c lcio n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Cálcio PowerPoint Presentation
Download Presentation
Cálcio

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 27

Cálcio - PowerPoint PPT Presentation


  • 172 Views
  • Uploaded on

Cálcio. Levimar Rocha Araújo. Paratireóide. Apresenta-se sob a forma de quatro nódulos originários do 3º e 4º arcos branquiais: 2 situados no ápice dos lobos direito e esquerdo da tireóide e 2 nos pólos inferiores Cada glândula tem crescimento progressivo até a 3ª década de vida. Paratireóide.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

Cálcio


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
c lcio

Cálcio

Levimar Rocha Araújo

paratire ide
Paratireóide
  • Apresenta-se sob a forma de quatro nódulos originários do 3º e 4º arcos branquiais: 2 situados no ápice dos lobos direito e esquerdo da tireóide e 2 nos pólos inferiores
  • Cada glândula tem crescimento progressivo até a 3ª década de vida
paratire ide1
Paratireóide
  • Peso médio: 0,45g sexo masculino e 0,5g no feminino
  • Microscopicamente são constituídas por células principais, células claras e células oxífilas
paratire ide2
Paratireóide
  • Células principais: arredondadas, produtoras de paratormônio
  • Quando a secreção é menor ou as células estão em estágio de repouso, acumulam-se grânulos citoplasmáticos de lipídios e glicogênio → células claras
paratire ide3
Paratireóide

Células oxífilas:

  • maiores;
  • aparecem na puberdade;
  • aumentam progressivamente em número com o avançar da idade;
  • não secretam paratormônio;
  • têm função ainda obscura
paratorm nio
Paratormônio
  • É uma proteína com 8.500kd de peso molecular
  • Constituída por cadeia simples de polipeptídeos com 84 aa
  • Antagônico da calcitonina
paratorm nio1
Paratormônio
  • Age diretamente nas células dos túbulos renais: inibe reabsorção de fosfatos, regulando a fosfatúria
  • Nos ossos, age nos osteoclastos: reabsorvem a matriz e solubilizam o Ca
paratorm nio2
Paratormônio
  • Tem função primordial no turnover ósseo: equilíbrio entre aposição e reabsorção, manutenção do Ca sérico (8,9 a 10mg/%) e absorção do Ca no intestino
doen as metab licas dos ossos
Doenças metabólicas dos ossos
  • São as alterações da falta ou do excesso de cada um dos fatores que agem na aposição e reabsorção óssea
  • Osteoporose, raquitismo na infância e osteomalácia no adulto e hiperparatireoidismo
c lcio1
Cálcio
  • Mineral mais abundante no organismo
  • Constitui cerca de 1,5 a 2% do peso corpóreo
  • Aproximadamente 99% está nos ossos e dentes
  • 1% restante está no sangue e fluidos extracelulares e dentro das células de todos os tecidos
c lcio metabolismo
Cálcio - Metabolismo
  • A regulação do metabolismo engloba: absorção intestinal, [ ]s de Ca sanguíneo e fosfato, osso, rins (produzem a forma hormonal da vit D) e glândulas paratireóides (secretam o hormônio paratireóideo)
c lcio absor o
Cálcio - Absorção
  • O Ca é absorvido por todas as partes do ID → absorção mais rápida no duodeno (pH <7)
  • Apenas 30% do Ca ingerido é absorvido pelos adultos
c lcio absor o1
Cálcio - Absorção

Dois mecanismos de absorção:

  • Transporte ativo: baixas [ ]s de íons de Ca; é saturável; controlado pela vit D (↑ captura de Ca na borda em escova da célula da mucosa intestinal)
  • Transferência passiva: altas [ ]s de íons de Ca; não saturável; independente de vit D; ocorre em todo ID
c lcio absor o2
Cálcio - Absorção
  • Só é absorvido se estiver em uma forma iônica!
  • Biodisponibilidade: em geral, quanto > a necessidade e < o fornecimento dietético, mais eficiente será a absorção
c lcio excre o renal
Cálcio – Excreção Renal
  • Um pouco acima de 50% do Ca ingerido é excretado na urina por dia, mas uma qtde quase equivalente é secretada no intestino (e se une ao Ca não absorvido nas fezes)
  • A reabsorção nos túbulos renais ocorre por mecanismos similares aos do ID
c lcio s rico
Cálcio Sérico

Três frações distintas:

  • Ca livre ou ionizado (47,6%)
  • Complexos entre Ca e ânions, tais como fosfato, citrato ou outros ânions orgânicos (6,4%)
  • Ca que está ligado à proteína, primariamente com albumina (46%)
c lcio s rico1
Cálcio Sérico
  • O Ca ionizado (Ca++) se equilibra rapidamente com o Ca ligado à proteína no sangue
  • A [ ] de Ca sérico ionizado é controlada primariamente pelo PTH, apesar de outros hormônios possuirem papéis menores na regulação (calcitonina, vit D, estrógenos e outros)
c lcio s rico2
Cálcio Sérico

A regulação rigorosa do Ca ingerido o torna uma ferramenta útil:

  • na avaliação da função da paratireóide
  • na monitoração da doença renal
  • nos neonatos doentes para os quais a hipocalcemia pode ser um risco para a vida
regula o do c lcio s rico
Regulação do Cálcio Sérico
  • Quando a [ ] sanguínea de Ca cai abaixo do nível normal, o PTH estimula a transferência de Ca permutável a partir do osso no sangue
  • Ao mesmo tempo, o PTH promove a reabsorção tubular renal de Ca e estimula indiretamente a absorção intestinal deste através da forma hormonal de vit D
c lcio fun es
Cálcio - Funções
  • A ingestão adequada é necessária para permitir ganhos ótimos na massa e densidade óssea nos anos pré-puberais e da adolescência
  • Possui uma série de papéis metabólicos nas células de todos os outros tecidos
  • Influencia as funções de transporte das membranas celulares
c lcio fun es1
Cálcio - Funções
  • Influencia a transmissão dos íons através das membranas de organelas celulares
  • Liberação de neurotransmissores nas junções sinápticas
  • Função dos hormônios proteicos
  • Liberação ou ativação de enzimas intracelulares e extracelulares
c lcio defici ncia
Cálcio - Deficiência
  • A qualquer momento durante o ciclo da vida, quando a ingestão de Ca estiver abaixo da qtde recomendada, as [ ]s de PTH no sangue aumentam → uma elevação persistente pode diminuir a massa óssea
  • Juntamente com uma qtde de vit D inadequada, contribui para osteomalacia
c lcio toxicidade
Cálcio - Toxicidade
  • Ingestão acima de 2000mg/dia, especialmente na presença de um alto nível de vit D, é uma causa potencial de hipercalcemia
  • Tal toxicidade pode levar à calcificação excessiva em tecidos moles, especialmente os rins
c lcio toxicidade1
Cálcio - Toxicidade
  • Pode interferir na absorção de outros cátions divalentes, como ferro, zinco e manganês
  • Apesar de não terem efeitos tóxicos em si, outros efeitos potenciais adversos incluem a constipação e a formação de cálculos renais