slide1 l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
AGRICULTURA FAMILIAR, PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL PowerPoint Presentation
Download Presentation
AGRICULTURA FAMILIAR, PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 25

AGRICULTURA FAMILIAR, PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL - PowerPoint PPT Presentation


  • 239 Views
  • Uploaded on

AGRICULTURA FAMILIAR, PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL. HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇO PRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO. HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇO PRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO. HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇO PRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO. NOÇÃO SOBRE ESPAÇO

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'AGRICULTURA FAMILIAR, PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL' - Jims


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

AGRICULTURA FAMILIAR, PLANIFICAÇÃO E

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

slide2

HISTÓRIA EGEOGRAFIA DOESPAÇO PRODUTIVONO ESTADO DEMATO GROSSO

HISTÓRIA EGEOGRAFIA DOESPAÇO PRODUTIVONO ESTADO DEMATO GROSSO

hist ria e geografia do espa o produtivo no estado de mato grosso
HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇOPRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO

NOÇÃO SOBRE ESPAÇO

  • DESDE PLATÃO E ARISTÓTTELES – QUE SE ESCREVE UMA VARIEDADE DE DEFINIÇÕES SOBRE ESPAÇO, SITUAÇÕES E OBJETOS:
  • UNTENSÍLIOS COMUNS A VIDA COTIDIANA: CINZEIRO, BULE, ESTÁTUA, OUTROS
  • UMA CASA, UM PAÍS, UMA CIDADE;
  • ESPAÇO DE UMA NAÇÃO – SINÔNIMO DE TERRITÓRIO;
  • ESPAÇO EXTRA TERRESTRE;
  • ESPAÇO SIDERAL;
  • ESPAÇO IMPORTANTE A SER DISCUTIDO – ESPAÇO HUMANO OU ESPAÇO SOCIAL – QUE CONTÉM MULTIPLOS ESPAÇOS.
slide4

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇOPRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO

  • ESPAÇO DO HOMEM
  • ESPAÇO GEOGRÁFICO
  • ESPAÇO SOCIAL
  • ESPAÇO DO LAZER
  • ESPAÇO PRODUTIVO
  • ESPAÇO POLÍTICO
  • ESPAÇO DE TODOS OS TEMPOS
  • ESPAÇO AMBIENTAL
  • ESPAÇO EDUCATIVO
  • ESPAÇO DO COMÉRCIO
  • ESPAÇO MENTAL
slide5

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇOPRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO

  • VEJA:NO CASO DO ESPAÇO COMO CATEGORIA UNIVERSAL E PERMANENTE, SÃO OS PROCESSOS FILOSÓFICOS E CIENTÍFICOS QUE PERMITEM DEFINI-LOS DIFERENTEMENTE A CADA MOMENTO;
  • ENTÃO:O CONCEITO DE LUGAR – PORÇÃO DE ESPAÇO TOTAL – TERIA PRECEDIDO O CONCEITO DE ESPAÇO: ARISTÓTELES JÁ HAVIA FORMULADO ESTA IDÉIA E ESTEIN INSISTE NELA. “O LUGAR É, ANTES DE TUDO, UMA PORÇÃO DA FACE DA TERRA IDENTIFICADA POR UM NOME”
slide6

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇOPRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO

  • WILLIAN BUNGE (1963):DESTACA QUE O UNIVERSO NÃO É UM AMONTOADO DE COISAS, E SIM UM SISTEMA FORMADO DE SISTEMAS QUE AGEM ENTRE SI COMO SE FOSSEM SIMPLES ELEMENTOS.
  • DAÍ: O QUE SE PASSA EM UM LUGAR DEPENDE DA TOTALIDADE DE LUGARES QUE CONSTROEM OS ESPAÇOS.
  • ASSIM SENDO: O ESPAÇO DEVE SER CONSIDERADO COMO UM CONJUNTO DE RELAÇÕES REALIZADAS ATRAVÉS DE FUNÇÕES E FORMAS. TEM PASSADO E PRESENTE E CONSTROEM FUTURO.
slide7

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇOPRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO

