T cnicas de gest o
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 38

TÉCNICAS DE GESTÃO PowerPoint PPT Presentation


  • 60 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

TÉCNICAS DE GESTÃO. PROFª Adriana Giovanela. GESTÃO. Robbins (1999, p. 49), “Gestão é definida como o processo pelo qual os elementos de um grupo são integrados, coordenados e/ou utilizados de forma eficaz e eficiente para atingir os objetivos organizacionais ”.

Download Presentation

TÉCNICAS DE GESTÃO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


T cnicas de gest o

TÉCNICAS DE GESTÃO

PROFª Adriana Giovanela


Gest o

GESTÃO

  • Robbins (1999, p. 49), “Gestão é definida como o processo pelo qual os elementos de um grupo são integrados, coordenados e/ou utilizados de forma eficaz e eficiente para atingir os objetivos organizacionais”.

  • Mooney e Railey, citados em Robbins (1999, p. 15), sugere que “Gestão é a arte de dirigir e inspirar as pessoas”.


Organiza o

ORGANIZAÇÃO

  • As organizações são grupos de pessoas que se unem com um objetivo de transformação de diferentes sistemas, através de recursos, a fim de obter um resultado positivo interno e satisfatório externo.


Qual o objetivo das organiza es

Qual é o objetivo das organizações

  • “Por meio do fornecimento de bens e serviços, as organizações procuram alcançar outros resultados: proporcionar lucro e subsistência para seus proprietários e investidores ou cumprir um papel na sociedade, sem objetivo de lucro”. (MAXIMIANO, 2004, p. 27).


Exemplo

EXEMPLO

  • organizações religiosas, ONGs (Organizações não Governamentais), organizações internacionais, nacionais, estaduais, municipais, associações entre outras.


Recursos organizacionais

RECURSOS ORGANIZACIONAIS

  • Recursos Organizacionais: Tangíveis (equipamentos) e Intangíveis (informações); – Recursos Financeiros (valores); e – Recursos Humanos (colaboradores).

  • Estes RECURSOS são utilizados no processo de TRANSFORMAÇÃO.

  • Robbins (2000 p. 407) “É preciso desenvolver uma capacidade contínua de adaptação e mudança”. É, portanto, um processo contínuo de desenvolvimento e transformação.


Divis o do trabalho x habilidades

DIVISÃO DO TRABALHO x HABILIDADES

Técnicas - COISAS

Humanas - PESSOAS

Conceituais - IDÉIAS


Habilidade do gestor

HABILIDADE DO GESTOR

  • A HABILIDADE TÉCNICA diz respeito à habilidade do gestor em conhecer os procedimentos, as técnicas e conhecimento necessário e especializado para executar alguma atividade no mercado de trabalho.

  • A HABILIDADE HUMANA é a forma de como o gestor irá se relacionar com outras pessoas da equipe, ou seja, a habilidade de relacionar-se com as pessoas. Habilidade essa que é de extrema importância, quando se trata de supervisão de equipes e trabalho em grupos.

  • A HABILIDADE CONCEITUAL é a capacidade de como o gestor percebe a organização num todo, compreendendo e aplicando as técnicas apreendidas durante a sua formação para que possa aplicá-las nas diversas ocasiões e procurar solucionar os problemas por meio dessas técnicas administrativas que ao longo de sua carreira pode conhecer.


Fun es na organiza o

FUNÇÕES NA ORGANIZAÇÃO

- PLANEJAR as atividades para que possa atingir os objetivos com o mínimo de perdas;

- ORGANIZAR a empresa para que ela possa funcionar na sua totalidade e com qualidade

- DIRIGIR a empresa na liderança das atividades, garantindo orientação, coordenação e motivação através de sua liderança;

- CONTROLAR e acompanhar, as atividades para constante avaliação dos resultados.


Tipos de planejamento x gestor

Tipos de PLANEJAMENTO x GESTOR

  • Nível estratégico / realizado pelos superiores da empresa do nível de direção/presidência, e tratam de planos de ação macros para a empresa : METAS E OBJETIVOS.

Nível tático / média administração Gerentes: são designados e limitados aos setores da empresa apenas.

Nível operacional / Chefe, mestre, contramestre, líder: identificar possíveis melhorias na forma de produzir mais com maior qualidade ou melhorar os processos existentes.


