Feed back tpcs 2 12 de mar o turma a
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 8

FEED BACK “TPCS” 2, 12 DE MARÇO TURMA A PowerPoint PPT Presentation


  • 57 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

FEED BACK “TPCS” 2, 12 DE MARÇO TURMA A. PREENCHER A TABELA ‘ AutoresXTemasXDatasXObras ’ ou , Ciencia como puzzle-solving (I. Lakatus )

Download Presentation

FEED BACK “TPCS” 2, 12 DE MARÇO TURMA A

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Feed back tpcs 2 12 de mar o turma a

FEED BACK “TPCS” 2, 12 DE MARÇOTURMA A

PREENCHER A TABELA ‘AutoresXTemasXDatasXObras’ ou, Cienciacomo puzzle-solving (I. Lakatus)

-Ana Lobato, NoeliaFernandes, Carla Ribeiro, Ana Pacinha, M. Ines Andrade, Selma Domingos, Ana Gomes, CatarinaPires, Joel Costa, Susana Fernandes, ElisabeteMota + ElvanderLoureiro, LigiaGóias, Daniela Dias, Vera Costa, Margarida Baptista; (= 16).

LABORATÓRIO EXPERIENCIAL Conversas com Consequencias – micro comunicações com macro efeitos (# 4 Madalena - Afonso): TelmaBrissos, Patricia Carvalho, Pedro Vitorino, Ines Gomes, MadalenaMorais, Silvia Mendonça, Andreia Pinto, Andre Ribeiro, Joana Salavessa, Bruno Calado, Andreia Reis, Vania Oliveira, Andre Castro; (= 13).

(#5 Sonia – Luis ): Pedro Julio; Mario Pereira; Sara Tavares (= 3).

(#3 QUEIXA & FRAZAC ): Bruno Sousa ( = 1).

( Bens Produtos & ServiçosPositivos): Carla Ribeiro, Ana Macedo(= 2).

(#1 Expert Knowledge without the True): Marlene Gonçalves(=1).

(ReflexãosobrePsicologia Social): Bruno Costa (= 1).


Feed back tpcs 2 12 de mar o turma a cont conclus es clownclus es de sat lite

FEED BACK “TPCS” 2, 12 DE MARÇOTURMA A (cont.)Conclusões/’Clownclusões’ de satélite

3. ‘POWER BREAKS’ como RECURSO HUMANO (fundamentaçãofisiologica, comonaginasticalaboral, e psicologicaemoçõespositivasmaisaprendizagemBroad & Build Theory de B. Frederickson)

Grupos: Claudia Azevedo, Sara Barradas, Tania Ferreira (=3); Ana Coelho, Bruno Costa, Paulo Tavares, Sonia Rodrigues, Vania Oliveira (= 5); Ana Marta Rodrigues, Ana Simões, M João Medeiros, Lucia Lacerda(=4); (TOTAL = 12.)

Clownclusões:

Qualidade de informaçãorecolhida e trabalhadaglobalmentemuitoelevada!!! Parabens! Mas com bastantevariabilidade.

Exemplos de best practices/melhorespraticas:

2. 1. citarfontes (sites, artigos, livros);

2. 2. expressaropiniõesprópriase referir-se áexperienciapessoal de forma reflexiva

2. 3. ‘acrescentar’ temase assuntos, problematizarsituaçõesnumaperspectiva de ‘construir’ soluções.


Feed back tpcs 2 12 de mar o turma a cont slowgest es ie sugest es para considerar reflexivamente

FEED BACK “TPCS” 2, 12 DE MARÇOTURMA A (cont.)Slowgestões, ie, sugestõesparaconsiderarreflexivamente

1. Integrar Puzzles e fazer um MEGAPUZZLE/TABELA com alguma (pouca) informaçãomaissobrehistoria da Psicologia Social para … trabalho final;

2. Aprofundaranalise micro comunicacional (cfr. Deborah Tamen, 1990; Marte e Vénus; ComunicaçãoemPsicoterapia; Questõesorientadaspara as soluções e Empowering) para … trabalho final);

3. RelacionaranalisesMadalena – Afonsorelativamente a aprendizagememcontexto de pares e Challengers Education para … trabalho final;

4. Praticar Power breaks e generalizar a outros contextos (semprefundamentadamente e com objectivos) e Relacionar com IntervençãoApreciativa – pratica da entrevistaapreciativa;

5. Relacionar ‘Conversas com consequencias’ com Coordinated Management of Meaning (CMM) – GestãoCoordenada do Sentido de B. Pearce e V. Cronen – pratica da analise ‘malmequer’


Feed back tpcs 2 12 de mar o turma a

1. Atraçãointerpessoal, relaçõeshumanas e Gestão de RecursosHumanos 1/3DICIONÁRIO DE CONCEITOS (Peterson, 2006)

1. Afiliação/affiliation: relaçãoqueresulta do desejo de estarassociado com outrapessoaidependetemente da identidade (e ‘estória’ desta);

