ESTÉTICA E DOENÇAS PSICOSSOMÁTICA - PowerPoint PPT Presentation

est tica e doen as psicossom tica n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ESTÉTICA E DOENÇAS PSICOSSOMÁTICA PowerPoint Presentation
Download Presentation
ESTÉTICA E DOENÇAS PSICOSSOMÁTICA

play fullscreen
1 / 70
Download Presentation
ESTÉTICA E DOENÇAS PSICOSSOMÁTICA
104 Views
emery
Download Presentation

ESTÉTICA E DOENÇAS PSICOSSOMÁTICA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. ESTÉTICA E DOENÇAS PSICOSSOMÁTICA

  2. CUIDADO COM OS PADRÕES DE BELEZA....ESPELHO-ESPELHO MEU EXISTE NO MUNDO ALGUÉM MAIS BELA QUE EU?

  3. CONTEXTUALIZAÇÃO • O belo e a beleza têm sido objeto de estudo ao longo de toda a história da filosofia. • A estética enquanto disciplina filosófica, surgiu na antiga Grécia, como uma reflexão sobre as manifestações do belo natural e o belo artístico.

  4. CONTEXTUALIZAÇÃO • O aparecimento desta reflexão sistemática é inseparável da vida cultural das cidades gregas, onde era atribuída uma enorme  importância aos espaços públicos, ao livre debate de idéias. • Os poetas, arquitetos, dramaturgos e escultores desfrutavam de um grande reconhecimento social.

  5. VISÃO DO BERÇO DA CIVILIZAÇÃO • Platão foi o primeiro a formular explicitamente a pergunta: O que é o Belo? O belo é identificado com o bem, com a verdade e a perfeição. A beleza existe em si, separada do mundo sensível. • Uma coisa é mais ou menos bela conforme a sua participação na idéia suprema de beleza.

  6. CONTEXTUALIZAÇÃO PLATÃO • Neste sentido criticou a arte que se limitava a "copiar" a natureza, o mundo sensível, afastando assim o homem da beleza que reside no mundo das ideias.  • As obras de arte deviam seguir a razão, procurando atingir tipos ideais, desprezando os traços individuais das pessoas e a manifestação das suas emoções. Platão ligou a arte à beleza.

  7. CONTEXTUALIZAÇÃO ARISTÓTOLES • Aristóteles concebe a arte como uma criação especificamente humana. O belo não pode ser desligado do homem, está em nós. • Separa todavia a beleza da arte. Muitas vezes a fealdade, o estranho ou o surpreendente converte-se no principal objetivo da criação artística. Platão e Aristóteles tiveram uma larga influência nas idéias estéticas da arte ocidental. 

  8. IDADE MÉDIA • O único período em que não existiu um padrão dominante foi na Idade Média. • Bastava apenas ser mulher • Mas essa fase, em que as mulheres viveram de bem com seus espelhos, não durou muito. • Durante a Idade Média, o Cristianismo, difundiu uma nova concepção da beleza, tendo como fundamento a identificação de Deus com a beleza, o bem e a verdade.

  9. IDADE MÉDIA • A beleza é, sobretudo, vista pelos medievais como um atributo divino e, portanto, as obras feitas pelos homens são consideradas imitações da realidade criada por Deus, excluindo a possibilidade de processo criativo. • Com isso, a arte sim espelhava a natureza. “A degustação estética consiste em perceber na coisa concreta um reflexo ontológico da virtude Deus”.

  10. IDADE MÉDIA

  11. INÍCIO DA IMPOSIÇÃO DO PADRÃO BELEZA • A beleza idealizada em “mulheres espelhos” atuais nem sempre foi assim. • No período “RENASCENTISTA” eram idealizadas mulheres “cheinhas” e estas exibiam suas sobras para que os melhores artistas da época as imortalizassem em pinturas. • Cada sobra exibia um significado.

