Ergonomia no Trabalho - PowerPoint PPT Presentation

ergonomia no trabalho n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Ergonomia no Trabalho PowerPoint Presentation
Download Presentation
Ergonomia no Trabalho

play fullscreen
1 / 35
Ergonomia no Trabalho
662 Views
Download Presentation
cruz
Download Presentation

Ergonomia no Trabalho

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Ergonomia no Trabalho Ft. Diego Meloni

  2. Ergonomia. • A palavra “ergonomia” é de origem grega formada pelas palavras : Ergon (trabalho) e Nomos (regra) “regras para o trabalho”

  3. Ergonomia. • “É o estudo do homem com seu trabalho, equipamento e meio ambiente para que exista maior produtividade com menor prejuízo físico e mental”. • “Ergonomia é a ciência que objetiva adaptar o trabalho ao trabalhador e o produto ao usuário” (Meister- 1998).

  4. Soluções Ergonômicas. • 1 – Eliminação do movimento crítico ou da postura crítica

  5. 2 – Pequenas melhorias : Cerca de 50% dos problemas ergonômicos existentes na empresa podem ser resolvidos com pequenas melhorias. 3 – Equipamentos e soluções conhecidos Soluções Ergonômicas.

  6. 4 – Projetos ergonômicos: trabalho intersetorial; 5 – Rodízios de tarefas: uma forma de reduzir a sobrecarga existente nas diversas operações. Operações feitas sem rodízio, caso sejam biomecanicamente críticas, costumam trazer lesões sérias para o corpo humano. Soluções Ergonômicas.

  7. Para o bom funcionamento do rodízio deve-se ter os seguintes cuidados: Isonomia de salários entre todos os trabalhadores participantes do rodízio; Preocupar-se com a qualidade; Deve-se prestar atenção no rodízio para que todos tenham efetivamente padrões diferentes de movimentos; Cuidar para que todos passem pelas posições mais difíceis; Soluções Ergonômicas.

  8. Soluções Ergonômicas. 6 – Melhoria na organização do trabalho

  9. 7 – Condicionamento físico e distensionamento para o trabalho : Trabalhar a condição física das pessoas é de grande importância 8 – Orientação ao trabalhador e cobrança de atitudes correta 9 – Seleção (mínima) : idade, sexo, compleição física, altura. Soluções Ergonômicas.

  10. Soluções Ergonômicas. 10 – Pausas de recuperação • Quando não se consegue a neutralização dos riscos ergonômicos com as medidas colocadas acima. • As pausas devem ser instituídas de forma inteligente, somente incidindo quando houver efetivamente um número alto de repetitividade e não existirem mecanismos de regulação no próprio trabalho.

  11. Se o levantamento manual de pesos (até 23 kg) não puder ser evitado é necessário criar condições favoráveis para isso. a) Manter a carga próxima do corpo (distância horizontal entre a mão e o tornozelo em torno de 25 cm); b) A carga deve estar colocada sobre uma bancada de altura aproximada de 75 cm, antes de começar o levantamento; c) O deslocamento vertical do peso não deve ser maior que 25 cm; d) Deve ser possível segurar o peso com as duas mãos; e) A carga deve ter alças ou furos para encaixe dos dedos; f) Deve ser possível escolher a postura mais adequada para o levantamento; g) O tronco não deve ficar torcido durante o levantamento; h) Os levantamentos não devem ter a freqüência superior a um por minuto; i) O tempo de atividade de levantamento não deve ser maior que uma hora, seguindo um período de descanso ou tarefas mais leves de 120% da duração da atividade de levantamento. Soluções Ergonômicas.

  12. Soluções Ergonômicas.

  13. Soluções Ergonômicas. • Transporte de carga : O posto precisa ser adequado para o trabalho pesado.

  14. Soluções Ergonômicas. • Técnicas para o levantamento de pesos : As pessoas envolvidas na manipulação de pesos devem ser treinadas. Muitas vezes, é difícil mudar hábitos de movimentos arraigados. • Erga a carga mantendo a coluna reta, na vertical, conservando-a próxima ao corpo (não erguer a carga com os pés juntos);

  15. Soluções Ergonômicas. • Uso de equipamentos para levantamentos de pesos • Transporte de cargas Errado Certo

  16. Soluções Ergonômicas. • Uso de equipamentos para transporte: Na prática, isso significa que carrinho com peso total superior a 700 kg, não deve ser movido manualmente.

  17. Soluções Ergonômicas. A colocação de quatro rodas giratórias não é aconselhável, pois torna a trajetória do carrinho muito instável.

  18. Sustentação de cargas com os membros superiores; • Postura de pé, parada durante grande parte da jornada de trabalho; • Postura de pé apoiada sobre um dos pés; • Trabalho feito com os braços acima do nível dos ombros; Pequenas contrações musculares estáticas (como no trabalho em computadores) • Braços suspensos • Antebraços suspensos • Uso da mão como morsa • Movimentação, manuseio e levantamento de cargas pesadas; Principais situações de sobrecarga biomecânica no trabalho

  19. Evite curvar-se para frente Evite inclinar a cabeça Evite torções do tronco Evite movimentos bruscos que produzem picos de tensão Alterne posturas e movimentos Restrinja a duração do esforço muscular continuo Biomecânica.

  20. Formas erradas e certas de usar furadeira e parafusadeira elétrica

  21. Uso de ferramentas com empunhaduras curvas para não torcer o punho

  22. As ferramentas manuais não devem exceder 2 kg. Quando houver necessidade de usar ferramentas mais pesadas, elas devem ficar suspensas por contrapesos ou molas. Ferramentas Pesadas.

  23. Recomendações. • Porta argamasseira de altura regulável, mantida sempre na altura da cintura do trabalhador, evitando o contínuo abaixar e levantar (movimentos curvados) para alcançar a argamassa a cada tijolo assentado; • Utilização de uma bancada para apoiar os tijolos e a caixa de argamassa, de modo que o pedreiro, em pé e sem se curvar, possa apanhar o tijolo com a mão e a argamassa com a colher, curvando-se apenas para assentar o tijolo nas fiadas mais baixas, quando esta situação se torna inevitável. • Melhoria dos equipamentos de medição e métodos de marcação; • Cordas de proteção sinalizadas em volta de todos os andares onde a alvenaria ainda não foi executada;

  24. Materiais para ferramentas

  25. Recomendações. • Muitas das situações de trabalho observadas são inevitáveis e imutáveis, não havendo outra maneira de se executar a tarefa. Nestes casos, quando possível, deve-se buscar soluções que amenizem seus prejuízos sobre o trabalhador, entre estas soluções podemos citar inovações tecnológicas como novos equipamentos ou uma nova organização do trabalho. As adaptações de cada posto de trabalho serão específicas, determinadas por suas próprias particularidades.

  26. Posicionamento. Evite atividades acima do nível dos ombros Evite trabalhar com as mãos para trás

  27. Ginástica Laboral.

  28. Ginástica Laboral.

  29. Referências Bibliográficas. • Ergonomia. Técnico de Segurança do Trabalho.Colégio Rio Branco. Professor Djair Lugli, 2008. • Manual de Aplicação NR 17. Ministério do Trabalho, 2003. • http://www.cpwr.com/simple.html • http://www.cpwrconstructionsolutions.org/masonry/solution/134/fastening-tools-that-reduce-stooping.html

  30. OBRIGADO PELA ATENÇÃO!!!