Organizar

ORGANIZAR

  • podemos destacar como principal agente o organograma, que é um gráfico onde estarão expostos os cargos e pessoas, alocados de forma eficiente para que saibam de que cada pessoa é responsável e por quais setores/produtos/tarefas.


Exemplo1

Exemplo


Dirigir

DIRIGIR

  • Maximiano (2000, p. 26),“compreende as decisões que acionam recursos, especialmente pessoas, para realizar tarefas e alcançar objetivos”.

  • “é a função que exige a maior dose de flexibilidade, de amortecimento de impactos e, principalmente, de orientação das pessoas quanto ao rumo certo no alcance dos objetivos pretendidos”.


Controle

CONTROLE

  • CONTROLE ORGANIZACIONAL, diz respeito ao controle num todo da empresa, ou seja, o controle de quanto a empresa almeja aumentar no faturamento. Isso seria parte do controle organizacional que está ligado diretamente aos níveis mais altos da pirâmide hierárquica, ou seja, o nível estratégico.

  • O CONTROLE OPERACIONAL é o controle que diz respeito aos procedimentos da parte produtiva como, por exemplo: a produção diária de produtos que devem estar produzidas ao final do dia por cada setor.


Setores das organiza es

SETORES DAS ORGANIZAÇÕES

  • PRODUÇÃO: A produção, ou operações produtivas de uma organização que têm por objetivo transformar ou processar a entrada (matéria-prima, insumos ou recursos) em saídas (um novo bem ou serviço), agrega novo valor ao que entrou para atender às necessidades do cliente, seu público alvo.

  • MARKETING: “a função de marketing é estabelecer e manter a ligação entre a organização e seus clientes, consumidores, usuários.


T cnicas de gest o

  • RECURSOS HUMANOS: tem como objetivos encontrar, atrair e manter as pessoas de que a organização necessita. O setor de recursos humanos tem outras funções como: Planejamento de mão de obra, Recrutamento e seleção, Treinamento e desenvolvimento, Avaliação de desempenho. Remuneração ou compensação, Higiene, saúde e segurança, Administração de pessoal.

  • FINANÇAS: é o gerenciamento de forma eficaz de um conjunto de atividades dos recursos financeiros. Acompanhar através de planos e demonstrações financeiras, na transparência os orçamentos e o entendimento das necessidades de liquidez na organização, pelo fluxo de caixa


T cnicas de gest o

  • PESQUISA E DESENVOLVIMENTO: se desenvolvem os produtos ou serviços ligados à organização. As pesquisas direcionam ao processo de inovação e o desenvolvimento à adequação das necessidades estudadas. O desenvolvimento de um produto ou serviço fundamentado em pesquisa tende a ter um melhor aproveitamento devido às visões de tendência do mercado.


Administrador de si

ADMINISTRADOR DE SI

  • Para um autodesenvolvimento precisamos ter clareza em certos pontos. Portanto, questione-se:

  • Quais são meus objetivos principais?

  • Qual é o meu objetivo específico?

  • Quais deverão ser minhas ações para alcançar meus objetivos?

  • Quais são os meios que devo utilizar para atingir de melhor forma meu objetivo?

  • Tenho os meios para alcançá-lo?

  • Qual é o custo de minhas ações?

  • Quando pretendo atingir meu objetivo?


O que liderar

O que é liderar???

Líder sem liderados não é líder;

Mais influência, menos ordens;


Lideran a ou autoridade formal

Liderança ou autoridade formal

EXISTEM DIFERENÇAS???


Lideran a ou autoridade formal1

Liderança ou autoridade formal

Liderança: Consentimento dos liderados; proposições do líder comuns as aspirações dos liderados.

Autoridade formal: Hierarquia com o direito de se fazer obedecido.


T cnicas de gest o

Líderes formais X Líderes informais


Contexto da lideran a

Contexto da liderança

Processo interpessoal com a combinação de quatro variáveis:

Características do líder;

Características do liderado;

Características da tarefa;

Conjuntura social, econômica e política;


O l der

O Líder

Resultados influenciados por suas características individuais, estilo de liderança e motivações pessoais;

Características mais observadas nos líderes: - Empatia

- Iniciativa nas relações pessoais.


