior ao momento presente, é passada. Ex. Estudei o verbo; Fazia os exercícios. O futuroindica que a ação se há-de realizar num momento posterior ao atual. Ex. Eu estudarei quando chegar a casa. Tempos verbais simples

  8. O pretérito pode ser: Imperfeito, quando indica uma ação que no passado se apresenta como inacabada, imperfeita. Ex: Eu estudava, quando a minha mãe chegou. Perfeito, quando indica uma ação passada, concluída. Ex: Eu estudei para o teste. Mais-que-perfeito, quando indica uma ação passada, mas anterior a outra também já passada. Ex: Eu já estudara, quando começou a telenovela. Tempos verbais

  9. O Futuro pode ser Imperfeito, que indica que a ação se realizará no futuro Ex: Na próxima semana estudarei para o teste de LP. Perfeito, que indica uma ação futura, concluída antes de outra também futura Ex: Quando for brincar, já terei estudado. Tempos verbais

  10. Verbos Irregulares • Veja o exemplo do verbo MEDIR:

  11. Pessoa/Número • O verbo apresenta variação das três pessoasgramaticais (singular/plural) • 1ª pessoa (a que fala)- Ex: Eu estudo; nós estudamos; • 2ª pessoa (a quem se fala) - Ex: Tu estudas; vós estudais; • 3ª pessoa (de quem se fala) – Ex: Ele estuda; eles estudam.

  12. Conjugação verbal • Dá-se o nome de conjugação ao conjunto da flexão do verbo em todos os seus modos, tempos, números, pessoas e vozes. • Tendo como base a terminação do infinitivo, consideram-se três conjugações: 1ª conjugação a que pertencem os verbos cuja vogal temática é a. Ex: estudar, amar, cantar; 2ª conjugação a que pertencem os verbos cuja vogal temática é e. Ex: aprender, ler, escrever; 3ª conjugação a que pertencem os verbos cuja vogal temática é i. Ex: sentir, partir, sorrir;

  13. Verbos Regulares X Verbos Irregulares Regulares Irregulares • São aqueles que não apresentam alterações no radical e as terminações seguem o modelo de sua conjugação. • São aqueles que se afastam do modelo de conjugação dos verbos regulares, apresentando alterações no radical e/ou nas desinências

  14. Verbos Anômalos • São aqueles que durante a conjugação apresentam transformações profundas no radical. • Os verbos SER e IR são os únicos verbos irregulares chamados de anômalos. • No verbo SER, existem radicais diferentes: sou, és, era, fui... • O mesmo acontece com o verbo IR, que apresenta as formas vou, fui e irei.

  15. Ser X Ir

  16. Verbos Abundantes • São aqueles que apresentam mais de uma forma em uma mesma flexão. Isso ocorre geralmente no particípio, que tem uma forma regular e uma forma irregular (ou forma curta):

  17. Emprego do Verbo Abundante • Normalmente, usa-se o particípio regular com os verbos auxiliares ter e haver . Ex. Ainda não haviaexpressado minha gratidão. verbo HAVER + particípio regular • A forma curta (irregular) é usada com os verbos ser e estar. Ex. Minha gratidão não seráexpressa por palavras. verbo SER + particípio irregular (forma curta)

  18. Emprego do Verbo Abundante Particípio regular: TER e HAVER Particípio curto: SER e ESTAR Eu já havia limpado a cozinha. A cozinheira tinha acendido o forno. A cozinha foi limpa por mim. A fogueira de São João foi acesa pelos rapazes da festa.

  19. Embora a norma culta não recomende, na linguagem cotidiana há preferência pelas formas curtas de certos verbos. • É o caso de pago, gasto, e ganho, usados com qualquer auxiliar (eu tinha pago, tinha ganho) e de pego (do verbo pegar) que, mesmo não sendo uma forma recomendada pelos gramáticos tradicionais, é consagrada pelo uso. Ex. O rapaz tinha pago a conta ao padeiro. A conta foi paga pelo rapaz.

