Cedeao ecowas
Download
1 / 30

Cedeao/Ecowas - PowerPoint PPT Presentation


  • 48 Views
  • Uploaded on

Cedeao/Ecowas. IDH 2009 (dados de 2007). muito elevado , elevado , médio e baixo. Verde escuro: 0,95 ou mais / preto: menor que 0,35 . Criação. Fundada em maio de 1975 (em Lagos, Nigéria) + Cabo Verde em 1976 = operacional em 1978

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Cedeao/Ecowas' - xannon


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Idh 2009 dados de 2007
IDH 2009 (dados de 2007)

muito elevado, elevado, médio e baixo

Verde escuro: 0,95 ou mais / preto: menor que 0,35


Cria o
Criação

  • Fundada em maio de 1975 (em Lagos, Nigéria) + Cabo Verde em 1976 = operacional em 1978

  • A Mauritânia retirou-se da CEDEAO em 2002 sob o regime de Maaouya Ould Sid'Ahmed.

  • Instituição mais ambiciosa da África subsaariana

  • Reúne cerca de 250 milhões de pessoas + PIB regional de 200 bilhões de dólares



Pa ses com os piores idhs

Países com os piores IDHs mundo.

2011 - RDC

2010 –  Zimbábue

2009 – Níger

2008 – Serra Leoa

2007 – Serra Leoa

2006 – Níger

2005 – Níger

2004 – Serra Leoa

2003 – Níger

2002 – Serra Leoa

2001 – Serra Leoa

2000 – Serra Leoa

1999 – Serra Leoa

1998 – Serra Leoa

1997 – Serra Leoa

1996 – Níger

1995 – Níger

1994 – Guiné


Idh 2011
IDH 2011 mundo.

  • 45 ▲ (1) Argentina 0,797 ▲ (0,003)

  • 84 ▲ (1) Brasil 0,718 ▲ (0,003)

  • 150 ▲ (1) Camarões 0,482 ▲ (0,003)

  • 155 Senegal 0,459 ▲ (0,002)

  • 156 ▲ (1) Nigéria 0,459 ▲ (0,005)

  • 162 Togo 0,435 ▲ (0,002)

  • 164 ▲ (1)  Zâmbia 0,430 ▲ (0,005)

  • 167 Benim 0,427 ▲ (0,002)

  • 170 Costa do Marfim 0,400 ▼ (0,001)

  • 175 Mali 0,359 ▲ (0,003)


Os piores do idh 2011
Os piores do IDH 2011 mundo.

  • 176 Guiné-Bissau 0,353 ▲ (0,002)

  • 178 Guiné 0,344 ▲ (0,002)

  • 179 República Centro-Africana 0,343 ▲ (0,004)

  • 180 Serra Leoa 0,336 ▲ (0,002)

  • 181 Burkina Faso 0,331 ▲ (0,002)

  • 182 ▲ (1) Libéria 0,329 ▲ (0,004)

  • 183 ▼ (-1) Chade 0,328 ▲ (0,002)

  • 186 Níger 0,295 ▲ (0,002)

  • 187  República Democrática do Congo 0,286 ▲ (0,004)


D cada de 70
Década de 70 mundo.

  • Criada com o objetivo de desenvolver integração econômica e dividir experiências de políticas desenvolvimentistas;

  • Futuro estabelecimento de uma zona econômica na região;

  • A posteriori: interações sócio-políticas e relações bilaterais que pudessem desenvolver o bloco.


Vegeta o
Vegetação mundo.




Objetivos ao ser fundada
Objetivos ao ser fundada mundo.

2 primeiros anos: congelar tarifas de bens primários e artesanais e produtos industrializados de dentro do bloco

6 primeiros anos: eliminação de tarifas de importação e exportação, barreiras não tarifárias e taxas. A Comunidade adotaria a união aduaneira nos cinco anos seguintes: adotando tarifas externas comuns unificadas.


O mercado comum entre os integrantes se alicerçaria com o estabelecimento do livre fluxo de pessoas e bens, serviços e capital.

Último estágio: políticas macroeconômicas e sócio-culturais comuns.


Conquitas
Conquitas estabelecimento do livre fluxo de pessoas e bens, serviços e capital.

  • 1993 – Chefes de Estados se encontraram em Cotonu para discutir a revisão da Carta da Cedeao para incluir questões ambientais e também para restabelecer os compromissos de dedicação ao desenvolvimento do bloco

  • 1997 – Identificação de mais de 450 produtos de indústrias locais e que passaram a contar com o esquema de liberalismo econômico desenvolvido para o bloco


Conquistas
conquistas estabelecimento do livre fluxo de pessoas e bens, serviços e capital.