Estilos de lideran a

ESTILOS DE LIDERANÇA

  • O LÍDER AUTOCRÁTICO: é o líder que “impõe” as atividades a serem executadas para sua equipe e não gosta muito de negociar as situações ou ações. Esse tipo de liderança pode ser aplicado em equipes em que a situação não permita ter muita liberdade, como por exemplo, num setor produtivo, onde existem metas diárias a serem cumpridas e entregues.


T cnicas de gest o

  • O LÍDER DEMOCRÁTICO: esse tipo de líder costuma dividir as responsabilidades com sua equipe, delegando algumas tarefas, porém tem uma característica mais de depender dos demais para executar ou decidir algo. Esse tipo de liderança pode ser aplicado em setores onde permita que a equipe faça sua autogestão em partes, como por exemplo, num departamento comercial, onde os vendedores fazem seus próprios relatórios, rotas de vendas e o líder orienta como fazer e emite um parecer ao final do período ao seu superior.


T cnicas de gest o

  • O LÍDER LIBERAL: esse tipo de líder é o mais “bonzinho”, porém ele cobra resultados e apoia a equipe para que o resultado seja alcançado. Geralmente o grau de instrução e comprometimento da equipe deve ser alto para que não se perca o foco durante a execução das tarefas. Pode ser aplicado numa equipe que elabora campanhas de marketing, por exemplo, onde a equipe irá criar com base no que foi exposto e o líder ao final irá cobrar que o resultado seja eficaz para apresentar ao cliente.


Compet ncia dos gestores

COMPETÊNCIA DOS GESTORES

C: Saber (conhecimentos adquiridos no decorrer da vida, na escola que frequentou, na universidade, em cursos, sejam técnicos ou de especialização etc. Ex.: Conhecimento da concorrência e técnicas de negociação).

H: Saber fazer (capacidade de realizar alguma tarefa específica, seja ela física ou mental.

Ex.: Identificação de oportunidades no mercado, análise de concorrentes).

A: Querer fazer (comportamentos que temos diante de situações do nosso cotidiano e das tarefas que desenvolvemos no nosso dia a dia). Ex.: Participar da resolução de um problema ocorrido na organização sem ser solicitado demonstrando proatividade.


Compet ncia intelectual

COMPETÊNCIA INTELECTUAL

  • Podemos considerar as competências intelectuais como diferencial competitivo das organizações. O conhecimento é um investimento intangível e que as organizações buscam como diferencial no mercado. O conhecimento, treinamento e desenvolvimento dos colaboradores são considerados como capital intelectual da organização, determinando a capacidade e competência da organização


T cnicas de gest o

  • COMPETÊNCIA INTERPESSOAL: Entende-se que gerente envolve persuadir outras pessoas a realizar atividades de forma que aqueles que são bem gerenciados tornam-se colaboradores multifuncionais.

  • COMPETÊNCIA TÉCNICA:É o modo pelo qual se executam os trabalhos, neste caso o gerencial. A partir dos resultados obtidos é que confirma a competência e habilidade em resolução de problemas


T cnicas de gest o

ÉTICA

Relação estreita com o que é certo e o que é errado.

Ser ético é agir direito, de acordo com valores morais de uma determinada sociedade, proceder bem, sem prejudicar os outros.

ética é um conjunto de princípios e valores que guiam e orientam as relações humanas.


T cnicas de gest o

Ética

Estudo e filosofia humana com ênfase na determinação do que é certo e do que é errado.

Relativismo cultural: O que é ético em um país pode não ser em outro com uma cultura distinta. Para administradores que atuam em empresas com culturas distintas, este deve ser um assunto de muita importância.


T cnicas de gest o

Ética

Relativismo histórico do conceito: Ao longo dos tempos, com as mudanças de hábitos e costumes da sociedade, as condutas vão sendo reavaliadas, e acabam se modificando. Práticas compreendidas em determinadas épocas se modificam e tornam-se inadmissíveis anos depois.


Moral

Moral

Conjunto de regras, princípios e valores que determinam a conduta do indivíduo


Mundo dos valores

Mundo dos valores

ÉTICA

MORAL

Ação

Reflexão


Moral1

Liberdade

Responsabilidade

Moral


Efici ncia e efic cia

Eficiência e Eficácia

Eficácia: indica o grau em que a organização realiza seus objetivos.

Eficiência: Está associada a produtividade e economia de recursos na produção de bens e serviços.


  • Login