Download
contribui es das metodologias para o estudo das doen as relacionadas com o trabalho n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Contribuições das metodologias para o estudo das doenças relacionadas com o trabalho PowerPoint Presentation
Download Presentation
Contribuições das metodologias para o estudo das doenças relacionadas com o trabalho

Contribuições das metodologias para o estudo das doenças relacionadas com o trabalho

182 Views Download Presentation
Download Presentation

Contribuições das metodologias para o estudo das doenças relacionadas com o trabalho

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Contribuições das metodologias para o estudo das doenças relacionadas com o trabalho • Contribuição Ergonomia Ergonomia é “o conjunto de conhecimentos científicos relativos ao homem e necessários para os engenheiros conceberem ferramentas, máquinas e conjuntos de trabalho que possam ser utilizados com o máximo de conforto, segurança e eficiência. Utilizam-se conhecimentos de antropometria, de fisiologia, de psicologia e de sociologia”

  2. Wisner (1987), “Ergonomia é o conjunto dos conhecimentos • científicos relacionados ao homem e necessários à concepção • de instrumentos, máquinas e dispositivos que possam ser utilizados • com o máximo de conforto, segurança e eficiência”.

  3. ERGONOMIA NO TRABALHO TRÍADE BÁSICA DA ERGONOMIA: •CONFORTO •SEGURANÇA •EFICIÊNCIA

  4. CONDICÕES · AMBIENTES FÍSICOS (Iluminação, Ruído, Temperatura) · O POSTO DE TRABALHO (Dimensões, Formas, Concepção, ETC,) ·BUSCANDO DAR O MÁXIMO DE CONFORTO, SEGURANÇA E EFICIÊNCIA. • 1) AMBIENTES FÍSICOS • Interfere amplamente no projeto do posto de trabalho, • Instrumento, da máquina ou do sistema de produção, • Organização do trabalho e formação de pessoal. • AO INICIAR, MODIFICAR, AUMENTAR SEU ESCRITÓRIO, SUA LINHA • DE PRODUÇÃO, SEU TRABALHO, CONSULTE UM ESPECIALISTA EM • ERGONOMIA.

  5. 2) ERGONOMIA DE CORREÇÃO • Atua de maneira restrita modificando os elementos parciais do posto de trabalho, como: • Dimensões • Iluminação • Ruído • Temperatura etc. • Tem eficácia limitada • 3) SEGURANÇA, CONFORTO E EFICIÊNCIA • Para obtenção dos objetivos, é necessário treinamentos, palestras, cursos de aprimoramento e atualização constante para educar o funcionário e a empresa, os trabalhos menos prejudiciais para a saúde individual e, mostrando os • benefícios das propostas ergonômicas para a • saúde dos colaboradores e da coletividade.

  6. PRINCIPAIS PROBLEMAS NA SAUDE DO TRABALHADOR DERIVADOS DAS CONDICOES ERGONOMICAS DO TRABALHO: Coluna Na rotina diária, o fator ergonomia é de fundamental importância, como em circunstancias comuns: Bolsas, mochilas, malas, podendo causar hérnia de disco. A distância entre um banco de automóveis. Na operação de algum equipamento o desconforto da postura resulta na busca de um melhor ângulo para se ter melhor visão, na execução da atividade, por exemplo temos as operações de PR (Ponte Rolante), painéis de controle, etc.... Abaixo são sinais de condições de sobrecarga diretamente ligadas a coluna: Dor no Pescoço Sensação de cansaço Dor nas costas Desconforto Dor nos braços ou ante-braço

  7. Ler – Dort As LER – DORT, são lesões por esforços repetitivos ou distúrbios ósteo musculares relacionados ao trabalho, são condições dolorosas e debilitantes, provocadas dentre vários fatores, pela movimentação repetitiva da mão e do punho, normalmente acrescida de forca. Esta síndrome acomete trabalhadores da industria, de escritórios, digitadores, caixas de banco e do comercio de ambos os sexos, sempre que a condições de trabalho exige movimentações repetitivas dos membros acima citados envolvendo flexões, extensões e rotações. - Falta de condicionamento físico através de exercícios - Falta de posto ergonômico - Movimentos repetitivos - Força e Esforço - Falta de pausas - Trabalho muscular estático - Invariabilidade da tarefa - Vibração, Frio e fatores organizacionais - Levantar peso sem técnica.

  8. NR 17 • 17.1. - Esta Norma Regulamentadora visa estabelecer parâmetros que permitam • a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas • dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança • e desempenho eficiente.

  9. NR 17 • 17.1.2. - Para avaliar a adaptação das condições de trabalho às características • psicofisiológicas dos trabalhadores, cabe ao empregador realizar a análise ergonômica • do trabalho, devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de • trabalho conforme estabelecido nesta Norma Regulamentadora.

