GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 15

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL PowerPoint PPT Presentation


  • 49 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE 3ª POLICLÍNICA - NITERÓI. 72ª. Semana Brasileira de Enfermagem: Cuidado de Enfermagem, Ética e Inovação 12 a 20 de maio de 2011.

Download Presentation

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Governo do estado do rio de janeiro secretaria de estado da defesa civil

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

DIRETORIA GERAL DE SAÚDE

3ª POLICLÍNICA - NITERÓI

72ª. Semana Brasileira de Enfermagem:Cuidado de Enfermagem, Ética e Inovação12 a 20 de maio de 2011

Maj. BM/QOS/Enf/94 Flávia Curi Vitari

Coordenadora de Enfermagem – 3ª. Policlínica de Niterói


Considera es iniciais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Enfermagemé a arte de cuidar e a ciência, cuja essência e especificidade é o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral, desenvolvendo de forma autônoma ou em equipe atividades de promoção, proteção, prevenção, reabilitação e recuperação da saúde.


Um pouco da hist ria da enfermagem

Um pouco da História da Enfermagem

Nasceu em 12 de maio de 1820.

Possuía inteligência incomum, tenacidade de

propósitos, determinação e perseverança.

1854: a Inglaterra, a França e a Turquia declaram

guerra à Rússia: é a Guerra da Criméia.

Organização do trabalho, até os mais simples

serviços como a limpeza do chão.

A mortalidade decresce de 40% para 2%.

  • Foi imortalizada como A Dama da Lâmpada.

  • 1859: Criou uma Escola de Enfermagem na Inglaterra. Fato que mudou o destino da Enfermagem. Com disciplina rigorosa, do tipo militar, era uma das características da escola nightingaleana, bem como a exigência de qualidades morais das candidatas.

  • Morreu em 13 de agosto de 1910.


Hist ria da enfermagem no brasil per odo colonial

História da Enfermagem no Brasil -Período colonial

Compreende desde o período colonial até o final do século XIX.

Abertura das Casas de Misericórdia.

A terapêutica empregada era à base de ervas medicinais

minuciosamente descritas.

Os Jesuítas faziam a supervisão do serviço.

Os escravos tiveram papel relevante.


Ana n ri

ANA NÉRI

Nasceu em 13 de dezembro de 1814, na Bahia.

Os dois filhos militares foram convocados para lutarem na Guerra do Paraguai (1864-1870).

Em 15 de agosto parte para os campos de batalha.

  • Improvisa hospitais e não mede esforços no atendimento aos feridos.

  • Após cinco anos, retorna ao Brasil.

  • O governo Imperial lhe concede uma pensão, além de medalhas humanitárias e de campanha.

  • Faleceu no Rio de Janeiro a 20 de maio de 1880.

  • A primeira Escola de Enfermagem fundada no Brasil recebeu o seu nome. Denomina-se hoje Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, pertencendo à Universidade do Rio de Janeiro – UNI-RIO. 


Governo do estado do rio de janeiro secretaria de estado da defesa civil

Por esses motivos a Semana da Enfermagem é comemorada do dia 12 de maio (nascimento de Florence) ao dia 20 de maio (morte de Ana Neri).

Ana Neri e Florence Nightingale romperam os preconceitos da época que faziam da mulher prisioneira do lar.      


O exerc cio da profiss o

O EXERCÍCIO DA PROFISSÃO

Lei nº 7.498, de 25/06/1986, que dispõe sobre o exercício da Enfermagem.

Decreto No. 94.406/87, que regulamenta a Lei nº 7.498, de 25/06/1986.

Resolução 280/00 I – aprova a Simbologia Aplicada à Enfermagem.

Os significados dados aos símbolos utilizados na Enfermagem, são os seguintes:

Lâmpada: caminho, ambiente

Cobra: magia, alquimia

Cobra + cruz: ciência

Seringa: técnica Cor verde: paz, tranqüilidade, cura, saúde

Cor que representa a Enfermagem: verde esmeralda


Governo do estado do rio de janeiro secretaria de estado da defesa civil

Enfermeiro: lâmpada e cobra + cruz

Técnico e Auxiliar de Enfermagem: lâmpada e seringa


Tica cuidado de enfermagem e inova o

Ética, Cuidado de Enfermagem e Inovação


Defini es pertinentes

DEFINIÇÕES PERTINENTES

  • Cuidado de Enfermagem

  • O cuidar em enfermagem caracteriza-se em conhecer e atender as necessidades do indivíduo a ser cuidado, em dar oportunidade a ele de cuidar-se e de desenvolver o seu potencial. 

