slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Financiamento e Apoio

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 24

Financiamento e Apoio - PowerPoint PPT Presentation


  • 77 Views
  • Uploaded on

“Inquérito Domiciliar sobre Comportamentos de Risco e Morbidade Referida de Doenças e Agravos Não Transmissíveis” Tabagismo. Financiamento e Apoio

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Financiamento e Apoio' - summer


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

“Inquérito Domiciliar sobre Comportamentos de Risco e Morbidade Referida de Doenças e Agravos Não Transmissíveis”Tabagismo

slide2
Financiamento e Apoio

Este projeto foi financiado pela Secretaria de Vigilância em Saúde/MS (VIGISUS I), com contrapartida do Instituto Nacional de Câncer/MS e apoio das unidades estaduais da Fundação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As Secretarias de Estado de Saúde do Rio Grande do Norte, de Santa Catarina, de Sergipe e a Municipal de Curitiba, financiaram a coleta de dados.

slide3
Ministério da Saúde

Humberto Costa

Secretaria de Vigilância em Saúde

Jarbas Barbosa da Silva Junior

Departamento de Análise de Situação de Saúde

Elizabeth Duarte

Coordenação Geral de Vigilância de Agravos e Doenças não Transmissíveis

Sandhi Barreto

Secretaria de Atenção à Saúde

Jorge Solla

Instituto Nacional de Câncer

José Gomes Temporão

Coordenação de Prevenção e Vigilância

Gulnar Azevedo e Silva Mendonça

Divisão de Epidemiologia

Liz Maria de Almeida

realiza o equipe de pesquisa inca
Colaboradores

Adele Moraes

Aline Mesquita

Beatriz Jardim

Débora Martins

Julio Wong

Luisa Goldfarb

Luiz Claudio Thuler

Marceli Santos

Marcia Regina Dias Alves

Maria do Carmo Leal

Marise Rebelo

Regina Moreira Alves

Sueli Couto

Tania Cavalvante

Vania Girianelli

Coordenaçao geral

Valeska Carvalho Figueiredo

Pesquisadores

José de Azevedo Lozana

Letícia Casado

Ana Lúcia Mendonça

Elaine Masson Fernandes

Luís Felipe Leite Martins

Mirian Carvalho de Souza

André Salem Szklo

Moysés Szklo

Liz Maria de Almeida

Gulnar Azevedo e Silva Mendonça

Realização Equipe de Pesquisa INCA
slide5
Secretarias de Estado de Saúde

Amazonas - Marília Muniz

Ceará - Dina Cortez

Distrito Federal - Elza Martinez

Espírito Santo - Werbena Aguiar

Mato Grosso do Sul - Hilda Guimarães

Minas Gerais - Berenice Navarro

Pará - Waltair Pereira

Paraíba - Lourdes Fátima Souza

Pernambuco - Evandi da Silva

Rio Grande do Norte - Antonia Maria Teixeira

Rio Grande do Sul - Paulo Grassi

Santa Catarina - Terezinha Serrano

São Paulo - Ana Sanches

Sergipe - Sheila Lima e Angélica Dantas

Secretaria Municipal de Saúde

Curitiba - Karin Luhm

Colaboradores Externos

Antônio Cezário, SVS/MS

Antonia Maria de Aquino, MS

Beatriz Vasconcellos, ANVISA

Carlos Augusto Monteiro, USP

Déa Arruda, CENEPI/MS

Denise Coitinho, MS

Denise P. Gigante, UFPEL

Dora Chor, FIOCRUZ

Colaboradores Externos

Edinilsa Ramos de Souza, CLAVES

Elisabeta Recine, UNB

Eloir De O. Faria, SMT-RJ

Erinaldo Luiz de Andrade, CELAFISCS

Fábio Gomes, SVS/MS

Gilmar C. Trivelato, FUNDACENTRO/MG

Ines Lessa, UFBA

José Carlos Galduroz, Psicobiologia/EPM

José Eluf Neto, USP

José Rosemberg, PUC/SP

Laércio Joel Franco, FMRP

Lenildo Moura, SVS/MS

Luciana Phebo, SMS

Luana Gonçalves, SVS/MS

Margarita Urdaneta, CENEPI/MS

Maria de Fátima Carvalho, CGPAN/MS

Marília Mendonça Leão, MS

Mário Monteiro, UERJ

Michael Reichenhein, UERJ

Mirian Sabbag, Ms

Rita de Cassia C. Rocha, SES/ES

Romero Bezerra Barbosa, MS

Rosa Sampaio, MS

Rosely Sichieri, UERJ

Ruy Laurenti, FSP/USP

Vera Chiara, UERJ

Vera Luiza da Costa e Silva, OMS

Victor Wunsch, USP

Walter Costa, SVS/MS

objetivo
Objetivo
  • Estimar a magnitude da exposição a comportamentos e fatores de risco para doenças e agravos não transmissíveis (DANT), do acesso a exames de detecção precoce de câncer de mama e colo do útero e de agravos selecionados (morbidade referida).
metodologia
Metodologia
  • População de estudo:
    • Amostra de indivíduos de 15 anos ou mais de idade, residentes nas capitais das unidades da federação do Brasil e no Distrito Federal, no período de realização da pesquisa.
