gest o da tecnologia e da inova o 2008 2 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
GESTÃO DA tecnologia e da inovação 2008.2 PowerPoint Presentation
Download Presentation
GESTÃO DA tecnologia e da inovação 2008.2

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 33
dorian-bird

GESTÃO DA tecnologia e da inovação 2008.2 - PowerPoint PPT Presentation

48 Views
Download Presentation
GESTÃO DA tecnologia e da inovação 2008.2
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Universidade Federal do Vale do São Francisco Campus de Juazeiro – BA Colegiado de Engenharia de Produção GESTÃO DA tecnologia e da inovação 2008.2 Professor Marcel de Gois Pinto, MSc.

  2. conteúdo esta apresentação Conjunturadarevolução industrial • Programa da disciplina • Apresentação do curso • Sistema de avaliação da aprendizagem • Evolução da economia • Teorias econômicas clássicas da tecnologia Tecnologia e capitalismo Tecnologia no pensamentoneoclássico

  3. EMENTA • Inovação tecnológica: definição e perspectivas • Conceitos e propriedades da tecnologia • O processo de inovação tecnológica - conceito, fases e gerenciamento • Criação e disseminação de tecnologia • Adoção, implementação e disseminação da tecnologia

  4. EMENTA • Trabalho criativo, contexto da mudança, processos decisórios • Formulação de estratégias • Influências da globalização na Tecnologia e na Inovação

  5. OBJETIVO Pretende-se que, ao final da disciplina, o aluno compreenda as teorias econômicas relacionadas com a tecnologia e inovação, a influência dos fatores meso-econômicos (setor, localização e porte da empresa) na inovação e os aspectos microeconômicos envolvidos na gestão da inovação e da tecnologia

  6. MEIOSDEENSINO • Aulas Expositivas • Discussão de Textos • Seminários

  7. Sistema de avaliação • Fichamentos – peso 2 • Prova Parcial – peso 4 • Seminários – peso 4

  8. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO • Teorias econômicas clássicas da tecnologia • A tecnologia nas visões marxista e neoclássica • A era fordista e a concorrência oligopolista • O pós-fordismo e as novas teorias da firma e da tecnologia • Inovação e difusão tecnológica • Fontes de inovação na empresa

  9. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO • Setor de atividade, tamanho da firma e localização geográfica • Inovação e competitividade internacional • Inovação e estratégia competitiva • Estratégia e capacitação tecnológica • Inovações organizacionais e redes de empresas • Gestão da inovação na economia do conhecimento

  10. introdução Gestão da tecnologia e da inovação • Atuamente a tecnologia nos permite muitas coisas: de um banho quente a viagens espaciais • Mas qual a função da tecnologia? • O que você entende por gestão da tecnologia? • O que significa gerenciar inovações? • Por que isso é importante para um engenheiro de produção? VAMOS ENTENDER UM POUCO DA EVOLUÇÃO DA ECONOMIA

  11. EVOLUÇÃO DA ECONOMIA

  12. EVOLUÇÃO DA ECONOMIA Sociedadesem classes sociais Nomadismo Pedralascada – polida – uso dos metais Subsistem a partirdanatureza Artefatos simples – baixatecnologia

  13. EVOLUÇÃO DA ECONOMIA Domínio da agricultura Troca: metais e pedras preciosas Conquista e escravização Fixação do homem em uma região Surge o excedente e a acumulação

  14. EVOLUÇÃO DA ECONOMIA Semmonarquiasestabelicidas Posse da terra e não das pessoas Feudalismo e servidão Avançosnatecnologia de cultivo

  15. EVOLUÇÃO DA ECONOMIA Iluminismo e mercantilismo Especiarias, tecidos, riquezas naturais Surge a burguesia Grandes navegações Cresce o papeldadistribuição

  16. EVOLUÇÃO DA ECONOMIA Revolução industrial Divisão do trabalho Produção industrial, menosagrícola Perdada posse dos meios e dos frutos do trabalho Exploração do homempelohomem VAMOS ENTENDER UM POUCO SOBRE A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

  17. REVOLUÇÃO INDUSTRIAL Papel da Tecnologia Período entre séc. XVIII e início do XIX Novosmateriais Novas fontes de energia Grandes transformações tecnológicas Mudançana forma de produzir

