slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Gestão dos Resíduos Siderúrgicos Conceitos e Práticas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Gestão dos Resíduos Siderúrgicos Conceitos e Práticas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 20

Gestão dos Resíduos Siderúrgicos Conceitos e Práticas - PowerPoint PPT Presentation


  • 75 Views
  • Uploaded on

Gestão dos Resíduos Siderúrgicos Conceitos e Práticas. Robson de Almeida Melo e Silva Gerente do Departamento de Meio Ambiente e Comunicação. Política Empresarial. A CST tem como princípio em sua gestão empresarial o DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL .

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Gestão dos Resíduos Siderúrgicos Conceitos e Práticas' - guinevere-mckinney


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Gestão dos Resíduos Siderúrgicos

Conceitos e Práticas

Robson de Almeida Melo e Silva

Gerente do Departamento de Meio Ambiente e Comunicação

slide2

Política Empresarial

A CST tem como princípio em sua gestão empresarial o DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.

Isto é, uma boaperformance econômico-financeirae uma boaperformance ambientalnão são mutuamente exclusivos.

E mais, a estes dois suportes do desempenho empresarial é adicionado um outro, em resposta aos anseios de

atendimento das responsabilidades sociais.

slide3

Política Ambiental

  • Desenvolver ações de gestão ambiental que assegurem o cumprimento da legislação, normas ambientais e outros requisitos subscritos pela Companhia.
slide4

Política Ambiental

  • Contribuir com iniciativas educacionais que valorizem a conscientização ambiental da comunidade.
slide5

Política Ambiental

  • Adotar práticas gerenciais apropriadas para utilizar de forma eficiente os recursos naturais, reduzir emissões atmosféricas e lançamentos hídricos e reciclar resíduos industriais.

Coleta seletiva

na área dos AF

slide6

Tecnologias para Reduzir Impactos Ambientais

A CST está comprometida com a MELHORIA CONTÍNUA .

Assim, está permanentemente buscando por novas tecnologias que possam eliminar ou reduzir os impactos de suas atividades.

Uma estratégia ambiental preventiva, integrada a processos, produtos e serviços, permitindo incrementar a eco-eficiência e reduzir os riscos para o homem e para o meio ambiente

( adaptação do conceito de PRODUÇÃO LIMPA )

slide7

Gestão de Co-produtosPROJETOS FINEP

AGSPAVI- Avaliação da expansibilidade escórias para fins de pavimentação (UFES-IBS)

PAVIAMB - Avaliação do custo, avaliação ambiental escória envelhecida (UFES-CST)

ESTHIDRA - Desenvolvimento de estrutura hidráulica (UFES-CST)

DESEMPENHO- Concreto de alto desempenho para consolidar e ampliar o mercado (UFES-CST)

TIJOLO- Desenvolvimento de tijolos prensados utilizando co-produtos da CST (UFES-CST)

LODOCOQ - Utilização do lodo de ETB na agricultura (UFES-CST)

ELD - Utilização de escória LD como corretivo da acidez de solos e avaliação de riscos ambientais CST (UFV-CST)

ESCACIM - Emprego da escoria de aciaria LD e LD-np na fabricação de cimento (IPT-CST).

Todas as pesquisas são avaliadas ambientalmente

slide10

Gestão dos co- Produtos Briquetagem

Reaproveitamento da Lama ( parte grossa ) da Aciaria

proveniente da limpeza do gás

US$ 5,2 M ( Investimento)

US$ 2,8 M ( receita anual )

slide12

Gestão de co-produtos (resíduos )

Central de Armazenamento de Resíduos e Co-Produtos

Área: 360.000 m2

Bacia de Contenção

Entrada

PM-06

Pátio 01

Pátio 13

PM-01

Pátio 03

Pátio 11

PM-07

Pátio 09

Pátio

02

Pátio 14

PM-05

PM-08

Pátio

06

PM-04

PM-02

Pátio

12

Pátio

08

PÁTIO

04

Pátio 10

PM-03

PM –Ponto de Monitoramento

slide13

Escória LD na cooperação social

  • Orientação Técnico-ambiental para as seguintes atividades:
        • a)acerto de terrenos públicos
        • b)barragens e arruamento
        • c)estradas vicinais

..........

PREFEITURAS

COMUNIDADES

90%

10%

..........

200.000 toneladas doadas por ano

slide15

Leis restrigem uso de recursos naturais

Escórias como substitutivos:

Lei n.º 5.221 Estadual proíbe o uso da areia para jateamento de estruturas.

slide16

Escória Gran. AF -Emissões Evitadas de CO2

  • A utilização de escória e AF na produção de cimento reduz os custos de obtenção do produto e as emissões de CO2.
  • Na substituição do clínquer, de cada tonelada, é evitada a emissão de cerca de 648 kg de CO2

GESTÃO DE RESÍDUOS

slide18

Recirculados na Sinterização

Estima-se que ao longo dos anos de operação da planta de Sinterização, as 6 milhões de toneladas consumidas renderam uma economia de U$ 66 milhões.

Substituição de matérias primas adquiridas, como minério de ferro, fundentes e combustíveis.

slide19

Reconhecimento do mercado

CST foi a 1ª empresa que o UNIBANCO lançou um Company Profile sobre SRI - Socially Responsible Investing.

O Fundo Ethical do ABN Amro Bank , inclui em sua carteira a CST.

slide20

Obrigado pela atenção!

Robson de Almeida Melo e Silva

Gerente de Meio Ambiente e

Comunicação Empresarial

www.cst.com.br

27.3348.1006