Cap tulo
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 46

Capítulo PowerPoint PPT Presentation


  • 49 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Capítulo. Gestão de Custos e Formação de Preços. Material direto. Adriano Leal Bruni. [email protected] Para saber mais. Todo o conteúdo dos slides pode ser visto nos meus livros de Custos e Preços , publicados pela Editora Atlas. Para saber ainda mais, visite:

Download Presentation

Capítulo

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Cap tulo

Capítulo

Gestão de Custose Formação de Preços

Material direto

Adriano Leal Bruni

[email protected]


Para saber mais

Para saber mais ...

  • Todo o conteúdo dos slides pode ser visto nos meus livros de Custos e Preços, publicados pela Editora Atlas.

  • Para saber ainda mais, visite:

    www.MinhasAulas.com.br

    www.EditoraAtlas.com.br


Para aprender ainda mais

Para aprender ainda mais ...

CAPÍTULO 2

CAPÍTULO 4


Para conhecer meus livros e minhas aulas

Para conhecer meus livros e minhas aulas


Materiais diretos md

Materiais diretos (MD)

  • Recursos consumidos de forma direta na elaboração do produto ou na prestação do serviço

  • Indústria

    • Matéria-prima

    • Embalagem

  • Comércio

    • Mercadorias


Contabiliza o

Contabilização


Transfer ncias de custos

Transferências de custos


Um dos aspectos a considerar

Um dos aspectos a considerar

Contabilização deMateriais Diretos

Inventário contínuo

Inventário periódico


Fluxo de estoques de mds

Fluxo de estoques de MDs

Inventário contínuo

Estoque

Inicial$$

Compras$$$

Disponível$$$$$

=

+

_

Retiradas$$$

=

Estoque

Final

$$

Custo


Para fixar a aprendizagem

Custo

Soma

90

$1.130,00

Para fixar a aprendizagem …

  • Registros da Fábrica de Empadinhas da Vovó

  • Retiradas do estoque de farinha de trigo

  • DataQtdeValor .

    01/06 40$400,00

    02/06 30 $450,00

    05/06 20$280,00


Consumo de mds

Consumo de MDs

Inventário periódico

Estoque

Inicial$$

Compras$$$

Disponível$$$$$

=

+

_

Estoque

Final

$$

=

Retiradas$$$

Custo


Em opera es industriais

Em operações industriais …

Materiais Diretos

Produtos

Acabados

Produtos em Processo


Materiais diretos

Materiais diretos

Estoque

Inicial$$

Compras$$$

Estoque

Final

$$

-

+

=

Retiradas MD$$$

Custo MDs


Importadora de vinhos chiqu

Importadora de Vinhos Chiquê

  • Estoque inicial:

    20 garrafas$1.000,00

  • Compras:

    10 garrafas $500,00

  • Estoque final:

    5 garrafas $250,00

Disponibilidade

30 garrafas$1.500,00

Custo

25 garrafas$1.250,00


Produtos em processo

MOD$$

CIF$$$

Estoque

Inicial$

Estoque

Final$$$$$

-

+

+

Produtos em processo

Retiradas MD$$$

+

=

Retiradas Produtos em

Processo$$$$

Custo Fabril


Produtos elaborados

Produtos elaborados

Retiradas Produtos em

Processo$$$$

+

Estoque

Inicial$

Estoque

Final$$

-

=

Retiradas Produtos

Elaborados

$$$

CPV


Outro aspecto

Outro aspecto …

Avaliação deMateriais Diretos


Financeira versus gerencial

Financeira versus Gerencial …

  • Restaurante Sabores e Amores Ltda.

  • Vinhos Encorpaddo

  • Venda no mês de uma unidade por $45,00

  • Alíquota de IR igual a 20%

  • Recebeu informação do fornecedor: o produto custará $50,00


Os estoques

Mês de aquisição

Quantidade

Custo Unitário

Janeiro

01

$20,00

Março

01

$30,00

Junho

01

$40,00

Os estoques …


As diferentes vis es

As diferentes visões …

  • Resultado

    • Um negócio deve dar lucro

  • Patrimônio

    • A riqueza dos proprietário precisa ser registrada e mensurada

  • Caixa

    • A parte mais sensível do negócio

    • $ no bolso


Formas de avaliar estoques e custos

Formas de avaliar estoques e custos

  • PEPS – Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair

  • UEPS – Último a Entrar, Primeiro a Sair

  • CM – Custo Médio


Os n meros da sabores e amores

Gerencial

Contabilidade Financeira

PEPS

UEPS

CM

PrEPS

Resultado

Patrimônio

Caixa

Os números da Sabores e Amores

Receita

45

45

45

45

(-) Custo

(20)

(40)

(30)

(50)

(-) Despesas

(0)

(0)

(0)

(0)

(=) Lucro operacional

25

5

15

(5)

(-) Imposto de renda

(5)

(1)

(3)

-

(=) Lucro líquido

20

4

12

(5)

Estoques

70

50

60

(+) Entrada

45

45

45

45

(-) Saídas

(5)

(1)

(3)

(50)

Próximo

(=) Caixa gerado

40

44

42

(5)


Um dos aspectos a considerar1

Um dos aspectos a considerar

Programação deMateriais Diretos


Uma perda compensat ria

Uma perda compensatória …

Estocarmais …

Ressuprirmais …


Uma perda compensat ria1

Uma perda compensatória …

Estocar

versus

Pedir


E dente de serra

Quantidade

Q

Q/2

Tempo

E dente de serra …

Estoque médio?

