ecoar a palavra e ressoar os gestos n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Ecoar a Palavra e ressoar os gestos PowerPoint Presentation
Download Presentation
Ecoar a Palavra e ressoar os gestos

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 32

Ecoar a Palavra e ressoar os gestos - PowerPoint PPT Presentation


  • 62 Views
  • Uploaded on

Ecoar a Palavra e ressoar os gestos. Leitura teológica acerca das redes sociais como espaço de evangelização XXVI Curso de Verão, São Paulo/ 2013 Afonso Murad. Eco ))))))))

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Ecoar a Palavra e ressoar os gestos' - lael-walters


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
ecoar a palavra e ressoar os gestos

Ecoar a Palavra e ressoar os gestos

Leitura teológica acerca das redes sociais como espaço de evangelização

XXVI Curso de Verão, São Paulo/ 2013

Afonso Murad

slide2

Eco ))))))))

Uma reflexão de som que chega ao ouvinte pouco tempo depois do som direto. Exemplo típico: eco produzido no fundo de uma escadaria, por um edifício, ou na sala, pelas paredes. É necessário um obstáculo que esteja a mais do que 17 metros de distância da pessoa que emite o som; o obstáculo tem que ser feito de um material duro e liso, que não absorva o som.

Fonte: Wikipedia

slide3

Palavras e gestos intensos, significativos, atuam como eco no coração e na mente das pessoas.

  • O eco humano comporta interpretação e criação. Palavras e gestos dos outros ecoam em nós, a provocar mudanças, estimular novas atitudes, configurar outra forma de encarar a vida.
jesus se comunica de forma eficaz
Jesus se comunica de forma eficaz
  • Para falar às multidões, escolhe o lugar mais adequado para a voz e os gestos alcançarem o maior número de pessoas.

- Sermão da montanha (Mt 5-7): em lugar descampado, com inclinação razoável e a ajuda da brisa.

- Beira do mar: para que seja visto e sua voz chegue até à multidão (Mc 5,21).

jesus vai onde as pessoas est o
Jesus vai onde as pessoas estão
  • Jesus é líder de um grupo itinerante, que não tem lugar fixo, nem templo, nem escola. Ele percorre as vilas e pequenas cidades da Palestina. Vai onde as pessoas estão, não fica esperando que venham ao seu encontro.
  • Jesus reúne seus discípulos e o povo “na casa” (Mc 2,20). Qualquer lugar onde ele se encontram se transforma na sua casa.
  • Hoje há inúmeras “casas virtuais”, espaço/tempos de encontros entre pessoas e grupos. As redes sociais são um desses.
1 brilhe assim a luz de voc s para que os outros ao verem suas boas obras glorifiquem o pai mt 5 16
1. Brilhe assim a luz de vocês, para que os outros, ao verem suas boas obras, glorifiquem o Pai (Mt 5,16)

Mas, qual brilho?

visibilidade midi tica
Visibilidade midiática?
  • A mensagem: anunciar a si mesmo, a sua marca, a sua logo, conquista espaço.
  • É necessário moldar o discurso e a prática, de forma que se tornem atraentes, desejáveis, consumíveis.
  • Algumas manifestações de massa de Igrejas estão revestidas desta intencionalidade.
  • Para que? A serviço de qual projeto de humanidade?
visibilidade prof tica
Visibilidade profética!
  • Os profetas usam símbolos fortes. Deixam-se ver pela multidão. Falam a alta voz. Brilham pela causa que defendem.
  • São causa de contradição, pois o conteúdo da mensagem profética não se reduz a apaziguar as consciências.
  • Com diferente intensidade, anunciam e denunciam, questionam e consolam, desinstalam e suscitam esperança.
jesus a luz
Jesus, a luz
  • Como os profetas, Jesus é causa de contradição, que ergue e derruba. Sua luz revela o que as aparências escondem (Lc 1,34-35).
  • As palavras e os gestos de Jesus iluminam a existência humana, desvelando seu lado luminoso e sua face tenebrosa.
slide15

A presença profética nas redes sociais em outros espaços da internet contribui para que a luz de Jesus, que brilha nos seus seguidores, favoreça a grande corrente do Bem.