  • HEGEL CITADO SANTOS (1996): DESTACA QUE O ESPAÇO EXISTE, ANTES DE MAIS, NO PESSAMENTO HUMANO.
  • MOORE CITADO MILTON SANTOS (1996 4º ed.): O ESPAÇO É UMA CONDIÇÃO DE COMPORTAMENTO, MAS CONDIÇÃO PASSIVA, VARIANDO QUANDO O COMPORTAMENTO HUMANO TAMBÉM VARIA.
  • DESTA FORMA: SOMENTE O TEMPO É INTRINSECAMENTE DINÂMICO E O ESPAÇO NÃO TERIA QUALIDADES DINÂMICAS NÃO FOSSEM AS NUDANÇAS DOS VALORES SOCIAIS, DOS INTERESSES SOCIAIS E DAS TÉCNICAS SOCIAIS.
slide8

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇOPRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO

  • H.LEFÉBVRE (LIVRO O DIREITO À CIDADE): A CIDADE É A PROJEÇÃO DA SOCIEDADE – SEGUNDO SANTOS – ESSA FRASE, TOMADA ISOLADAMENTE , PERMITE – “O ESPAÇO É O ESPELHO DA SOCIEDADE”;
  • PAUL VIELLE (1974): SERÁ A ORGANIZAÇÃO ESPACIAL APENAS UM REFLEXO, OU UMA PROJEÇÃO DE UMA ORGANIZAÇÃO SOCIAL QUE SE DEFINE INDEPENDENTEMENTE DELA E DE MANEIRA AUTÔNOMA, OU O ESPAÇO INTERVÉM NO PROCESSO HISTÓRICO.
slide9

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO ESPAÇOPRODUTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO

  • PORTANTO SEGUNDO SANTOS (1998): O ESPAÇO SE GLOBALIZA, MAS NÃO É MUNDIAL COMO UM TODO, SENÃO COMO METÁFORA. TODOS OS LUGARES SÃO MUNDIAIS, MAS NÃO HÁ ESPAÇO MUNDIAL. QUEM SE GLOBALIZA, MESMO, SÃO AS PESSOAS E OS LUGARES.
no es da hist ria do mato grosso

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

POUCO DA HISTÓRIA DE MATO GROSSO

  • MARCO OFICIAL DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO – 1719,
  • AS MARGENS DO RIO COXIPÓ-MIRIM COM A DESCOBERTA DO OURO,
  • HOMENS QUE ACOMPANHAVAM O BANDEIRANTE PASCOAL MOREIRA CABRAL,
  • SUCESSO DA MINERAÇÃO E O TRATADO DE TORDESILHA QUE GARANTIU AS TERRAS PARA PORTUGAL,
  • EM 1748 FOI CRIADA A CAPITANIA DE MATO GROSSO, SUA CAPITAL VILA BELA DA SANTISSÍMA TRINDADE,
slide11

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • NO SÉCULO XVIII PARA TRABALHAR A MINERAÇÃO CHEGOU EM MATO GROSSO MUITOS ESCRAVOS,
  • COM A RESISTÊNCIA A ESCRAVIDÃO E MUITAS FUGAS OCORRERAM O SURGIMENTO DE MUITOS QUILOMBOS,
  • FUGIDOS DA EXPLORAÇÃO BRANCA, HABITANTES DOS QUILOMBOS CONVIVIAM COMUNITARIAMENTE EM UMA FUSÃO DE ELEMENTOS CULTURAIS DE ORIGEM INDIGENA E AFRICANA
slide12

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • OS HOMENS CAÇAVAM, LENHAVAM, CUIDAVAM DOS ANIMAIS E BUSCAVAM MEL NA MATA,
  • AS MULHERES PREPARAVAM OS ALIMENTOS E FABRICAVAM PANELAS DE BARRO, ARTESANATO E ROUPAS,
  • A HISTORIADORA ELIZABETH MADUREIRA REFERE-SE À ORGANIZAÇÃO DE 11 QUILOMBOS NO ESTADO DE MATO GROSSO.
  • Referência Bibliográfica:
  • SIQUEIRA, Elizabeth Madureira e outras. O Processo Histórico de Mato Grosso. Cuiabá: Guaicurus, 1991.
  • SIQUEIRA, Elizabeth Madureira. Revivendo o Mato Grosso. Cuiabá: SEDUC, 1997.
slide13