  18. Bases tecnológicas • Início: emprego da maquinaria na indústria têxtil • Máquina de fiar rotativa • Teares automáticos (roda d`água) • Buscava-se reduzir o tempo e aumentar a produção • Coordenando máquinas • Evitando gargalos • Acelerando o ritmo Máquina a vapor

  19. Bases tecnológicas • Máquina a vapor • Permitiu o aumento da força motriz e redução do trabalho humano • Seu desenvolvimento foi lento devido a baixa qualidade do Ferro e baixo rendimento

  20. Bases tecnológicas • Máquina a vapor - Thomas Newcomen (~1700) • Rendimento de 1% • Utilização nas minas de carvão • Permitiu dobrar a produção de carvão mineral inglês em 50 anos (1700 -1750)

  21. Bases tecnológicas • Máquina a vapor - Thomas Watt (1769) • Criação do sistema de condensamento • Aumento da eficiência • Viabiliza o vapor como força motriz

  22. Bases tecnológicas • Uma melhoria puxa outra • A abundancia de carvão levou à melhoria da qualidade do Ferro • Isso aumentou a eficiência da máquina térmica • Aumentando suas possibilidades: • Bondes • Máquina a vapor Trem

  23. Bases tecnológicas • Outras inovações • Transportes para o escoamento da produção (locomotiva movida a vapor, primeira via aquática artificial - Bridgewater, ponte em ferro fundido) • Comunicações (telégrafo, telefone, fonógrafo, radiotelegrafia)

  24. Bases tecnológicas • A difusão deste processo foi lenta • Tal revolução se concentrou na Inglaterra • Havia uma separação entre ciência e tecnologia • Por volta de 1600 a Europa possuia a vanguarda da ciência, mas isso não significava riqueza • Essa aproximação ocorreu de forma gradual, ao final do século XIX, com o surgimento dos laboratórios empresariais (Ex: Tomas Edson)

  25. Bases tecnológicas • A difusão deste processo foi lenta • Deste modo, é importante que reconhecer outros fatores, além dos tecnológicos, como propulsorem da revolução industrial

  26. Bases sociais e econômicas • Algumas características da sociedade inglesa foram fundamentais para a revolução industrial: • Sociedade liberal – abertura ao capitalismo • Investimentos em transportes (fluviais) • Transparência e estabilidade política • Alto poder de compra da população • Boa distribuição de renda • Redução dos privilégios dos nobres

  27. revolução industrial: inovações • Podem ser resumidas em três tipos: • Substituição do esforço humano pelas máquinas • Utilização de novas fontes de energia • Utilização de matérias-primas novas e mais abundantes (Vegetal pelo mineral) • Núcleo da revolução industrial • Maquinaria • Divisão do trabalho

  28. TECNOLOGIA E CAPITALISMO • A máquina a vapor permitiu o avanço do capitalismo • O capital encontrou na tecnologia uma maneira de multiplicar-se

  29. Tecnologia e capitalismo • Por outro lado, é inegável que o capitalismo já existia antes da revolução industrial • Sistema putting out – Século XVIII – facção • Ainda assim, a história mostra, que novas tecnologias e ativos produtivos levam ao desenvolvimento econômico Importância deste assunto para a engenharia de produção

  30. TECNOLOGIA E ECONOMIA Autores Clássicos • Tal revolução na economia não iria passar ao lango dos economistas

  31. Tecnologia e economia • Adam Smith buscou explicar “A riqueza das nações” através de 3 razões: • Especialização do trabalho • Menor deslocamento dos trabalhadores na fábrica • Facilitação do trabalho a partir das máquinas

  32. Tecnologia e economia • David Ricardo: • Máquinas levam ao desemprego e a queda dos salários • Ludismo e Cartismo • Segundo ele, com o aumento da produção há uma redução dos preços dos produtos • Preços mais baixos beneficiam aqueles que tiveram queda nos seus salários

  33. Universidade Federal do Vale do São Francisco Campus de Juazeiro – BA Colegiado de Engenharia de Produção GESTÃO DA tecnologia e da inovação 2008.2 Professor Marcel de Gois Pinto, MSc.