  • Ali se expressam desejos, esperanças, experiências significativas. Ganham visibilidade gestos pessoais e coletivos, palavras e imagens que agregam valor.
  • Por vezes, em forma de denúncia. Outros momentos, recheados de bom humor, de encanto, de beleza. Ecoam, ressoam e se difundem.
slide16

“Por onde formos também nós, que brilhe a tua luz.

Fala Senhor, na nossa voz, em nossa vida.

Nosso caminho então conduz, queremos ser assim.

Que tua vida nos revigore no nosso sim.”

2 estar com jesus e conviver mc 3 14b
2. Estar com Jesus e conviver (Mc 3,14b)
  • Antes de pregar uma doutrina, Jesus faz uma leitura das raízes da existência, na perspectiva do Deus Pai-materno e da esperança do Reino.
  • O grupo dos discípulos e discípulas convive com Jesus, aprende com ele. Esta convivência é fundamental para a vida cristã em qualquer momento da história.
  • Somos cristãos em comunidade. Seria o espaço virtual uma negação da dimensão presencial da fé?
virtual x presencial
Virtual x presencial?
  • Sociedade urbana: relações não se configuram somente no espaço linear e no tempo cronológico. Pessoas se agrupam por afinidade, não por proximidade física-> Simultaneidade do tempo e ruptura das fronteiras espaciais, espaçotemposnovos.
  • Há riscos reais do espaço virtual ocupar o lugar do presencial.
virtual no presencial
Virtual no presencial
  • Relações presenciais são imprescindíveis: Olhos nos olhos, odores, contato físico espontaneidade, entre ajuda em ações concretas.
  • Relações virtuais podem ser a porta de entrada para novas relações presenciais.
  • Por vezes, são a única forma possível de nutrir relações existentes, devido aos limites de tempo e de mobilidade urbana.
slide22

O seguimento de Jesus inclui a formação de comunidades presenciais que partilham a vida e a Palavra.

  • Cristianismo somente midiático e de megaeventos é grande ilusão.
  • Ao se combinar encontros presenciais intensos e significativos, com espaçotempos virtuais e eventos de massa, se atingem as pessoas em diferentes situações e momentos.
  • Não se trata de escolher entre três diferentes formas de evangelizar (presencial, virtual, evento), mas sim em dosá-los e articulá-los.
presen a nas redes sociais e diversidade crist
Presença nas redes sociais e diversidade cristã
  • As redes manifestam “um outro cristianismo possível”, distante do clericalismo, do poder personalista do pastor, do controle doutrinal estrito. Testemunham um cristianismo em diálogo com a sociedade contemporânea, em sintonia com o sonho de a sociedade do Bem Viver, justa, alegre, solidária e sustentável.
3 evitem de serem vistos pelos homens e mulheres mt 6 1
3. Evitem de serem vistos pelos homens (e mulheres) (Mt 6,1)
  • Jesus não revela tudo o que sabe, a qualquer hora, para qualquer um. Fala à multidão, mas reserva para seus discípulos e discípulas a compreensão mais profunda. Dá-lhes a chave para compreender o que a multidão não dá conta de entender e acolher. Há segredos que fazem parte da intimidade com Deus. Não podem ser expostos, em nome da visibilidade.
slide25

Jesus, que pede aos seus seguidores para tornar público e claro o que fazem (Mt 5,16), solicita também que se resguardem e não revelem tudo. Jesus sabia dosar os tempos de manifestação, com aqueles do silencio e da discrição.