  12. Quadris largos simbolizavam a gestação e seios volumosos facilidade para amamentar.

  13. A Primavera Botticelli-1499 Monalisa -Leonardo Da Vinci-1503

  14. resumidamente • O período renascentista se tornou mais importante relacionado á estética, que as mulheres fossem “diferentes” dos homens, tanto na forma de vestir como na aparência e no comportamento.

  15. ESTÉTICA ASSEIO PESSOAL • O Renascimento italiano pode ter sido responsável pela divulgação em toda a Europa, dos ideais clássicos de perfeição física e espiritual; • A higiene corporal veio nos séculos XVI e XVII a transformar-se numa questão a que a água era alheia, e onde a limpeza da roupa branca substituía a limpeza da pele

  16. Estética asseio pessoal • A peste e a sífilis atingiu a Europa, provocando o encerramento da maior parte dos banhos e a rejeição da água na higiene corporal. • O receio da água deu origem a uma série de substitutos, tais como os pós e os perfumes, que criaram uma nova base de distinção social. Mais do que nunca, a limpeza passou a ser prerrogativa dos ricos.

  17. MANEIRAS UTILIZADAS PARA ASSEIO PESSOAL • A higiene baseava-se em usar roupa lavada até ficar suja, pois tinham a idéia de que a roupa absorvia a sujidade; • Os dentes eram lavados com um produto 100% natural: urina, cinzas ou saliva; • A roupa não era lavada, mas sim sacudida e carregada de perfume; • As mãos eram lavadas apenas de 3 em 3 dias;

  18. MANEIRAS UTILIZADAS PARA ASSEIO PESSOAL • A face era limpa com clara de ovo ou vinagre para aclarar e amaciar a pele. • A sujidade era escondida com doses enormes de maquiagem. • Para evitar o mau cheiro nas axilas, embebiam a pele com trocisco de rosas.

  19. “Porém de um tempo para cá as pessoas estão sendo esculpidas devido ao padrão de beleza da sociedade”

  20. DÉCADA DE 30 • No final da década de 30 as mulheres almejavam pernas longas e bem delineadas como as de Marlene Dietrich. • Com isso surgiram as meias-finas de nylon que se tornaram “mania” entre as consumidoras.

  21. DÉCADA DE 50 • Nas décadas de 50 e 60 nova mudança. • Padronizou-se corpos cheios de curvas das “pinups” garotas que posavam para calendários. • Um exemplo foi Marylin Monroe que tornou-se símbolo de beleza.

  22. NO BRASIL • No Brasil eram as vedetes do teatro rebolado que correspondiam ao padrão beleza nacional. • As formas roliças com roupas exíguas foram saldos da Segunda Guerra Mundial (1940-1945).

  23. DÉCADA DE 60 • Ainda nos anos 60 , o crescimento do movimento feminista contribuiu para o padrão das “magrinhas-tábua” como a famosa modelo inglesa Twiggy.

  24. ANOS 70

  25. ANOS 80

  26. EVOLUÇÃO ESTÉTICA • Ocorre então um culto a magreza. • A tendência à beleza dos corpos magros foi aumentando e em 1982 surgiu a lipoaspiração.

  27. CINTURINHA DE PILÃO • A lipoaspiração é uma técnica muito procurada por quem deseja conquistar uma barriga lisinha e afinar a cintura.

  28. INFLUÊNCIA DAS TOP MODELS • A glamorização das top models pela mídia fez com que mulheres seguissem modelos como ideal de beleza. • Havia lugar para tudo... Desde as curvas de Cindy Crawford até o visual anoréxico de Kate Moss.

  29. INFLUÊNCIA DAS TOP MODELS • Ainda nesta década surgiram as próteses de silicone para os seios que logo foi seguida principalmente no Brasil por mulheres de mídia como: Joana Prado, Carla Perez, entre outras.

  30. MULHER OBJETO • Existe uma forte pressão sociocultural por um padrão estético feminino que valoriza as formas mais esguias. • “As mulheres são as mais pressionadas. Basta olhar as revistas voltadas para o público adolescente. • A maioria aborda a beleza feminina, com dicas de saúde questionáveis e modelos magérrimas estampadas na capa”.