  • Estabelecimento do Ecomog (Ecowas Monitoring Group), que era um braço de intervenção ad hoc e foi decisivo para llidar com os conflitos civis na Serra Leoa e na Libéria

  • Política de trocas de experiência nas áreas agrícolas (aumentando a eficiência e a complementaridade do setor agrário interno e em relação aos vizinhos) = visando a autossuficiência e adequação da oferta de energia.


Conquistas1
conquistas estabelecimento do livre fluxo de pessoas e bens, serviços e capital.

  • Agricultura – desde 1990 – subvenção na compra de sementes melhoradas e troca de experiências sobre plantio, cuidados com solo e colheita, trocas de tecnologias agrícolas e um pouco de subsídios para compra de equipamento e treinamento da população do interior


Conquistas2
conquistas estabelecimento do livre fluxo de pessoas e bens, serviços e capital.

  • Acesso a água – 10 países saelianos (Senegal, Mali, Níger, Chade, Burkina Faso, Nigéria – abertura de poços artesianos e construção de cisternas (Ceará) – para garantias de agricultura, criação de gado e subsistência

  • Também questões de meio ambiente nas lagoas e pântanos do Benim, Costa do Marfim, Gana e Nigéria



Conquistas3
conquistas aconteceu = substituído por um plano mais realista e assinado em 1996 = trocas de informações bancárias e variação de três áreas industriais transfronteiriças

  • 1979 – Fundo da Cedeao + 1980 - Estabelecimento de um Fundo de Cooperação, Compensação e Desenvolvimento (FCCD) – distribuição de recursos e benefícios – integração de projetos de desenvolvimento agrário e industrial


  • Fundo de ação política (1990 – distribuiu 350 mil dólares como compensação por perdas no processo de liberalização econômica + inserção no mercado internacional) – regras do fundo obrigam a investir em regiões mais pobres e em projetos de infraestrutura, transporte, telecomunicações – colaboração em projetos de telecomunicações



  • Integração por autoestradas – 16 Estados-Integrantes – alargado em 1997

  • · Trans-West African Coastal Highway ou Dakar-Lagos Highway, liga Lagos a Dakar - Senegal, partido da via expressa Lagos-Badagry;

  • · Trans-Sahara Highway, liga Lagos a Argel - Argélia, partindo da via expressa Lagos-Ibadan;


Autoestrada transaeliana e da costa ocidental
Autoestrada 16 Estados-Integrantes – alargado em 1997transaelianaedacostaocidental


Problemas
Problemas 16 Estados-Integrantes – alargado em 1997

  • Sem qualquer contato com o setor privado ou população de seus países (criação do parlamento (ver parlamento da Cedeao)

  • O maior problema a regionalização é a própria capacidade de os integrantes implementarem as decisões tomadas pela Comunidade e seus Comitês.


  • A liberalização econômica dentro do bloco não avança por questões desde a nomenclatura de produtos e práticas comerciais até uso de que transporte é mais efetivo.

  • Anos 80 – ajustes econômicos do FMI e Banco Mundial – muitas industrias foram fechadas (diminuição da presença estatal, privatizações etc.) – desvalorização da moeda (nos países anglófonos)


  • O tratado da CEDEAO - revisto e assinado em por questões desde a nomenclatura de produtos e práticas comerciais até uso de que transporte é mais efetivo.julho de 1993 = acelerar integração econômica e aumentar cooperaçãopolítica

  • Parlamento oeste-africano, conselho econômico e social + novo tribunal = assegura execução das decisões da Comunidade

  • Formaliza a responsabilidade de evitar e resolver conflitos na região.


Parlamento da cedeao
Parlamento da Cedeao por questões desde a nomenclatura de produtos e práticas comerciais até uso de que transporte é mais efetivo.

  • Fórum de diálogo, consulta e consensos para os representantes dos povos da África Ocidental = objectivo de favorecer a integração.

  • estabelecido em conformidade com os Artigos 06 e 13 do Tratado da CEDEAO em Abuja (06 de Agosto de 1994) e entrou em vigor em 14 de Março de 2002


Uni o econ mica e monet ria do oeste africano uemoa
União Econômica e Monetária do Oeste Africano (Uemoa) por questões desde a nomenclatura de produtos e práticas comerciais até uso de que transporte é mais efetivo.


  • Sete países a por questões desde a nomenclatura de produtos e práticas comerciais até uso de que transporte é mais efetivo.união econômica e monetária chamada de União Econômica e Monetária do Oeste Africano (Uemoa)

  • Compartilhando uma moeda comum, o franco CFA.


  • A UEMOA foi criada por um tratado assinado em por questões desde a nomenclatura de produtos e práticas comerciais até uso de que transporte é mais efetivo.Dakar, Senegal, a 10 de janeiro de 1994 pelos Chefes de Estado e de Governo do Benim, Burkina Faso, Costa do Marfim, Mali, Níger, Senegal e Togo.

  • 2 de maio de 1997 = Guiné-Bissau tornou-se o oitavo integrante.


ad