Download
gestalt n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Gestalt PowerPoint Presentation

Gestalt

196 Views Download Presentation
Download Presentation

Gestalt

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Gestalt Profa. Aline A. de Andrade

  2. Gestalt Existem totalidades, cujo comportamento não é determinado pelos seus elementos individuais, mas nos quais os processos parciais são eles mesmos determinados pela natureza intrínseca do todo" (Max Wertheimer).

  3. Movimento Percepção Sensação

  4. Insight

  5. Principais Teóricos • Max Wertheimer; • Wolfgang Kohler; • Kurt Lewin; • Fritz Pearls – Gestalterapia

  6. Objeto do Estudo Comportamento

  7. Leis gestaltistas da organização • SEMELHANÇA (similaridade) • PROXIMIDADE • BOA CONTINUIDADE • PREGNÂNCIA / BOA FORMA • CLAUSURA / FECHAMENTO • EXPERIÊNCIA PASSADA

  8. Semelhança : Elementos semelhantes são agrupados Você vê três linhas, não quatro colunas SEMELHANÇA (similaridade)

  9. PROXIMIDADE

  10. Pregnância

  11. CLAUSURA

  12. Análise das imagens

  13. Figura e Fundo

  14. O Indivíduo como um Sistema Processador de Informações

  15. Kurt Lewin • Dinâmica e gênese dos grupos • Espaço vital • Comportamento Individual • Dinâmicas de Grupo: hipóteses, objetivos, metodologia etc. “Aquele que aprendeu como os indivíduos se comportam em relação ao meio”

  16. A Gestalt na Educação Formas de Aprendizado

  17. Aprendizagem por Gradação • se baseia na teoria de que, para percebermos as coisas, relacionamos gradativamente as várias partes dessa coisa percebida. O fato da criança, inicialmente, perceber a "forma total", a "gestalt" das coisas e estabelecer gradação entre suas partes aconselha o ensino pela apresentação inicial de frases e palavras completas para que haja oportunidade de estabelecimento dessa gradação. O ensino de uma consoante em uma só vez dificulta a aprendizagem da criança, levando-a a confundi-las.

  18. Aprendizagem por Diferenciação • destaca, entre o resto, uma parte do objeto que estamos percebendo, sendo chamadas respectivamente de "figura" e "fundo". Ao alfabetizar uma criança, apresentamos a mesma palavra em sentenças diferentes, para que essa palavra se destaque dentre as demais. Exemplo: Lili têm uma pata. A pata nada no lago. As penas da pata são brancas.

  19. Aprendizagem por Assimilação • este processo pode ser ilustrado pelo fato de que uma criança é capaz de escrever uma palavra nova, por exemplo - camelo- por ter aprendido anteriormente as palavras: boneca, menino e lobo

  20. Aprendizagem por Redefinição • a partir desse processo, percebemos como é inconveniente o ensino de um objeto isolado do contexto total em que ele desempenha certo papel. No ensino elementar da leitura, não é aconselhável se estudar cada valor fonético independente das situações em que os valores se apresentam. Uma letra - S ou X - por exemplo, é diversamente percebida conforme a palavra em que a encontramos - soma, casa, horas, caixa, fixo,.... • Toda atividade pedagógica deve começar com a apresentação do objeto de aprendizagem em situações totais. • Essa é uma condição necessária do ato de aprender.