sensoriamento remoto sat lites e sensores n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Sensoriamento Remoto : Satélites e Sensores PowerPoint Presentation
Download Presentation
Sensoriamento Remoto : Satélites e Sensores

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 21

Sensoriamento Remoto : Satélites e Sensores - PowerPoint PPT Presentation


  • 156 Views
  • Uploaded on

Sensoriamento Remoto : Satélites e Sensores. Diferentes sensores e resoluções. Diferentes resoluções espaciais. Diferentes resoluções espaciais. Diferentes resoluções espaciais. Diferentes resoluções espaciais. SR no Brasil.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Sensoriamento Remoto : Satélites e Sensores' - ibtesam-javed


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
sr no brasil
SR no Brasil
  • O Brasil foi o terceiro país do mundo a se capacitar para adquirir imagens do satélite Landsat em julho de 1973
  • 2014: 41 anos de aquisição de imagens sobre todo o território brasileiro a partir da antena de recepção de dados do INPE, localizada em Cuiabá-MT.
landsat
LandSAT
  • É o programa de sensoriamento remoto mais conhecido e difundido em todo o mundo
  • Desde 1972: grande acervo de imagens da superfície do globo terrestre
  • Só o LandSAT5 (desde 1984) já coletou mais de 700 mil imagens da Terra (USGS, 2009)
landsat1
LandSAT

1 O Landsat-6 foi perdido no lançamento, em 5 de outubro de 1993.

2 MSS: Multi-Spectral Scanner; RBV: ReturnBeamVidicon; TM: ThematicMapper; ETM+: EnhancedThematicMapperplus.

3 B: Blue (azul); G: Green (verde); R: Red (vermelho); NIR: NearInfraRed (infravermelho próximo); SWIR: Short WaveInfraRed (infravermelho de ondas curtas); TIR: ThermalInfraRed (infravermelho termal); PAN: PANchromatic (pancromática).

slide10

Banda 1

Banda 2

Banda 3

Banda 4

Banda 5

Banda 6

Banda 7

Banda 8

slide11
SPOT

Satellite Pour l'Observation de la Terre

1 HRV: HighResolutionVisible, em que XS corresponde ao modo multi-espectral e PAN ao modo pancromático; HRVIR: HighResolutionVisibleInfraRed;HRG: High Resolution Geometric; e HRS: High Resolution Stereoscopic.

2 B: Blue (azul); G: Green (verde); R: Red (vermelho); NIR: NearInfraRed (infravermelho próximo); SWIR: Short WaveInfraRed (infravermelho de ondas curtas); PAN: PANchromatic(pancromática).

3 Variável devido à capacidade de visada lateral.

4 Co-financiado pela União Européia, Bélgica, França, Itália e Suécia, e conduzido sob Supervisão do CNES: Centre National d’EtudesSpatiales, da França.

5 Super Mode

slide12
SPOT

SPOT, está atualmente comercializando dados de Modelos Numéricos de Terreno (MNT ou DEM) por km2.

slide13
SPOT
  • 1998:DGI- INPE, capacitou sua antena de recepção para receber imagens dos satélites SPOT 1, 2 e 3
  • 1999 :capacitou-se a receber também imagens do SPOT 4 (sensor HRVIR)
  • Preços elevados: demanda pequena por imagens SPOT no Brasil
  • Aquisição ficou restrita às encomendas feitas pelos usuários
  • acervo de imagens bastante limitado
  • Atualmente, as imagens do SPOT (inclusive SPOT 5) são comercializadas pela iniciativa privada.
resourcesat 1
Resourcesat-1
  • 1988: inicia-se o programa indiano de satélites de observação da Terra (lançamento do IRS-1A)
  • O Brasil negociou com a Índia um acordo para recepção e distribuição das imagens do satélite IRS-P6 (Resourcesat-1).
  • O acordo foi efetivado em setembro de 2009 e desde então o Brasil está capacitado a receber e distribuir imagens do território brasileiro captadas pelos sensores AWiFS e LISS-III a bordo do Resourcesat-1
resourcesat 11
Resourcesat-1

Fichatécnicacompleta do Resourcesat-1

(emverde as alternativasao SPOT e emazulao LANDSAT

cbers
CBERS

1 CCD: highresolution CCD camera; IRMSS: Infra-RedMultiSpectral Scanner; WFI: Wide Field Imager; HRC: High-ResolutionpanchromaticCamera.

2 B: Blue (azul); G: Green (verde); R: Red (vermelho); NIR: NearInfraRed (infravermelho próximo); SWIR: Short WaveInfraRed (infravermelho de ondas

curtas); TIR: ThermalInfraRed (infravermelho termal); PAN: PANchromatic (pancromática).

3 Variável devido à capacidade de visada lateral.

cbers1
CBERS
  • Parceria entre o Brasil e a China, que acabou de completar 26 anos em 2014.
  • Desde o início do programa, com a assinatura do acordo de cooperação realizado em 1988, foram lançados quatro satélites, sendo que ultimo lançado em 2013 não teve êxito em seu lançamento.
  • Novidade: distribuição gratuita das imagens para a comunidade de usuários de SR
  • Distribuição de mais de meio milhão de imagens para aproximadamente 20 mil usuários
sensores de alta resolu o
Sensores de Alta Resolução

1 ALOS: Advanced Land Observing Satellite; PRISM: Panchromatic Remote-sensing Instrument for Stereo Mapping; EROS: Earth Resources observation Satellite; IKONOS: palavra grega que significa “imagem”.

2 RGB (RedBlue Green)

3 Variável devido à capacidade de apontamento do sensor.

4 Dependendo da latitude.

5 Previsão de lançamento.

exerc cio lab 05
Exercício – Lab 05
  • Pesquisarna Internet pelomenos um (01) exemplo de imagem de cada um dos satélitesapresentados com respectivasdescrições.
  • Landsat
  • Spot
  • Resourcesat-1
  • Cbers
  • IKONOS
  • QuickBird
  • GeoEye
  • ALOS
  • EROS
  • WorldView