  • O conhecimento que fundamenta o cuidado de enfermagem deve ser construído na intersecção entre a filosofia, que responde à grande questão existencial do homem, a ciência e tecnologia, tendo a lógica formal como responsável pela correção normativa.


Governo do estado do rio de janeiro secretaria de estado da defesa civil

ÉTICA

Moral, valores a serem seguidos.

As relações de cuidado são manifestadas em todas as atividades do cotidiano de cada ser. O cuidar é uma relação mútua de ajuda, de crescimento e auto-realização, pautada pelo afeto e respeito ético moral.

Considerando uma premissa fundamental no contexto da Ética da Enfermagem devemos lembrar que a enfermagem é única em sua especificidade, portanto, aos profissionais de Enfermagem: saibam defender, valorizar e honrar a nossa profissão, porque isto está além da Ética: é o orgulho de ser profissional de Enfermagem.


Governo do estado do rio de janeiro secretaria de estado da defesa civil

INOVAÇÃO 

  • A Enfermagem moderna, com a suas bases de rigor técnico e científico deve adequar o cuidado às inovações tecnológicas e do conhecimento. Porém, não deve esquecer que a assistência é baseada em fatos observáveis e fundamentada na interação a partir da comunicação envolvendo respeito, responsabilidade e toda a complexidade de determinantes no seu desenvolvimento e realização.


Governo do estado do rio de janeiro secretaria de estado da defesa civil

UMA LENDA ...

         Uma lenda antiga, da época dos gregos e dos romanos chamada O Mito do Cuidado. Constitui-se em uma alegoria de extrema beleza, que nos leva a pensar sobre o sentido da Enfermagem e sobre o destino do ser humano. Recordar os mitos de origem da antigüidade, na atualidade, nos ajuda a entender o sentido dos arquétipos da humanidade. São quatro os personagens deste mito: Júpiter, Saturno, Terra e Cuidado. Na mitologia, Júpiter: é o deus-rei de todos os deuses; Saturno: é pai de Júpiter, era o deus do Tempo, da Abundância e da Igualdade entre os homens; Terra: a deusa-mãe, era a mãe de Júpiter e de vários outros deuses, representava as origens, a força de vida original no mundo; e Cuidado: era uma entidade comum—não era uma deusa nem semi-deusa.


Governo do estado do rio de janeiro secretaria de estado da defesa civil

PREVENÇÃO

Diz a lenda que,...

"Um dia, quando Cuidado pensativamente atravessava um rio, ela resolveu apanhar um pouco de barro e começar a moldar um ser, que ao final apresentou a forma humana. Enquanto olhava para sua obra e avaliava o que tinha feito, Júpiter se aproximou.Cuidado pediu então a ele, para dar o espírito da vida para aquele ser, no que Júpiter prontamente a atendeu. Cuidado, satisfeita, quis dar um nome àquele ser, mas Júpiter, orgulhoso, disse que o seu nome é que deveria ser dado a ele. Enquanto Cuidado e Júpiter discutiam, Terra surge e lembra que ela é quem deveria dar um nome àquele ser, já que ele tinha sido feito da matéria de seu próprio corpo - o barro.Finalmente, para resolver a questão os três disputantes aceitaram Saturno como juiz. Saturno decidiu, em seu senso de justiça, que Júpiter, quem deu o espírito ao ser, receberia de volta sua alma depois da morte; Terra, como havia dado a própria substância para o corpo dele, o receberia de volta quando morresse. Mas, ainda disse Saturno, "já que Cuidado antecedeu a Júpiter e à Terra e lhe deu a forma humana, que ela lhe dê assistência: que o acompanhe, conserve sua vida e lhe dê o apoio enquanto ele viver. Quanto ao nome, ele será chamado Homo (o nome em latim para Homem), já que ele foi feito do humus da terra“.


Governo do estado do rio de janeiro secretaria de estado da defesa civil

SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

DIRETORIA GERAL DE SAÚDE

3ª POLICLÍNICA - NITERÓI

Obrigada!!!!

www.3apoliclinica.cbmerj.rj.gov.br

[email protected]

[email protected]

Tel: 2715-7317

2715-7367


  • Login