Download
imagens dos departamentos de inform tica n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Imagens dos Departamentos de Informática PowerPoint Presentation
Download Presentation
Imagens dos Departamentos de Informática

Imagens dos Departamentos de Informática

183 Views Download Presentation
Download Presentation

Imagens dos Departamentos de Informática

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Imagens dos Departamentos de Informática Por: Tiago Reis Alves

  2. Sumário • Introdução • O DI como Máquina • O DI como Organismo • O DI como Cérebro • O DI como Sistema Político • O DI como Cultura • Organização por processos • Organização orientada para a tecnologia • Organização mista • SLAs

  3. O DI como Máquina • Controlo burocrático • Hierarquia bem definida • Objectivos e produtos bem definidos • Processos bem planeados • Optimização de procedimentos • Adaptam-se bem a ambientes estáveis • A parte “humana” deve corresponder

  4. O DI como Organismo • Os empregados são pessoas com necessidades complexas • A gestão é feita considerando factores humanos e sociais • Importância da adaptação ao meio-ambiente (empresa) • Organização como sistema aberto • Homeostasia • O organismo evolui

  5. O DI como Cérebro • Fluxo interno de informação desconhecido • Conhecimento e memória espalhados (redundância) • Comportamento holográfico • Construção do conhecimento • Feedback negativo • Dulplo ciclo • Capacidade de prever o futuro

  6. O DI como Sistema Político • Como sistema de governo • Burocracia • Tecnocracia • Co-gestão • Democracia representativa • Como sistema de actividade política • Análise de interesses • Gestão de conflitos • Gestão de poder

  7. O DI como Cultura • Organização como fenómeno cultural • A cultura é difícil de gerir • Culturas sempre desejáveis • Culturas que dependem do tipo de organização • Mais formal • Mais orgânica • A cultura transparece para o exterior • A cultura do DI é uma sub-cultura da empresa

  8. Organização por processos

  9. Organização por processos • Modelo “mecanizável” • Afinação das “peças” • Problema da partilha de recursos • Difícil adaptação ao ambiente • Caso a empresa não seja orientada por processos • Mudanças de tecnologia • Adapta-se bem a mudanças nos processos

  10. Organização por processos • Como Cérebro • Especialização nos processos • Aprendizagem em duplo ciclo • Conhecimento concentrado • Falta de redundância • Como Sistema Político • Burocracia • Democracia representativa • Co-gestão

  11. Organização orientada para a tecnologia • Grupos definidos pelas tecnologias base (Windows e UNIX, por ex.) • Definidos pela pirâmide de SI

  12. Organização orientada para a tecnologia • Organização pouco mecanicista • Grupos ad-hoc • Apenas quando se esperam mais projectos que envolvam: • Uma só tecnologia • Uma só camada da pirâmide • Má adptação a mudanças de processos ou modelos de negócio • Boa adaptação a mudanças de tecnologias

  13. Organização orientada para a tecnologia • Como cérebro • Boas características holográficas • Todos conhecem o trabalho uns dos outros • O conhecimento pode e deve ser difundido • Tecnocracia como sistema de governo

  14. Organização mista

  15. Organização mista • Como Máquina: • Pouco “hierarquizável” • Muitos grupos ao mesmo nível de comando • Os grupos têm que responder uns perante os outros • Possibilidade de grandes optimizações nos processos

  16. Organização mista • Como Organismo • Ecossistema complexo • Burocratizar apenas o indispensável • Microambiente muito dinâmico • Como cérebro • Organização interna holográfica • Especificações mínimas • Formação de rede de conhecimento • Redundância de informação

  17. Service Layer Agreements • São uma maneira de formalizar responsabilidades, objectivos e parâmetros de controlo • Em organizações mecanicistas podem ser a ligação com o resto da máquina • Em ambientes orgânicos o SLA é limitativo • Impede a formação de organizações holográficas • Especificações mínimas • Redundância de conhecimento

  18. Como não se deve acabar uma apresentação dizendo esta frase, vou escrevê-la: - Finalmente acabei! É tudo! (ufa...) Imagens dos Departamentos de Informática