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • SEGUNDO SEBRAE-MT. A COMUNIDAE DE SÃO GONÇALO DO BEIRA RIO, AS MARGENS DO RIO CUIABÁ, PERTENCENTE AO DISTRITO DE COXIPÓ DA PONTE,
  • OS MORADORES SE ORGULHAM DE SEUS LAÇOS DE PARENTESCO QUE É DE UM PASSADO DE 270 ANOS DE HISTÓRIA,
  • POIS SEUS ANTEPASSADOS SEMPRE VIVERAM DA PESCA, DO ARTESANATO DO BARRO E DA MADEIRA
slide14

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • PRODUZIAM SUAS PRÓPRIAS FERRAMENTAS E VENDIAM O EXCEDENTE DO QUE PESCAVAM E CULTIVAVAM A TERRA,
  • SEMPRE FOI ASSIM, E ERA PASSADO DE PAIS PARA OS FILHOS, DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO,
  • AO LONGO DOS ULTÍMOS 30 ANOS DO SÉCULO XX, A COMUNIDADE DE SÃO GONÇALO, ASSIM COMO TODAS COMUNIDADES DO MATO GROSSO E DO BRASIL.TEVE QUE APRENDER MUITAS ALTERNATIVAS DE SOBREVIVÊNCIA.
slide15

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • NESSE MESMO PERÍODO, O CRESCIMENTO E A MODERNIZAÇÃO DE CUIABÁ E DO RESTANTE DO PAÍS,
  • TROXERAM MAIS PROBLEMAS QUE SOLUÇÕES PARA ESTA COMUNIDADE TRADICIONAL, ASSIM COMO PARA MUITAS OUTRAS DO ENTORNO DE CUIABÁ E DE TODO BRASIL,
  • NO CASO DESTA COMUNIDADE ESTUDADA PELO SEBRAE,
  • AS ATIVIDADES PESQUEIRAS E AGRÍCOLAS DIFINHARAM, UMA DAS ALTERNATIVAS ERA VOLTAR AO PASSADO E BUSCAR UMA SOLUÇÃO,
slide16

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • E FOI NO ARTESANATO DA CERÂMICA QUE ENCONTRARAM UMA DE SUAS SAÍDAS PARA CRISE INSTALADA NO FINAL DO SÉCULO XX,
  • PORÉM, POUCO CONHECEDORES DO MECANISMO DE MERCADO, NÃO SABIAM COMERCIALIZAR SEUS PRODUTOS,
  • ASSIM COMO A CONCORRÊNCIA DOS ARTESANATOS PRODUZIDO EM ESCALAS, COIBIAM OS PRODUZIDOS MANUALMENTE PELOS RIBEIRINHOS – PROVOCOU OUTRA CRISE NOS IDOS DE 1990.
slide17

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • SEM QUALIFICAÇÃO TÉCNICA, COMO FAZER?
  • ACOSTUMADOS A DEPENDER DO ESTADO, COMO ADQUIRIR NOVOS CONHECIMENTOS E DISPOSIÇÃO PARA ENFRENTAR UM MERCADO ALTAMENTE COMPETITIVO?
  • COMO SUPERAR A INÉRCIA DE LONGOS ANOS SOB “PROTEÇÃO” DO ESTADO?
  • COMO APRENDER A SAIR DA COMUNIDADE COM SUAS PRÓPRIAS PERNAS?
  • AGREGAR VALOR A SEUS PRODUTOS E GANHAR DINHEIRO.
slide18

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • ESTE É O DESAFIO DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS QUE NÃO CONSEGUEM DEMONSTRAR ATRAVÉS DOS SEUS SABERES E FAZERES LOCAIS ENFRENTAR A CRISE!
  • BUSCAR EM SEUS ANTEPASSADOS A SABEDORIA DO SOBREVIVER A CRISE ATUAL.
  • MAS, HOJE PRECISA MAIS QUE O ESFORÇO LOCAL. PRECISA SE ORGANIZAR EM COMUNIDADES JURIDICAS,
  • COMO: AS ASSOCIAÇÕES E COOPERATIVAS E MUITAS CAPACITAÇÕES, ASSIM COM0, PRODUZIR JUNTOS COM SOLIDARIEDADE PARA
slide19

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • O ARTESANATO MATO-GROSSENSE REFLETE O DIA-A-DIA E OS COSTUMES DE VIDA DO PRÓPRIO ARTISTA E DA CUIABANIA EM GERAL,
  • SUA ORIGEM ESTÁ NA PRETICIDADE DO POVO MATO-GROSSENSE,
  • SUPRIR SUAS NECESSIDADES DE DETERMINADOS OBJETOS E UTENSÍLIOS DOMÉSTICOS,
  • PELAS DISTÂNCIAS DOS GRANDES CENTROS E PELA FALTA DE RECURSOS,
slide20