  • Em Mt 6, Jesus pede aos seus seguidores que ajam em segredo ao praticar a esmola, ao jejuar e ao rezar. Importa que o Pai veja.
saber resguardar se
Saber resguardar-se
  • Palavras e imagens em excesso não permitem que as pessoas reflitam e interiorizem. Não dá tempo para ecoar nem ressoar a mensagem de Jesus.
  • Nem tudo precisa ser mostrado. Quem se preocupa demais em fotografar, gravar e filmar, não saboreia. Vive em função do que os outros verão dele(a).
  • Há momentos tão especiais que não necessitam ser fotografados, filmados e postados na rede. Basta que sejam vividos em intensidade. Os frutos aparecerão depois.
4 todos n s ouvimos na nossa pr pria l ngua at 2
4. Todos nós ouvimos na nossa própria língua (At 2)
  • Ogrande sonho possível das redes sociais é a comunhão de linguagem. Elas oferecem ocasião para que pessoas e grupos se articulem, se comuniquem, troquem idéias, partilhem práticas.
  • Em torno a temas comuns, as pessoas se aglutinam, curtem, replicam. Parece a experiência de Pentecostes.
  • Como todo fato humano, apresenta seu lado de sombras. Há momentos em que a rede se assemelha ao mito da Torre de Babel. Muita gente fala, poucos escutam, poucos se entendem.
tecendo os fios da sintonia pela for a do esp rito santo
Tecendo os fios da sintonia, pela força do Espírito Santo
  • As redes criam ocasião para que pessoas de diferentes religiões partilhem valores semelhantes e abracem causas humanitárias, sociais e ecológicas.
  • Cria-se espaçotempo para denúncias, convocações e anúncio.
  • Há também confronto entre pessoas que pensam de maneira diferente. Isso estimula o crescimento da consciência crítica.
  • Em tudo isso, o Espírito Santo se manifesta, tecendo os fios da unidade na imensa diversidade humana.
5 que o seu sim seja sim mt 5 37
5. Que o seu “sim” seja “sim” (Mt 5,37).
  • Jesus alerta seu seguidores para que sejam coerentes e verdadeiros. Nem precisa jurar por nada. Basta ser sincero. Este critério se aplica à Internet, e particularmente às redes sociais.
  • A rede favorece a criação de uma “cultura da aparência”, do mundo artificial. Os cristãos e as pastorais não devem ceder a esta tentação. Trata-se de mostrar o que somos, cremos e esperamos, sem compromisso com o sucesso.
cinco crit rios
Cinco critérios
  • Deixar brilhar a luz de Jesus, com visibilidade profética.
  • Articular o presencial com o virtual, a formação de grupos com os eventos.
  • Saber guardar os segredos. Reservar-se.
  • Buscar a sintonia, nas diferenças.
  • Ser sincero e transparente
slide31

Felicidade

Marcelo Jeneci

Haverá um dia em que você não haverá de ser feliz,Sentirá o ar sem se mexer,Sem desejar como antes sempre quis,Você vai rir... sem perceber,Felicidade é só questão de ser,Quando chover... deixar molhar...Pra receber o sol quando voltar.Lembrará os dias que você deixou passar sem ver a luz,Se chorar, chorar é vão,Porque os dias vão pra nunca mais...(Refrão)Melhor viver meu bem,Pois há um lugar em que o sol brilha pra você,Chorar, sorrir também e depois dançar na chuvaQuando a chuva vem.

Melhor viver meu bem,Pois há um lugar em que o sol brilha pra você,Chorar, sorrir também e dançar,Dançar na chuva quando a chuva vem.

Tem vez que as coisas pesam maisDo que a gente acha que pode aguentar,Nessa hora fique firme pois tudo isso logo vai passar,Você vai rir... sem perceber...Felicidade é só questão de ser,Quando chover... deixar molhar...Pra receber o sol quando voltar.Link: http://www.vagalume.com.br/marcelo-jeneci/felicidade.html#ixzz2HdAcuu00

slide32

www.afonsomurad.blogspot.com

Twitter: @afonsomurad

Facebook: Afonso Murad