slide1 l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
A lógica e as concepções que norteiam o Currículo Oficial da Rede Estadual de São Paulo. PowerPoint Presentation
Download Presentation
A lógica e as concepções que norteiam o Currículo Oficial da Rede Estadual de São Paulo.

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 16

A lógica e as concepções que norteiam o Currículo Oficial da Rede Estadual de São Paulo. - PowerPoint PPT Presentation


  • 119 Views
  • Uploaded on

A lógica e as concepções que norteiam o Currículo Oficial da Rede Estadual de São Paulo. “É do buscar e não do achar que nasce o que eu não sabia” Clarice Lispector. CURRÍCULO. ATIVIDADES. SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM. MATERIAL DO ALUNO E DO PROFESSOR.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'A lógica e as concepções que norteiam o Currículo Oficial da Rede Estadual de São Paulo.' - issac


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

A lógica e as concepções que norteiam o Currículo Oficial da Rede Estadual de São Paulo.

slide3

CURRÍCULO

ATIVIDADES

SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM

MATERIAL DO ALUNO E DO PROFESSOR

atividade x boa situa o de aprendizagem
Atividade X Boa situação de aprendizagem?

Atividade Boa situação

de aprendizagem

Garante circulação de informação;

Prevê desafios e tomada de decisão;

Mantém as características socio-

culturais do objeto a ser aprendido;

Favorece a reflexão sobre o conteúdo a ser trabalhado.

  • Atividade sem adequação;
  • Não precisa ser desafiadora para todos;
  • Não exige reflexão: cópia, siga o modelo.
slide5

Princípios Didáticos que definem uma boa situação de aprendizagem:

 1. Os aprendizes precisam por em jogo tudo o que sabem e pensam sobre o conteúdo em torno do qual o professor organizou a tarefa;

2. Os aprendizes têm problemas a resolver e decisões a tomar em função do que se propõem a produzir;

(Telma Weisz In O diálogo entre o ensino e aprendizagem. São Paulo, Ática, 2000.)

slide6

Princípios Didáticos que definem uma boa situação de aprendizagem:

3. O conteúdo trabalhado mantém as suas características de objeto sociocultural real;

4.  A organização da tarefa garante a máxima circulação de informação possível entre os aprendizes por isso as situações propostas devem prever o intercâmbio, a interação entre eles.

(Telma Weisz In O diálogo entre o ensino e aprendizagem. São Paulo, Ática, 2000.)

slide7

MODALIDADES ORGANIZATIVAS

1) ATIVIDADES PERMANENTES

2) SITUAÇÕES INDEPENDENTES (SISTEMATIZAÇÃO)

3) PROJETOS

4) SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

slide8

MODALIDADES ORGANIZATIVAS

  • Articulação/integração entre as áreas do conhecimento.
  • Organização do tempo pedagógico.
slide9

ATIVIDADES PERMANENTES

Situações didáticas propostas com regularidade, com o objetivo de construir atitudes, criar hábitos, etc.

Ex: “Você sabia...?”, “Notícia da Hora”, “Nossa semana foi assim”, “No mundo da arte”, “Roda Literária”, “Cantando e se encantando”, “Comunidade, muito prazer”, “A família também ensina”, “Descobri na Internet”, “Leitura em voz alta”, etc..

slide10

SITUAÇÕES INDEPENDENTES SISTEMATIZAÇÃO

Têm como objetivo principal a sistematização de conhecimentos

Ex:

Pontuação

Escala Cartográfica

Algoritmo

Técnica de projeção (boxe)

slide11

PROJETOS

Prevê um produto final e planejamento com objetivos claros

PERIODICIDADE:depende dos objetivos propostos

  • Contextualizam as atividades: ler, escrever, estudar, pesquisar...
  • Trabalho com diferentes linguagens
  • Finalidade, compartilhada por todos os envolvidos, que se expressa em um produto final.
slide12

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

São situações didáticas articuladas, que possuem uma sequência de realização, cujo critério principal são os níveis de dificuldade.

Funcionam de forma parecida com os projetos e podem integrá-los, desenvolvem habilidades e competências mas não fornecem, necessariamente, um produto final predeterminado.

slide14

Conteúdos - Como se Aprende?

Diferentes conteúdos se aprendem de diferentes formas

FATOS

PROCEDIMENTOS

CONCEITOS

ATITUDES

Telefones

Datas Comemorativas

Nomes

Dirigir Carro

Cozinhar

Grafia das Letras

Sistema Alfabético

Fotossíntese

Divisão

Responsabilidade

Hábito de Leitura

Solidariedade

MEMÓRIA

Exercitar e

repetir várias vezes

FREQUÊNCIA

Receber ajuda

daquele que sabe

CONSTRUÇÃO

PESSOAL

Pensar, comparar,

Compreender,

estabelecer relações

COERÊNCIA

Vivenciar situações

que representem

valores

slide15

Que saberes o professor precisa ter para trabalhar uma SD de forma produtiva?

Se um professor o procura dizendo que considera que os seus alunos não têm pré-requisitos para realizar as atividades propostas nessa SD, que “retorno” você daria a ele?

Se alguns docentes não estão utilizando o currículo com sua lógica, mas selecionando algumas atividades que consideram mais adequadas, por considerarem perda de tempo alguns procedimentos sugeridos no material, como o PC deve proceder?

slide16

QUESTÕES PARA O PROFESSOR

QUE CONHECIMENTOS SÃO CONSTRUÍDOS PELO ALUNO NESSA SD?

ESSA SD VALORIZA O QUE OS ALUNOS JÁ SABEM?

OS ALUNOS TÊM PROBLEMAS A RESOLVER E DECISÕES A TOMAR?

INSTIGA A BUSCA DE NOVAS INFORMAÇÕES E CONHECIMENTOS ?