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • DAÍ A CRIAÇÃO BASEADAS NOS SABERES E FAZERES LOCAIS,
  • DAÍ O ARTESANATO E O PODER DA CRIATIVIDADE.
  • A CERÂMICA TÍPICA DO ARTESANATO MATO-GROSSENSE, DE BARRO COZIDO EM FORNO PRÓPRIO,
  • DESTINADOS À ORNAMENTAÇÃO, COMO VASOS, OBJETOS DE ENFEITE, CINZEIROS, ETC, E AINDA AQUELES UTILIZADOS COMO UTENSÍLIOS DOMÉSTICOS, COMO: POTES, PANELAS, PRATOS, ETC.
slide21

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • EXISTEM CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS DE DEZENHO, FORMATO, ADEREÇOS E ENFEITES , QUE DIFERENCIAM A CERÂMICA MATO-GROSSENSE DE OUTROS ESTADOS.
  • A TECELAGEM É TALVEZ, DENTRO DESTE ARTESANATO, A QUE DETÉM MAIOR REPRESENTATIVIDADE NO QUE TANGE A DIVULGAÇÃO DA ARTE, DA CULTURA E DA TRADIÇÃO DO POVO CUIABANO E MATO-GROSSENSE, PRICIPALMENTE PELA BELEZA ARTÍSTICA.
slide22

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • NESTE SEGMENTO DESTACAM-SE AS RENDEIRAS QUE, NO PRICÍPIO, FIAVAM E TINGIAM O PRÓPRIO FIO DO QUAL TECIAM AS REDES LAVRADAS (BORDADAS) COM MOTIVOS DIVERSOS EM TODA SUA EXTENSÃO,
  • A HABILIDADE COM QUE AS RENDEIRAS TECEM SUA REDE É A MESMA DAS MULHERES INDÍGENAS, DE ONDE ORIGINA-SE ESTA TRADIÇÃO. AS GUANÁS ERAM HÁBEIS NO MANUSEIO DE TEAR, E CONSEGUIRAM PASSAR ESTA TRADIÇÃO SECULAR AS MULHERES RIBEIRINHAS CUIABANAS. POIS ALÉM DE FIAREM E TIGIREM, TAMBÉM PLANTAVAM E COLHIAM O ALGODÃO. COMO AS MULHERES CUIABANAS.
slide23

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

  • TEMOS AINDA O ARTESANATO EM MADEIRA – (RIBEIRINHA DE CUIABÁ) – CANOAS DE PESCA, TEMPOS DOS INDÍGENAS – CANOAS DE CASCA DE JOTOBÁ. HOJE APENAS OS ARTESÕES FAZEM CANOAS DE XIMBUVA OU CARANDÁ , MAS EM FRANCO DESAPARECIMENTO. TAMBÉM FAZEM GAMELAS E TIGELAS DE MADEIRA.
  • AINDA EM MADEIRA ESTA A CONTRUÇÃO DA VIOLA DE CÔCHO – PARA DANÇAR O SIRIRI E O CURURU. CORDAS ELABORADAS DE TRIPAS DE ALGUNS ANIMAIS SELVAGENS, COMO QUATI, MACACO E GAMBÉ, HOJE SÃO DE NYLON.
slide24

NOÇÕES DA HISTÓRIA DO MATO GROSSO

AGRICULTURA FAMILIAR

  • SUBSITÊNCIA E VENDA DO EXCEDENTE EM FEIRAS E MERCADO LOCAL;
  • MANDIOCA, ARROZ, FEIJÃO, HORTALIÇAS, FRUTIFERAS (MANGA, CAJÚ, BANANA), ALGODÃO, MILHO, CAFÉ, OUTRAS CULTURAS,
  • GADO DE LEITE, GALINHAS POEDEIRAS, FRANGO CAIPIRA,
  • PESCA, MADEIRA, PALMITO, MEL OUTROS
slide25

Apresentação desenvolvida por: José Mesquita Júnior

MJ Solutions - Design - Web - Tecnologia

(65) 9281-7260

e-mail: mesquitajr@yahoo.com