  10. 17.3. - Mobiliário dos postos de trabalho • 17.3.2 - Para trabalho manual sentado ou que tenha de ser feito de pé, as bancadas,mesas, escrivaninhas e os painéis devem proporcionar ao trabalhador condições de boa postura, visualização e operação e devem atender aos seguintes requisitos mínimos: • a) ter altura e características da superfície de trabalho compatíveis com o tipo de atividade, com a distância requerida dos olhos ao campo de trabalho e com a altura do assento; • b) ter área de trabalho de fácil alcance e visualização pelo trabalhador; • c) ter características dimensionais que possibilitem posicionamento e movimentação adequados dos segmentos corporais.

  11. 17.4. - Equipamentos dos postos de trabalho • 17.4.1. - Todos os equipamentos que compõem um posto de trabalho devem • ser adequados às características psicofisiológicas dos trabalhadores e à natureza • do trabalho a ser executado.

  12. DICAS PARA UMA BOA POSTURA Certa

  13. Torcer o pescoço Errada Monitor muito alto Monitor muito baixo

  14. Certa Região lombar apoiada no encosto da cadeira ou em um suporte para as costas

  15. Errado Certo

  16. Posição Sentada • Trabalhar na posição sentada deveria significar o ideal da pouca exigência das condições de trabalho sobre o organismo” • Na posição sentada a pressão nos discos intervertebrais é bem superior do que na posição de pé • Contradição: a posição ideal sob o ponto de vista de dispêndio energético é ocasionadora de distúrbios músculo-ligamentares • A pressão nos discos intervertebrais do ser humano é 50% maior quando se está sentado • A pressão nos discos aumenta tanto mais quanto mais inclinado para a frente estiver o indivíduo • Suportes para antebraços e apoio para os cotovelos reduzem a pressão nos discos lombares • Quanto mais inclinado para trás estiver o dorso, menor será a pressão nos discos lombares • A melhor postura para os discos e para os músculos é quando o tronco e coxas estão formando um ângulo de 100º.

  17. Capacidade Individual PESSOAS X LIMITAÇÕES HOMENS MULHERES Adultos (18 a 35 anos) 40 Kg 20 Kg De 16 a 18 anos 16 Kg 8 Kg Menos de 16 anos PROIBIDO Recomenda-se: • Para mulheres 50 % dos valores máximos de levantamento indicados para os homens; • Para jovens de 16 a 18 anos, executem, ocasionalmente, o levantamento de no máximo 40 % do peso destinado aos adultos; • O levantamento de peso para pessoas idosas deve ser evitado pois seus ossos são frágeis, e sua força muscular é pequena.

  18. Procedimentos Corretos Aproxime-se bem da carga a ser apanhada, posicionando os pés abertos lateralmente à mesma. Abaixar-se dobrando os joelhos, sem flexionar a coluna, mantendo a cabeça e as costas em linha reta.

  19. Procedimentos Corretos Levantar-se usando somen-te o esforço das pernas, e mantendo os braços esten-didos. Segure firmemente a car-ga usando a palma da mão e todos os dedos.

  20. IMPORTANTE A coluna humana pode ser comparada com uma pilha de discos; Se não estiver muito bem empilhada... Procedimentos Corretos Faça seu percurso, mantendo a carga junto ao corpo e centralizada entre as pernas. Ao descarregar, abaixe-se dobrando as pernas e mantendo sempre as costas retas.

  21. CUIDADOS GERAIS LEMBRE-SE Levante com as pernas, não com as costas. Verifique: Arestas, pontas, rebarbas; O caminho a ser percorrido. A posição da cabeça deve ser um prolongamento das costas. Ao deslocar um peso, não gire o corpo com a cintura.

  22. Não deixe de pedir ajuda quando necessário Ao aproximar de esquinas mantenha a ponta da frente levantada

  23. Procedimentos CorretosOUTROS TIPOS DE MATERIAIS LEVANTAMENTO E TRANSPORTE DE PLACAS/CHAPAS • Abaixar-se e segurar a placa com uma das mãos, no sentido do comprimento; • Levantar a placa, aproximando-a do corpo com o auxílio das mãos; • Para o transporte, manter a cabeça e as costas em linha reta, e a placa junto ao corpo; • Se as placas devem ser transportadas a longas distâncias, utilizar uma alça de carga.

  24. Procedimentos CorretosOUTROS TIPOS DE MATERIAIS LEVANTAMENTO E TRANSPORTE DE CILINDROS • Ficar agachado próximo ao cilindro, com uma das pernas um passo à frente do corpo; • Segurar o cilindro pelo lado da válvula; • Levantar o cilindro, mantendo as costas retas; • Ao transportar, rodar o cilindro até o lugar designado, mantendo sempre as costas retas. Para grandes distâncias é aconselhável o uso de carrinhos de mão.

  25. Procedimentos CorretosOUTROS TIPOS DE MATERIAIS LEVANTAMENTO E TRANSPORTE DE TAMBORES • Ficar agachado próximo ao tambor, com uma das pernas um passo à frente do corpo; • Com as mãos entre as pernas e as costas retas, levantar lentamente o tambor; • Para o deslocamento, rolar o tambor, mantendo sempre as costas retas.