Animais II
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 53

Animais II Filos vermiformes (Platelmintos, Nematoda) Filo Moluscos PowerPoint PPT Presentation


  • 220 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Animais II Filos vermiformes (Platelmintos, Nematoda) Filo Moluscos. Filo Platelmintos. Características 1.Animais vermiformes achatados dorso-ventralmente 2. Possuem 3 tecidos embrionários  triblásticos 3. Sistema digestivo incompleto  somente boca. Planárias.

Download Presentation

Animais II Filos vermiformes (Platelmintos, Nematoda) Filo Moluscos

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Animais II

Filos vermiformes (Platelmintos, Nematoda)

Filo Moluscos


Filo Platelmintos


Características

1.Animais vermiformes achatados dorso-ventralmente

2. Possuem 3 tecidos embrionários  triblásticos

3. Sistema digestivo incompleto  somente boca


Planárias

Cerca de 20.000 espécies

Maioria de vida livre


Organização Corporal

Ùnica cavidade: cavidade gastrovascular.


Esquema da anatomia interna de uma planária

Órgãos sexuais femininos

Órgãos sexuais masculinos

Sistema nervoso

Cavidade digestiva


Esquistossomose (Schistossoma mansoni)

Aloja-se nas veias do intestino e elimina seus ovos pelo intestino


Filo Platilemintos: Classe Cestoda

Parasitas Exemplo: Taenia (solitária)

Existem diversas espécies de tenias. Vivem em intestinos de vertebrados

Possuem um revestimento que resiste aos sucos digestivos do hospedeiro.


Ciclo de vida de Taenia saginata


Ciclo de vida de Taenia sp


Teníase e

Cisticercose


FiloNematoda


Características

1.Vermes cilíndricos e afilados

2. Triblásticos

3. Sistema digestivo completo (boca e ânus)

4. Apresentam uma outra cavidade  pseudoceloma


Se os vermes nematóides do Rio Murray (Austrália) fossem combinados em um só animal resultaria em um ser com cerca de 20 metros de comprimento.

São os mais abundantes organismos multicelulares do planeta

Maioria de vida livre.

Vivem no solo ou em sedimentos aquáticos.

Muitos apresentam formas parasitárias

Cerca de 90.000 espécies (acredita-se que existam 10X mais)


Corte transversal de uma fêmea de Ascaris

Epiderme

Ovário

Musculatura

Intestino

Útero com ovos

Cordão nervoso


São importantes parasitas capazes de parasitar a a maioria dos filos de animais e plantas.


Ciclo de Ascaris lumbricoides


Ciclo de

Ascaris sp.


Intestino dissecado mostrando grave infestação por Ascaris lumbricoides.


Ancilostomísase (amarelão)


Elefantíase. Filarias (vermes) obstruem os vasos linfáticos causando processos inflamatórios.


Loa loa


“ Bicho geográfico” também conhecido como Larvamigrans, é um verme de cães ou gatos que infestam ocasionalmente o ser humano.

Não adotam a forma adulta migrando na pele.


Animais são tubos dentro de tubos.

Essa arquitetura é generalizada entre os animais de simetria bilateral.

Na evolução dos filos vermiformes aparece uma outra cavidade entre a epiderme e o tubo digestivo que passou a se chamar CELOMA.

Celoma é uma cavidade que aparece no embrião e pode ser mantida até o indivíduo adulto.

Celoma é uma cavidade revestida por mesoderme

“Vantagens” de um celoma:

a) espaço para outros órgãos

b) local para o depósito de fluidos

c) esqueleto hidrostático

d) musculatura do sistema digestório é independente (peristaltismo)


Platelmintos

Nematoda

Poríferos

Cnidários

Diblásticos

Triblásticos

Eumetazoa

Parazoa


Pseudoceloma

Celoma

Acelomado

(sem celoma)

?


Platelmintos

Poríferos

Cnidários

Nematoda

Anelídeos

Pseudocelomados

Celomados

Acelomado

Diblásticos

Triblásticos

Parazoa

Eumetazoa


Esquizocelomados

Enterocelomados

Cavidade gerada a partir invaginação de células mesodérmicas do intestino primitivo (arquêntero)

Cavidade gerada a partir de grupos de células do mesoderma

Equinodermos

Cordados

Anelídeos

Moluscos

Artrópodes


Celoma

Com cavidade corporal

Triblásticos


Filo Anelídeos


Características:

1.Vermes segmentados (apresentam metameria; repetição de porções do corpo)

2.Triblásticos

3.Sistema digestivo completo (boca e anus)

4. Esqueleto (hidrostático)

5. Celomados

6.Possuem cerdas


Celoma

Tubo digestivo


Corte transversal de uma minhoca (anelídeo)

Cerdas

Sistema circulatório

Intestino (tubo digestivo)


Filo Anelídeos (Annelida)

  • Classes:

  • Oligoquetos (minhocas)

  • Poliquetos

  • Hirudíneos (sanguessugas)


Diversidade

São conhecidos cerca de 15.000 espécies

Maioria é aquática. Poucas espécies terrestres.


Filo Anelídeos; Classe Poliquetos

Formas marinhas. Rastejam no fundo do mar com a ajuda de longas cerdas.

Predadores, comedores de restos orgânicos.


Filo Anelídeos; Classe Poliquetos

Formas marinhas.

Alguns vivem em tubos e são filtradores.

.


Filo Anelídeos; Classe Oligoquetos

1.Formas aquática e terrestres.

2. Formas terrstres conhecidas como minhocas.

3. Possuem poucas cerdas.

4. Vida fossorial (cava tubos no solo)

5. Alimentam-se de matéria orgânica vegetal em decomposição.

Sistema reprodutor

Tubo digestivo

Sistema circulatório

Sistema nervoso


  • Filo Anelídeos; Classe Hirudíneos

  • Formas parasitas de vertebrados

  • Encontrados em pântanos rios e lagos.

  • Muito utilizadas em tna terapêutica das sangrias

  • Voltaram a ser utilizadas como fonte de pomadas para hematomas

  • São também utilizadas para ferimentos necrosados .


Filo Moluscos


CIRCULAÇÃO

GÔNADAS

Anatomia de um molusco primitivo

BRÂNQUIA

TUBO DIGESTIVO


Irradiação adaptativa dos Moluscos


  • Filo Moluscos (Mollusca)

  • Classes:

  • Polyplacophora (poliplacóforos) Ex. Quítons

  • Gastropoda (gastrópodes) Ex. Caracol, lesma

  • Bivalvia (bivalves) Ex. mexilhão, vieira

  • Cephalopoda (cefalópodes) Lula, polvo, Nautilus


Gastrópodes: caracóis, lesmas

Maioria Aquáticos. Poucas formasterrestres.

Cerca de 105000 espécies


Anatomia de um Gastrópode (caracol)

Detalhe: processo de torção das vísceras


Alguns caracóis (gastrópodes) Sofreram perda evolutiva de suas conchas.

É o caso dos nudibrânquios e lesmas.


Classe Bivalves

Maioria alimenta-se por filtração


Concha é produzida por um tecido chamado MANTO.

O manto secreta a concha

Muitos são fixos (mexilhão, ostra)

Maior parte vive enterrado (vieiras)

Bivalves são na sua maioria FILTRADORES de detritos orgânicos e material planctônico.


Pena (concha)

Tubo digestório

Gônada

Circulação

Brânquia

Anatomia de uma lula


Os cefalópodes são predadores

Os polvos não possuem concha (perda evolutiva)

Comportamento complexo: sistema nervoso desenvolvido


Architheutis: lula gigante

Até 18 m

Até 900kg


  • Login