  31. HOMEM... • Foi devido ao movimento feminista que as mulheres “feminilizaram” (anos 60 E. Unidos(1972 Brasil)) a sociedade. • Antes somente as mulheres cuidavam de sua aparência, porém nos dias atuais os homens rivalizam com as mulheres a busca pelo “padrão ideal”. • Academias, anabolizantes, salões de beleza, perfumes, cremes, revistas, roupas...

  32. Exercícios Físicos

  33. METROSSEXUAL • O termo metrossexual surgiu nos finais dos anos 90, pela junção das palavras metropolitano e heterossexual, sendo uma gíria para um homem heterossexual urbano excessivamente preocupado com a aparência. • Este homem gasta grande parte do seu tempo e dinheiro em cosméticos, acessórios e roupas de marca.

  34. ENTÃO METROSSEXUAL... • Segundo os homens e os adolescentes, os metrossexuais são homens que apresentam a evolução masculina, uma vez que homens com hábitos machistas e atitudes dos tempos das cavernas já não agradam mais à maioria das mulheres como se imaginava no passado

  35. ANDRÓGENAS • Uma pessoa andrógena é aquela que tem características físicas (externas) ou comportamentais tanto do sexo feminino quanto do sexo masculino (andros = masculino; gimnos = feminino).

  36. BELEZA... MAIS QUE IMPOSIÇÃO...AUTO SATISFAÇÃO!!! • Se assumirmos hábitos alimentares mais saudáveis, programarmos algumas horas para momentos de lazer e praticarmos atividades físicas regularmente, não precisaremos nos preocupar com nossa aparência física, pois esta será conseqüência.

  37. DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS

  38. DEFINIÇÃO • Nada é meramente psíquico ou meramente somático”                                                                                              “Freud ”                                                              

  39. DEFINIÇÃO • As doenças psicossomáticas surgem como conseqüência de processos psicológicos e mentais do indivíduo desajustados das funções somáticas e viscerais e vice-versa.

  40. CARACTERÍSTICA • Caracterizam-se as possibilidades de distúrbios de função e de lesão nos órgãos do corpo, devido ao mau uso e ao efeito degenerativo, e descontroles dos processos mentais. • Diferencia-se neste ponto das doenças mentais, em que o mau desempenho não é opcional

  41. ANOREXIA • A anorexia nervosa se manifesta especialmente nas mulheres, embora sua incidência esteja aumentando também nos homens. • A anorexia faz com que a pessoa tenha uma percepção distorcida quanto ao seu próprio corpo, que leva o paciente a ver-se como "gordo". • O funcionamento mental de uma forma geral está preservado, exceto quanto a imagem que tem de si mesmo e o comportamento irracional de emagrecimento.

  42. MULHERES ANORÉXAS

  43. CARACTERÍSTICAS DA ANOREXIA • Na anorexia nervosa, o emagrecimento é muito acentuado. • A idade média em que surge o problema são dos 12 aos 18 anos,dificilmente começa depois dos 40 anos. • Entre 90 e 95% dos casos são mulheres.

  44. SINTOMAS DA ANOREXIA • Peso corporal em 85% ou menos do nível normal. • Prática excessiva de atividades físicas, mesmo tendo um peso abaixo do normal.. • Em mulheres, ausência de ao menos três ou mais menstruações. A anorexia nervosa pode causar sérios danos ao sistema reprodutor feminino. • Diminuição ou ausência da libído; • Nos rapazes poderá ocorrer disfunção erétil e dificuldade em atingir a maturação sexual completa, tanto a nível físico como emocional.

  45. SINTOMAS DA ANOREXIA • Crescimento retardado ou até paragem do mesmo, com a resultante má formação do esqueleto (pernas e braços curtos em relação ao tronco); • Descalcificação dos dentes; cárie dentária; • Depressão profunda; • Tendências suicidas que pode desenvolver-se posteriormente em pessoas anoréxicas; • Obstipação grave.