Número de pedidos?

N = Demanda/Quantidade = D/Q

Perfil de demanda ou dente de serra


O exemplo do

O exemplo do ...

Consumo de água mineral


Um exemplo did tico

Um exemplo didático

  • Consumo de água em uma sala de aula

    • Uma garrafa por dia

    • 30 garrafas por mês

Ressuprimentos Periódicos

Mesma Quantidade por Pedido

Q = 30 garrafas / pedido


No exemplo da gua

Quantidade

Q

Tempo

No exemplo da água …

Q = 30

Estoque médio?

Número de pedidos?

Q/2 = 30 ÷ 2 = 15 garrafas

N = Demanda/Quantidade = D/Q = 30/30 = 1 pedido


Reduzindo a gua comprada

Quantidade

Q

Tempo

Reduzindo a água comprada …

Q = 15

Estoque médio?

Número de pedidos?

Q/2 = 15 ÷ 2 = 7,5 garrafas

N = Demanda/Quantidade = D/Q = 30/15 = 2 pedidos


Custos a considerar

Custos a considerar …

Estocagem

e

Pedidos


Custos a considerar1

Custos a considerar …

Custo de

Estocagem

Depende doestoque médio


Componentes dos custos de estocagem

Componentes dos custos de estocagem

  • Gastos explícitos

    • Depreciação dos materiais armazenados

    • Energia

    • Seguros

    • Operação

  • Gastos implícitos

    • Custos de oportunidade

    • Juros não recebidos


Custo total de estocagem

Custo total de estocagem

  • Será função de:

    • Estoque médio

    • Custo unitário de estocagem

Quantidade por pedido

Q

Estoque médio

Q/2

Custo unitário de

estocagem

Ce

Custo total de estocagem

CTe = Ce . Q/2


Custo total de estocagem1

CTe ($)

(Q)

Custo total de estocagem

CTe = Ce . Q/2

Aumenta à medidaque aumenta aquantidade comprada

por pedido


Concluindo

Concluindo …

Quanto menor a quantidade do pedido, menor o custo total de estocagem


Custos a considerar2

Custos a considerar …

Custo de

Pedidos

Depende donúmero de pedidos


Componentes dos custos de pedidos

Componentes dos custos de pedidos

  • Gastos explícitos

    • Fretes

    • Gastos administrativos com o pagamento

    • Procesos operacionais envolvidos com a solitação

      Não envolve o pagamento dos materiais comprados


Custo total de pedido

Custo total de pedido

  • Será função de:

    • Número de pedidos

    • Custo unitário de pedido

Quantidade por pedido

Q

Demanda

D

Número de pedidos

D/Q

Custo unitário de

pedido

Cp

Custo total de pedido

CTp = Cp . D/Q


Custos de pedidos

CTP ($)

(Q)

Custos de pedidos

CTp = Cp . D/Q

Diminui à medidaque aumenta aquantidade comprada

por pedido


Concluindo1

Concluindo …

Quanto maior a quantidade do pedido, menor o custo total de pedidos


Custos da gest o de materiais

+

Estocagem

Pedidos

CT ($)

(Q)

Custos da gestão de materiais

LEC

Lote Econômico

de Compra

Ponto de mínimo custo

CT

CTe

CTp

LEC


Lote econ mico de compra

Lote Econômico de Compra

  • Quantidade comprada por pedido que torna o custo da gestão de materiais diretos mínimo


Analisando matematicamente

+

Estocagem

Pedidos

Analisando matematicamente

Custo Total da Gestão de Materiais

=

CT = Ce . Q/2 + Cp . D/Q

Função polinomial

Para obter o ponto de mínimo valor

Derivada igual a zero


Aplicando a matem tica

Aplicando a matemática

CT = Ce . Q/2 + Cp . D/Q

Colocando Q em evidência …

CT = Ce/2 . Q1 + Cp.D . Q-1

Derivando e igualando a zero …

0 = (1).Ce/2 . Q1-1 + (-1).Cp.D . Q-1-1

Tchan … tchan ... tchan …


Lote econ mico de compra1

Lote Econômico de Compra

Valor da quantidade comprada por pedido que torna mínimo os custos totais de gestão de materiais diretos


  • Login