  • Desenho amostral:
    • Amostra probabilística por conglomerados com dois estágios de seleção:
      • 1º estágio, setores censitários
      • 2º estágio, domicílios
    • Todos os moradores com 15 anos os mais, dos domicílios participantes, foram entrevistados.
capitais pesquisadas

Capitais Não Pesquisadas

Capitais pesquisadas
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .

Capitais Pesquisadas

  • .
temas abordados
Características sócio-demográficas

Tabagismo

Atividade física

Dieta

Álcool

Exposição solar

Situação e exposição ocupacional

Detecção de câncer de colo de útero e mama

Hipertensão arterial

Diabetes

Colesterol

Câncer

Percepção de saúde e Morbidade referida

Qualidade de vida — Condição funcional

Acidente de trânsito individual

Violência familiar

Temas Abordados
popula o de estudo
População de estudo

Domicílios Selecionados12.608

Domicílios Ocupados 11.204 (88,86%)

Domicílios Vazios1.126 (8,93%)

Domicílios Inexistentes278 (2,20%)

Não Participação por outro motivo 392 (3,50%)

Recusa Domiciliar640 (5,71%)

Domicílios Participantes10.172 (90,79%)

Indivíduos Elegíveis26.003

Recusa Individual 959 (3,69%)

Não Participação por outro motivo 1.497 (6,10%)

Indivíduos Participantes23.457 (90,21%)

distribui o da popula o de estudo por g nero em capitais brasileiras e no df 2002 2003
Distribuição da população de estudo por gênero em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003
distribui o da popula o de estudo por faixa et ria em capitais brasileiras e no df 2002 2003
Distribuição da população de estudo por faixa etária em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003
distribui o da popula o de estudo por escolaridade em capitais brasileiras e no df 2002 2003
Distribuição da população de estudo por escolaridade em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003
percentual de fumantes regulares de cigarros
Percentual de fumantes regulares de cigarros

Na população de estudo de 15 anos ou mais em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

percentual de fumantes regulares de cigarros por g nero
Percentual de fumantes regulares de cigarros por gênero

Na população de estudo de 15 anos ou mais em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

percentual de fumantes regulares de cigarros por faixa et ria
Percentual de fumantes regulares de cigarros por faixa etária

Na população de estudo de 15 anos ou mais em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

percentual de fumantes regulares de cigarros por escolaridade
Percentual de fumantes regulares de cigarros por escolaridade

Na população de estudo de 15 anos ou mais em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

slide19

Comparação* PNSN (1989) e Inquérito Percentual de fumantes atuais de cigarros

Na população de estudo de 15 anos ou mais em 7 capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

*Ajustada pela população do Censo 2000.

slide20

Comparação* PNSN (1989) e Inquérito por gênero Percentual de fumantes atuais de cigarros

Na população de estudo de 15 anos ou mais em 7 capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

*Ajustada pela população do Censo 2000.

slide21

Tabagismo passivo no domicílio ou em ambiente de trabalho fechado, entre não-fumantes, no momento da pesquisa

Na população de estudo de 15 anos ou mais em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

slide22

Cessação (ex-fumantes/fumantes+ex-fumantes) por gênero

Na população de estudo de 15 anos ou mais em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

slide23

Cessação por escolaridade

Na população de estudo de 15 anos ou mais em capitais brasileiras e no DF, 2002-2003

conclus es principais
Conclusões Principais
  • Maior prevalência  Região Sul
  • Maior em homens, em todas as cidades
  • Capitais do Sul e Sudeste diferença entre gêneros  menor
  • Maior prevalência e menor índice de cessação  em indivíduos de menor escolaridade
  • Resultados consistentes com outros estudos brasileiros (Szwarcwald e Viacava, 2003)
  • Diminuiu em ambos os gêneros em todas as capitais (15-34 ± 50%, 35-54 ± 40% e 55 anos e mais < 30%)
ad