  20. Atenção: 1)Não existe a forma chego (de chegar), apenas chegado (verbo regular). Ex. Eu tinha chegado quando você saiu. tinha chego ( não existe) 2) Não existe a forma falo ( de falar), apenas falado. Ex. Eu tinha falado com você sobre isso. tinha falo (não existe)

  21. Verbos Defectivos • Defectivo: significa imperfeito, defeituoso. • São aqueles verbos aos quais faltam algumas formas. É o caso de: • Verbos impessoais: que indicam fenômenos da natureza, tempo decorrido, verbo Haver no sentido de existir. Tais verbos só se conjugam na 3ª pessoa do singular. Ex. 1) No Canadá, neva muito nesta época do ano. 2) Havia muitos alunos na cantina. 3) Faz dez anos que não te vejo.

  22. Verbos que indicam vozes de animais: latir, mugir, miar, cacarejar, relinchar, que só se conjugam na 3ª pessoa do singular (ele) e do plural (eles). Ex. O cão de João late todas as noites. 3ª p. singular

  23. Verbos que não apresentam algumas formas, normalmente por motivos eufônicos; a maioria deles é de 3ª conjugação (ir). 1) abolir, banir, colorir, extorquir (não têm a 1ª pessoa do singular do presente do indicativo); Ex. Colorir – Eu a tela. Eu pinto a tela. Eu estou colorindo a tela. coloro

  24. 2) falir, precaver, reaver (no presente do indicativo só têm 1ª e 2ª pessoas do plural – nós, vós – ). Ex. nós falimos, vós falis; nós reavemos, vós reaveis.

  25. CONTINUAÇÃO As formas nominais do verbo são três: Infinitivo: cantar Gerúndio: cantando Particípio: cantado

  26. FORMAS NOMINAIS DO VERBO Os verbos possuem formas que são nominais. São nominais porque por si só elas não expressam nem o tempo nem o modo verbal. Também, em alguns contextos, assumem a função de substantivos, adjetivos ou verbos. O jantar está preparado. Jantar = substantivo Eu vou jantar. Jantar = verbo Ela está preparada para a festa. Preparada = adjetivo Ela havia preparado o jantar. Preparado = verbo

  27. FORMAS NOMINAIS DO VERBO Os verbos possuem formas que são nominais. São nominais porque por si só elas não expressam nem o tempo nem o modo verbal. Também, em alguns contextos, assumem a função de substantivos, adjetivos ou verbos. O jantar está preparado. Jantar = substantivo Eu vou jantar. Jantar = verbo Ela está preparada para a festa. Preparada = adjetivo Ela havia preparado o jantar. Preparado = verbo

  28. LOCUÇÃO VERBAL Combinação de verbos auxiliares (ter, haver, e estar) com verbos nas formas nominais. Ex: O técnico vai mudar o time. auxiliar principal Auxiliar – não tem sentido próprio na locução verbal: o público está aplaudindo o espetáculo de pé. Principal – conserva o sentido próprio na locução verbal: a máquina vai substituir o homem, pouco a pouco.

  29. Exercitando para Fixar Verbos regulares e irregulares, anômalos, abundantes e defectivos

  30. 1. Leia a frase e responda às questões. a. Nessa frase, o emprego do particípio está adequado ou não? b. Justifique sua resposta e corrija a frase, se necessário.

  31. 2. Discorra sobre a afirmação: os verbos Ser e Ir, além de verbos irregulares, também recebem a denominação de verbos anômalos. 3. Exemplifique sua resposta anterior conjugando os verbos no presente, no pretérito perfeito e no pretérito perfeito do indicativo. 4. Complete as frases com o particípio regular ou irregular do verbo abundante entre parênteses. a. O rapaz havia ______________ os cartazes no quadro. (fixar) b. Os atletas tinham _____________ Felício o capitão do time. (eleger) c. Os melhores candidatos serão ______________ pelo povo. (eleger) d. Se esse inseticida fosse bom, ele teria ____________ os insetos. (matar) e. Os peixes foram ______________ pela poluição das águas. ( matar)

  32. 5. O verbo Estar mantém, durante toda a sua conjugação, o mesmo radical. Conjugando-o no presente do indicativo tem-se: estou, estás, está, estamos, estais, estão. Trata-se de um verbo regular ou irregular? Justifique. 6. Se possível, construa frases com os verbos abaixo, conjugando-os na 1ª pessoa do singular.  Reflita: os verbos mencionados, quando conjugados na 1ª pessoa do singular, são aceitos pela norma padrão ? Justifique.