Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
VERBO PowerPoint Presentation

VERBO

185 Views Download Presentation
Download Presentation

VERBO

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. VERBO Professora Karla Fernandes

  2. VERBO Palavra variável que exprime um fato representado no tempo.

  3. FLEXÕES DO VERBO • PESSOA • Pessoas do discurso. • NÚMERO • Singular e plural • TEMPO • No momento em que se fala ou escreve, o processo verbal pode estar em plena ocorrência, pode já estar concluído ou pode ainda não ter ocorrido. Essas três possibilidades básicas, mas não únicas, são expressas pelos três tempos verbais: presente, pretérito e futuro.

  4. MODO Expressa a ATITUDE de quem fala ou escreve em relação ao conteúdo do que fala ou escreve. • INDICATIVO- certeza. • SUBJUNTIVO- dúvida, hipótese, incerteza. • IMPERATIVO- ordem, apelo. • VOZ • As vozes verbais indicam a relação entre o sujeito • e a ação expressa pelo verbo. • O homemferiuo animal.(Voz Ativa) • Oanimalfoi feridopelo homem. (Voz Passiva) • O homemferiu-se.(Voz Reflexiva)

  5. Presente Perfeito Imperfeito Mais-que-perfeito Pretérito Modo indicativo Do presente Do pretérito Futuro Presente Pretérito imperfeito Futuro Modo subjuntivo Modo imperativo Afirmativo Negativo

  6. MODO INDICATIVO • PRESENTE • Momento da fala; • Ação habitual; • Descreve um fato ou um estado permanente; • Traz realidade a fatos passados; • Futuro próximo. Em que a gripe A é diferente das gripes comuns? Pesquisadores do mundo todo ainda tentam descobrir as principais diferenças. Pesquisas iniciais mostraram que, em seu estágio atual, o agente é bem menos letal do que o de epidemias anteriores de gripe, como a de 1917. F. de S. Paulo, 16 de agosto de 2009

  7. PRETÉRITO PERFEITO • Fato já ocorrido. Todo mundo respirou aliviado com a notícia de que Felipe Massa, ao contrário do que se temia, estava fora de perigo e, sobretudo, sem sequelas. Mal acreditei quando o vi na televisão, com o olho esquerdo ainda arroxeado, falando sobre o acidente. Bem, estou dizendo o óbvio. GULLAR, Ferreira. Folha de S. Paulo, 16 de agosto de 2009.

  8. PRETÉRITO IMPERFEITO • Ação habitual no passado. • Localização incerta no tempo. Fez-se um novo silêncio. De fora vinham vozes humanas. De vez em quando se ouvia o zumbido do elevador do hospital. Tombou uma pétala de uma das rosas. Quitéria soltou um suspiro. Zózimo agora parecia adormecido. Tibério pensou em Cleo com uma saudade tátil. Incidente em Antares, Érico Veríssimo

  9. PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO • Ação passada em relação a outro fato passado; • Situações formais da língua. Ou seja, o baque que sofrera na cabeça, ao sofrer o impacto de uma mola, de quase um quilo de peso, voando a mais de 200 quilômetros por hora, não aconteceu. Para ele, Felipe Massa, não aconteceu. GULLAR, Ferreira. Folha de S. Paulo, 16 de agosto de 2009.

  10. FUTURO DO PRESENTE • Fato futuro em relação ao momento da fala; • Fatos de realização provável, pois estão mediante certa condição; • Indica incerteza, dúvida, suposição. Será que ela é moçaSerá que ela é tristeSerá que é o contrárioSerá que é pinturaO rosto da atrizBeatriz - Edu Lobo/Chico Buarque

  11. FUTURO DO PRETÉRITO • Quando a oração subordinada revela um fato não realizado ou que talvez não se realize. • Denota desejo. • Para exprimir incerteza ou dúvida sobre fatos passados. Assim que, na ambulância, os médicos constatassem o estrago que o impacto teria provocado na cabeça dele, imediatamente, pela reserva mesma que certamente adotariam, a apreensão ganharia peso e sem muita demora a notícia terrível se espalharia pelo mundo. GULLAR, Ferreira. Folha de S. Paulo, 16 de agosto de 2009.

  12. MODO SUBJUNTIVO • PRESENTE • Vontade, desejo. • Fato presente, mas duvidoso, incerto Se meus joelhos não doessem mais Diante de um bom motivoQue metragafé, que metragafé SOU PESCADOR DE ILUSÕES

  13. PRETÉRITO IMPERFEITO • Hipótese, condição. Felizmente, não aconteceu, mas se tivesse acontecido, em que pese o impacto brutal da notícia, ele, Felipe, como se sabe agora, não teria sabido de nada. GULLAR, Ferreira. Folha de S. Paulo, 16 de agosto de 2009.

  14. FUTURO QUANDO ESSA PANDEMIA VAI ACABAR? A pandemia terminará quando a maioria da população estiver imunizada, seja porque teve a infecção, seja porque foi vacinada. Assim, o vírus da gripe A (H1N1)se tornará sazonal. As pandemias do passado duraram cerca de três meses e, no Brasil, a pandemia está acontecendo há mais ou menos um mês e meio (quando ela começou a circular sozinha, sem depender de casos novos). Provavelmente, no ano que vem, esse será um vírus comum. F. de S. Paulo, 16 de agosto de 2009

  15. Muito importante!!!! Se você vier, pro que der e vier,comigo... (Dia Branco – Alceu Valença) É para você vir amanhã à minha casa. Infinitivo pessoal O infinitivo pessoal refere-se a uma pessoa gramatical e apresenta, portanto, sujeito próprio. Para nósvermosos pássaros daqui precisamos de Ouvi os meninosdizeremisso.

  16. A vida não vai mudar para quem não obter aprovação no vestibular. obtiver obtiver NÃO PODEMOS CONFUNDIR O INFINITIVOPESSOAL COM O FUTURO DOSUBJUNTIVO: Ela trouxe os documentos para ele fazer o trabalho. (infinitivo) Haverá um prêmio para quem fizer o trabalho." (futuro do subjuntivo) Ele foi convidado para vir a São Paulo. (infinitivo) Assinarei o contrato se vir os documentos. (futuro do Subjuntivo)

  17. GERÚNDIO Estou precisando da sua ajuda! Correto!!!!!!!! • Apresenta o processo verbal em ação. • É uma ação contínua que acontece no presente.

  18. Não existe ação contínua no futuro!!!!!!!!!! Vou estar enviando os documentos. Vou estar passando a ligação. Enviarei os documentos. Vou enviar os documentos. Passarei a ligação. Vou passar a ligação.

  19. VOZES VERBAIS • VOZ ATIVA Os alunos obtiverama aprovação. Sujeito agente VTD OD (paciente) • VOZ PASSIVA ANALÍTICA A aprovação foiobtida pelos alunos Sujeito paciente Agente da passiva verbo principal particípio verbo auxiliar

  20. VOZ PASSIVA SINTÉTICA se a aprovação. Obteve- VTD sujeito paciente Pronome apassivador

  21. Divulgou-semais um resultado. Divulgaram-semais resultados. Mais um resultadofoidivulgado. Mais resultadosforamdivulgados. Divulgarammais um resultado. Divulgarammais resultados.