Download
filo cnidaria hidras guas vivas an monas do mar e corais n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
FILO CNIDARIA Hidras, águas-vivas, anêmonas-do-mar e corais; PowerPoint Presentation
Download Presentation
FILO CNIDARIA Hidras, águas-vivas, anêmonas-do-mar e corais;

FILO CNIDARIA Hidras, águas-vivas, anêmonas-do-mar e corais;

396 Views Download Presentation
Download Presentation

FILO CNIDARIA Hidras, águas-vivas, anêmonas-do-mar e corais;

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. FILO CNIDARIA Hidras, águas-vivas, anêmonas-do-mar e corais;

  2. FILO CNIDARIA • Hidras, águas-vivas, anêmonas-do-mar e corais; • Coloração brilhante – simetria radial; • Diploblásticos – ectoderme e endoderme(nunca produz órgãos complexos); • Marinhos – exceto hidras; • Habitam águas rasas e costas rochosas; • Tamanho – quase microscópicos a medusas de 2m largura e 25m tentáculos; • 11.000 espécies atuais – diversidade relacionada tendência formar colônias e ciclo de vida dimórfico – adultos com formas polipóide e meduzóide).

  3. Cavidade intestinal revestida por endoderme; • Denominada celêntero ou cavidade gastrovascular – digestão e circulação. • Tentáculos (evaginações parede corporal) – circunda a boca. • Captura e ingestão de alimentos. • Parede corporal – 3 camadas: • EPIDERME – epitélio externo; • GASTRODERME – epitélio interno – reveste cavidade gastrovascular; • MESOGLÉIA – intermediária, uma matriz gelatinosa e não-celular e vários tipos celulares ( com ou sem células mesenquimais);

  4. Forma séssil – PÓLIPO • Corpo tubular ou cilíndrico • Extremidade oral (boca e tentáculos) para cima • Extremidade oposta ou aboral fixa • Forma livre-nadante – MEDUSA • Sino ou guarda-chuva • Lado convexo para cima e boca no centro e parte inferior – côncavo • Tentáculos se prende baixo

  5. PAREDE DO CORPO   • EPIDERME – 5 tipos de células • CÉLULAS EPITELIOMUSCULARES: • forma colunares – base repousa mesogléia • contém miofibrila contrátil • CÉLULAS INTERSTICIAIS: • arredondadas e núcleos grandes – totipotentes(indiferenciadas) • células germinativas – origem esperma e óvulos • CÉLULAS GLANDULARES: • células secretoras de muco • abundantes disco basal adesivo dasHydras • CÉLULAS RECEPTORAS E NERVOSAS: • células receptoras – alongadas • base vários processos neuronais e extremidade distal com cílio modificado (cerda) • células nervosas – CNIDÓCITOS - localizadas na base da epiderme

  6. GASTRODERME • CÉLULAS NUTRITIVOS-MUSCULARES: • Monociliadas com extensões contráteis – formam camada contrátil; • CÉLULAS ENZIMÁTICO-GLANDULARES: enzimas digestivas; • CÉLULAS SECRETORAS DE MUCO – abundantes ao redor boca; • CÉLULAS NERVOSAS

  7. CNIDAS • Formada a partir de vacúolo no interior cnidoblastos (derivadas células intersticiais); • Cnidas – produtos de secreção do complexo de Golgi e denominadas quando formadas de CNIDÓCITO; • Abundantes nos tentáculos; • Tipos comuns – nematocistos; • Célula redonda ou ovóide com núcleo basal ; • extremidade contém cerda, rígida e curta – cnidocílio; • interior célula preenchido com cápsula com tubo pregueado e enrolado, extremidade cápsula recoberta opérculo;

  8. Mecanismo de descarga (exocitose) • alteração pressão osmótica dentro da cápsula por estímulos ; • água avança interior cápsula e aumenta pressão intracapsular; • pressão faz com que opérculo se abra e tubo everta-se para fora; • Nematocisto descarregado consiste: • Cápsula e tubo em forma de cordão • 30 tipos de cnidas – constantes nas espécies – valor taxonômico • Efeito tóxico – maioria não perceptível pelos humanos; • Espécies marinhas – sensação de queimadura ou irritação.

  9. SUSTENTAÇÃO • Estruturas flexíveis e móveis: • Formas polipóides – dependem qualidade hidrostática do celêntero– preenchido por água e comprimido pela musculatura da parede do corpo; • Antozoários - Mesogléia enrijecido por fibras ou incorporar partículas de sedimento e fragmentos de conchas; • Hidrozoários coloniais – produzem PERISSARCO flexível e córneo – composto por quitina da epiderme; • Medusas – a mesogléia bastante fina e flexível ou fibroso, grosso e enrijecido (consistência quase cartilaginosa); • Estruturas esqueléticas duras: • Esqueletos axiais córneos – ocorrem antozoários coloniais, corais; • Escleritos calcários – se fundem formando estrutura calcárea.

  10. MOVIMENTO • Derivam células mioepiteliais (musculatura); • Pólipos – Fibrilas longitudinais e circulares trabalham junto com cavidade gastrovascular – como esqueleto hidrostático; • Maioria pólipos sedentário ou séssil = movimentos capatura de alimento e retração porção superior do corpo (contração)

  11. MÉTODOS DE LOCOMOÇÃO: • PÓLIPOS • Comportamento temporários – fuga dos predadores; • Rastejar lentamente usando a musculatura do disco pedal; • Algumas anêmonas se destacam do substrato e nadam; • Disco basal secretar uma bolha de gás – pólipo flutuar. • Hydra solitárias – corpo dobra-se e os tentáculos fazem contato o substrato (dando pirueta) ou se desloca como uma lagarta medepalmos.

  12. MEDUSAS • Musculatura epidérmica e subepidérmica mais desenvolvida ao redor da umbrela e subumbrela; • Movimentos da umbrela expelindo jatos de água para fora – movendo animal por jato propulsor; • Nadam na coluna de água e afundar captura de presas.

  13. Alimentação - Digestão

  14. Corais - são suspensívoros e empregam rede de muco que recobre a colônia e que coleta matéria particulada. • muco repleto de alimento levado para boca pelos cílios.

  15. Troca Gasosa e Excreção • Não há sistema circulatório; • Eliminação dejetos metabólicos pela boca; • Amônia difunde-se pela superfície corporal, • Trocas gasosas ocorrem através das superfícies interna e externa corpo.

  16. Sistema Nervoso • Sistema nervoso não centralizado e difuso; • Neurônios dispostos em REDES NERVOSAS entre a epiderme e a mesogléia e gastroderme;

  17. Órgãos do sentido • Pólipos - possuem estruturas minúsculas semelhantes a pêlos que agem como mecanorreceptores e quimiorreceptores abundantes nos tentáculos. • Ocelos – células pigmentadas e fotorreceptoras • Estatocistos – órgão sensorial do equilíbrio – cisto celular cheio de fluído contendo estatólitos (corpo calcário) – usado na orientação da força da gravidade.

  18. Reprodução e Desenvolvimento • Alternância de gerações caracteriza o filo; • Estágio de Pólipo reproduz assexuadamente e estágio Medusóide reproduz sexuadamente com desenvolvimento da larva Plânula; • Dióicos.