slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Reunião de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação Ciências Biológicas II PowerPoint Presentation
Download Presentation
Reunião de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação Ciências Biológicas II

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 17
chelsey

Reunião de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação Ciências Biológicas II - PowerPoint PPT Presentation

117 Views
Download Presentation
Reunião de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação Ciências Biológicas II
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Reunião de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação Ciências Biológicas II • Apresentação do Fórum Permanente de Pós-Graduação em Farmacologia da SBFTE • Alguns dados consolidados da Pós-Graduação em Farmacologia Brasília, Maio de 2006

  2. Alguns dos objetivos apontados para o FPPGF • Coleta e criação de um banco de dados que possa representar a situação, evolução e perspectivas da Pós-Graduação em Farmacologia; • Acompanhamento de políticas nacionais e construção de metas e desafios que avancem e aumentem a competência nacional e produção intelectual de Programas de Pós-Graduação em Farmacologia. • - Fundamentação de parâmetros específicos de avaliação e indicadores para a área que possam servir como subsídio para a definição de políticas de consolidação e desenvolvimento de Programas de Pós-Graduação em Farmacologia.

  3. Alguns dos objetivos apontados para o FPPGF • Fundamentação de indicadores, parâmetros, perfis e outras orientações que sirvam de instrumento para ampliação e maior inserção dos Programas de Pós-Graduação em Farmacologia em políticas com agências de fomento nacionais e políticas industriais priorizando fármacos e medicamentos. • Estabelecimento de canais, parcerias e documentos que viabilizem a atuação da SBFTE e das Coordenadorias de Programas de Pós-Graduação em ações políticas junto a agências de fomento nacional e de outras instituições públicas e privadas. • - Criação e manutenção de um espaço, no sítio da SBFTE, para divulgação dos bancos de dados e documentos construídos pelas atividades deste Forum.

  4. Deliberações • Primeira Reunião (2/8/2005) • Criação do Fórum • Sugestões • Segunda Reunião (Congresso FESBE/SBFTE) • Elaboração de banco de dados usando como modelo inicial o DataCapes 2004 • Montagem de Tabela com principais indicadores quantitativos e qualitativos • Pedido de CBII de dados adicionais

  5. Programas de Farmacologia • Número de Programas: 13 (9D) • Distribuição Nacional: • Sudeste : 8 • Sul : 3 • Nordeste: 1 • Centro-Oeste: 1 (área de concentração) • Total de Docentes: (Dados de 9 Programas) • 141 total • 119 Programas M/D • Média Docente por Programa: 15,6 • Percentual de PI: 68% • Percentual de PP: 11% • Conclusões: • Concentração SE • ~ 80% permanentes

  6. Quadro Docente • Conclusões: • Programas de tamanho médio e homogêneos • ~ 80% permanentes

  7. Produção Docente • Conclusões: • Docentes autores ~85% do total de Docentes • Espaço para aumentar produção (restantes 15%)

  8. Qualificação da Produção • Conclusões: • Publicações/docente: 2,45/docente • Permanentes: ~90% da publicação

  9. Fator de Impacto • Conclusões: • Média de IF/publicação: 2,91 • Média de IF/docente: 9,14

  10. Composição do Alunado dos Programas de Farmacologia • Alunos de Mestrado: 242 • Alunos de Doutorado: 199 • Total: 441 • Média de Alunos por Programa: 27 M / 28 D • Média de Alunos por Docente: 1,72 M e 1,67 D • Bolsistas Capes: 148 • Bolsistas CNPq: 97 • Bolsistas Outras Agências: 107 • Total de Bolsistas: 352 • Percentual de Bolsistas: 80% • Conclusões: • Aumento de bolsas • Aumento da relação orientador/orientado

  11. Avaliação de Produção do Programa • Dissertações de Mestrado: 88 • Total de Alunos M: 242 • Índice de Saída: 36% (TMT = 25 meses) • Teses de Doutorado: 54 • Total de Alunos D: 199 • Índice de saída: 27% (TMT = 46,5 meses) • Publicações QA + QB com Discentes: 235 • Publicações QA + QB totais: 345 • Publicações com discentes: 68% • Publicações com discentes/ (M + D) = 1,66 • Conclusões: • TMTs adequados • Aumento da publicação com discentes • Aumento do número de publicações por Tese

  12. Situação de Egressos Docentes-Pesquisadores: ~70% Pós-Doutorandos: ~30% • Conclusões: • - estão fazendo o que? • apoio inicial • “enxoval” programa e Capes Pós-doutores nos Programas 37 Pós-doutores em atividade de pesquisa e orientação • Conclusões: • - estão fazendo o que? • espaço para relacionar atividades no DataCapes

  13. Sugestões do Fórum • Moção para que o Br. J. Pharmacology sejam incluido no Portal Periódicos • Recomendação sobre a inadequação de índice de impacto e número de trabalhos como critérios mais importantes • Recomendação para que o critério publicação discente tenha impacto maior na avaliação • Formas de inclusão dos dados relativos a pós-doutores e pesquisadores Pro-Doc no relatório

  14. Sugestões do Fórum • Egressos: avaliação e análise das perspectivas de absorção no mercado. • Avaliar e criar estratégias para lidar com o descompasso entre o crescimento da pós-graduação e a contratação de pessoal. Sugerir que CAPES/CNPq tenham políticas para sinalizar e garantir junto ao MEC as políticas de contratação institucional • Renovação e avaliação dos cursos: áreas órfãs no Brasil, como Farmacologia Clínica e Farmacogenômica. Abertura de editais, estimulando pós-doutorandos para atuação nessas áreas, formação de redes de cooperação científica.

  15. Sugestões do Fórum • Curso de Pós-Graduação em Farmacologia, montado pela SBFTE com apoio CAPES/CNPq para atender a demandas locais e regionais • Identificação das necessidades regionais dos Programas de Farmacologia: Rede Nacional de Farmacologia (RENFAR) • Manter inalterados os critérios de avaliação atuais para o Triênio 2004-2007 • Iniciar imediatamente as discussões para eventuais mudanças nos critérios para vigência no próximo triênio