aspectos cognitivos dos surdos e o ensino da libras e do portugu s l2 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ASPECTOS COGNITIVOS DOS SURDOS E O ENSINO DA LIBRAS E DO PORTUGUÊS L2 PowerPoint Presentation
Download Presentation
ASPECTOS COGNITIVOS DOS SURDOS E O ENSINO DA LIBRAS E DO PORTUGUÊS L2

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 10

ASPECTOS COGNITIVOS DOS SURDOS E O ENSINO DA LIBRAS E DO PORTUGUÊS L2 - PowerPoint PPT Presentation


  • 247 Views
  • Uploaded on

ASPECTOS COGNITIVOS DOS SURDOS E O ENSINO DA LIBRAS E DO PORTUGUÊS L2. LÍNGUA . Institui-se que a LIBRAS é uma língua “à part entière ”, gestuo-visual , cuja estrutura lingüística obedece a uma lógica de configuração espacial e construção de sentido . MAS COMO OS SURDOS SE APROPRIAM DO MUNDO?.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'ASPECTOS COGNITIVOS DOS SURDOS E O ENSINO DA LIBRAS E DO PORTUGUÊS L2' - jamuna


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
l ngua
LÍNGUA
  • Institui-se que a LIBRAS é uma língua “à partentière”, gestuo-visual, cuja estrutura lingüística obedece a uma lógica de configuração espacial e construção de sentido.
mas como os surdos se apropriam do mundo
MAS COMO OS SURDOS SE APROPRIAM DO MUNDO?
  • O canal de percepção da pessoa surda é a visão e o corpo em movimento é o seu instrumento de “fala”.
  • Sinais x Imagens acústicas + Gesto codificado
iconicidade dos signos
ICONICIDADE DOS SIGNOS
  • Arbitrariedade do signo
  • Mímica e movimentos gesticulados
  • Sinais / linguagem heteróclita
o surdo tem linguagem
O SURDO TEM LINGUAGEM?
  • Interação sócio-histórica : conceito de filosofia do movimento (Heráclito).
  • O sujeito como ator social com identidade reconhecida no meio em que vive.
ruptura da hegemonia oralista
RUPTURA DA HEGEMONIA ORALISTA
  • Século XVIII – Abéel’Épée – sinalização como meio de ter acesso à língua dos ouvintes.
100 anos de oraliza o
100 ANOS DE ORALIZAÇÃO
  • Retrocesso da LIBRAS : pesquisae autonomia.
  • SAID/Séc. XX – “O Orientalismo”. Conceito relacionado à ideia de apropriação do outro.
cogni o e defici ncia auditiva
COGNIÇÃO E DEFICIÊNCIA AUDITIVA
  • “Os corpos são espaço demarcados por sinais que antecipam papéis a ser exercidos pelos indivíduos” (ErvingGoffman, 1968).
surdez e estigma
SURDEZ E ESTIGMA

“Falta ao surdo a capacidade de situar, através do som, um objeto no espaço como também, as indicações alternadoras e avisos de nosso ambiente físico”(Krech & Crutch, 1967).

slide10

“A surdez é uma deficiência não visível fisicamente e se limita a atingir uma pequena parte da anatomia do indivíduo. Suas conseqüências, no entanto, são extraordinárias no que diz respeito ao desenvolvimento emocional, social e educacional do surdo”(Fine,1977).