2. Apego, teoria do/Attachment theory: Teoriaqueprognostica a manutenção das relaçõesproximas entre as pessoasemfunção dos sentimentosqueelasexperienciam;

3. Amor companheiro/Compationate love: Relaçãomarcadapor um afectoimperturbávelpartilhadoporpessoascujasvidas se tornarammuitoproximas;

4. Terapia de casalfocadanasemoções: Abordagembaseadanateoria do attachment queensinadirectamente o casalemdificuldadesmaiorflexibilidadenaexpressão de sentimentos e satisfação de necessidades;

5. Teoria da troca/equity theory: Teoriaquepreveque as pessoas se mantenhamemrelaçõesproximas se acreditarememqueaquiloquerecebeméproporcionalaoqueinvestemnarelação;


Feed back tpcs 2 12 de mar o turma a

1. Atraçãointerpessoal, relaçõeshumanas e Gestão de RecursosHumanos 2/3DICIONÁRIO DE CONCEITOS (Peterson, 2006)

6. Amizade/friendship: relaçãohumanamarcadaporsentimento de gosto, atração, percepção de semelhança e expectativas de reciprocidade e igualdade;

7. Imprinting/Vinculação: Tendenciapresenteemalgumasespécies das criasficaremvinculadasaoprimeiroobjecto de percepçãoqueobservam. Classicoempatosbebés (cfr. Konrad Lorenz);

8. Recursosinterpessoais: O que se recebe e dánumasituação de interação;

9. Gostar/liking: Relaçãohumananaqual as pessoasdemosntramatitudespositivasumaspelasoutras;

10. Amor/Love: Relaçãohumanamarcadaporexclusividaderecíproca, absorção, predisposição a ajudar e inter(in)dependencia;

11. Oxitocina/Oxytocin: Substancia hormonal queentraemcirculaçãoquando o cérebrohumanoenquadra a interaçãocomocontacto social agradávelespecialmentequandoexistecontacto com osreceptores do tacto (skin to skin);


Feed back tpcs 2 12 de mar o turma a

1. Atraçãointerpessoal, relaçõeshumanas e Gestão de RecursosHumanos 3/3DICIONÁRIO DE CONCEITOS (Peterson, 2006)

12. Amoprapaixonado/passionate love: relaçãohumanamarcadaporextremaabsorção e dramaticasmudanças de sentimentos do extaseàangustia;

13. Apoio Social/Social support: Como as pessoasajudamoutrasdurantesituações e acontecimentosstressantes;

14. Teste de Apego com Desconhecidos/ Strange Situation Test: Procedimento laboratorial paraavaliar o estilo de vinculação de um bebéseparando-o porbrevesmomentos da mãe.

ReferenciasHarlow, H.F. (1958). The nature of love; American Psychologist, 13, 673-685.

Hazan, C., & Shaver, P.R: (1987). Romantic love conceptualized as an attachment process JPSP, 52, 511-524.

www.unlimitedloveinstitute.org - Case Western University

www2.hawaii.edu/~elainehElaine Hatfield, Univ. do Havai.


Atra o interpessoal rela es humanas e gest o de recursos humanos tpc peterson 2006 p 271

Atraçãointerpessoal, relaçõeshumanas e Gestão de RecursosHumanos TPC (Peterson, 2006, p.271)

RESPOSTA ACTIVA CONSTRUTIVA (Shelly Gable) – Respostaentusiasticaàsrealizações/conquistas/sucessos da outrapessoa, de preferencia, a fazer com quemnãomostraessepadrão de resposta (provavelmentealguem com quem tem umarelação ‘fria’).

Musica com letrassobre Liking & Atraction

Filme/cena Liking & Atraction


Laboratorio experiencial 7 change the context change the meaning cottor et al 2004

LABORATORIO EXPERIENCIAL #7 (?): CHANGE THE CONTEXT CHANGE THE MEANING (Cottor et al. 2004)

Objectivo: Ilustrarcomo o sentidodascoisaséreconstruidoquando a percepção do contextomuda.

Parte-se de 3 acontecimentos de vidaàescolha.

O passadopodeser re-editado, re-inventado e re-narrado.

Estrutura: Emgrupos de 4, 5 pessoascadaumaescolhe, individualmente 3 acontecimentos de vida (entradanaUniversidade, saida de casa dos pais, nascimento de filho, entrada 1º emprego, começo de namoro, tirar a carta, pertencer a um clube/associação/equipa).

Processo: Cadapessoanarra um dos acontecimentosqueescreveu; O grupoescolhe um dos acontecimentos de vidaselecionados.Depois, a ‘estória’ original escolhidaé re-narradatendoemconsideração :

- Um génerodiferente do próprio;

- Diferenteraçaougrupoétnico;

- Diferenteclasse social;

- Diferentereligiãoousistema de crenças.

No final partilha-se a ‘estória original’ semidentificar @ [email protected] com o grandegrupo


  • Login