Sess o interativa
Download
1 / 18

- PowerPoint PPT Presentation


  • 84 Views
  • Uploaded on

Sessão Interativa. Coordenadora: Luciana Cristina Lima Correia Lima Debatedores: Catia Simoni Siqueira Teixeira e Edinaldo S. de Oliveira. História Clínica. Identificação: CF, 74 anos, masculino, branco, casado , engenheiro mecânico.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '' - dysis


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Sess o interativa

Sessão Interativa

Coordenadora: Luciana Cristina Lima Correia Lima

Debatedores: Catia Simoni Siqueira Teixeira e Edinaldo S. de Oliveira


Hist ria cl nica
História Clínica

  • Identificação: CF, 74 anos, masculino, branco, casado , engenheiro mecânico.

  • HDA: Paciente trazido à emergência pelo SAMU após ser reanimado de PCR. Relato de reanimação por 40 minutos (15 minutos por equipe treinada no ambiente de trabalho do paciente e 25 minutos pela equipe médica do SAMU). Após, identificada PCR em TV. Tratado com adrenalina (4 ampolas), bicarbonato (4 ampolas) e amiodarona (450 mg IV). Desfibrilado 4 vezes.

  • História médica pregressa de HAS e dislipidemia.


Exame f sico
Exame Físico

  • MEG, pupilas médias, fotorreagentes, presença de reflexo glabelar e cilio-palpebral. Superficializou nível de consciência, movimentou 4 membros, reagiu ao estímulo doloroso, sedado com 5 mg de midazolam.

    - PA: 80/40mmHg FC 75 RS com extrassístoles

    - AP: roncos bilateralmente

    - AC: RR, 2T, bulhas hipofonéticas

    - Abdome: sem particularidades

    - Extremidades frias



Laudo ecg
Laudo ECG

  • -FV: 75 bpm QRS: 0,11 s QTc: 0,47 s Eixo: 15 º

    • RITMO

      • Ritmo Sinusal

    • EXTRASSÍSTOLES

      • Extrassístoles Supraventriculares Bigeminadas

    • CONDUÇÃO INTRA-VENTRICULAR

      • Anormalidade da condução ventricular

    • ALTERAÇÕES DA REPOLARIZAÇÃO VENTRICULAR

      • Alterações inespecíficas da repolarização ventricular

    • NUTRIÇÃO

      • Zona Inativa Septal

      • Zona Inativa Anterior

      • Zona Inativa Inferior

      • Lesão Subepicárdica Inferior

    • COMENTÁRIOS GERAIS

      • Interferência Elétrica


Laborat rio
Laboratório

  • Troponina I

    | resultado: 12,60 ng/mL


Atendimento inicial
Atendimento Inicial

  • Diagnóstico:

  • IAM inferior com supra de ST

  • Morte súbita abortada

  • Conduta:

  • AAS, Clopidogrel, Ventilação mecânica, Exames para avaliação inicial, acionado plantão da hemodinâmica

  • Tempo Porta-Balão: 64 minutos




Sess o interativa

B. Ao passar o fio guia 0.14 observa-se fluxo TIMI 0-1. Neste caso, qual a técnica de recanalização:

1. Angioplastia por cateter balão?

2. Trombectomia aspirativa?

3. Implante direto de stent?


Sess o interativa
ACTP Neste caso, qual a técnica de recanalização:


Sess o interativa

  • Após a passagem do cateter de aspiração, houve reestabelecimento do fluxo coronariano, com lesão residual no local onde a artéria estava ocluída.

    C. Qual técnica de recanalização?

    1. Angioplastia por cateter balão?

    2. Trombectomia aspirativa?

    3. Implante direto de stent?


Sess o interativa
ICPP reestabelecimento do fluxo coronariano, com lesão residual no local onde a artéria estava ocluída.


Sess o interativa


Sess o interativa

E) Em qual situação usaria stent farmacológico 2,0 x 11 mm, a uma pressão máxima de 6 ATM. ?

1. menor tempo porta-balão e alto risco de reestenose

2. maior tempo porta-balão e alto risco de reestenose

3. menor tempo porta-balão e baixo risco de reestenose


Sess o interativa
ACTP 2,0 x 11 mm, a uma pressão máxima de 6 ATM.


Laudo
Laudo 2,0 x 11 mm, a uma pressão máxima de 6 ATM.

  • Conclusão

    • Angioplastia primária, com aspiração de trombo e implante de stent em artéria coronária direita realizada com sucesso.


Evolu o
Evolução 2,0 x 11 mm, a uma pressão máxima de 6 ATM.

  • Ecocardiograma: VE com diâmetros espessuras parietais normais, acinesia ínfero-basal.

  • TC cerebral: Encefalopatia anóxica.

  • Alta hospitalar com sequela neurológica.