pol tica nacional de forma o de professores para a educa o b sica brasileira
Download
Skip this Video
Download Presentation
Política Nacional de Formação de Professores para a Educação Básica Brasileira

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 13

Política Nacional de Formação de Professores para a Educação Básica Brasileira - PowerPoint PPT Presentation


  • 116 Views
  • Uploaded on

Política Nacional de Formação de Professores para a Educação Básica Brasileira. Luiz Dourado CNE/CAPES/UFG. Políticas e gestão da educação superior. Diversificação e diferenciação institucional: fragmentação; Internacionalização, inovação e novas tecnologias;

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Política Nacional de Formação de Professores para a Educação Básica Brasileira' - hagop


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
pol tica nacional de forma o de professores para a educa o b sica brasileira

Política Nacional de Formação de Professores para a Educação Básica Brasileira

Luiz Dourado

CNE/CAPES/UFG

pol ticas e gest o da educa o superior
Políticas e gestão da educação superior
  • Diversificação e diferenciação institucional: fragmentação;
  • Internacionalização, inovação e novas tecnologias;
  • Es Elite x massa x universal;
  • Qualidade : dimensões extra e intrainstitucional;
pol ticas e gest o da educa o superior1
Políticas e gestão da educação superior
  • Diversificação e diferenciação institucional;
  • Expansão pública: interiorização, cursos noturnos, cotas, ampliação e gestão > UaB, parfor, pibid, Reuni;
  • Expansão privada: mercantilização/financeirização > redesenho campo;
  • Financiamento: programas, Prouni e Fies;
forma o de professores
Formação de Professores
  • Política e gestão complexa: múltiplos atores/avaliação e regulação > Mec/Capes/Inep/Secretarias/organicidade;
  • Setor público: Universidades/IFs; Formação e Ead;
  • Setor privado: Univesidades/ IES não universitárias, Formação e Ead;
forma o de professores1
Formação de Professores

Assimetrias entes os entes federados, entre ies;

Política Nacional > MEC, CNE, CAPES, INEP, ...

Regime de Colaboração, valorização dos profissionais e base nacional comum: concepções;

Princípios  e Fundamentos para a formação Inicial e Continuada;

forma o de professores2
Formação de Professores
  • instituições de educação básica e superior como espaço de atuação e formação;
  • trabalho docente como eixo da formação TX P;
  •  formação teórica, científica e pedagógica consistente> pesquisa como uma dimensão da formação; interdisciplinaridade;
  • estágio integrado ao projeto de formação de curso e ao exercício na EB;
forma o de professores3
Formação de Professores

Socialização: apropriação da cultura e dos processos educativos; conhecimentos relativos ao desenvolvimento e à aprendizagem dos educandos (crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos), considerando inclusive as especificidades dos alunos com necessidades educacionais especiais e as especificidades advindas da territorialidade e do pertencimento étnico; conhecimentos técnico-científicos específicos das áreas; conhecimentos pedagógicos: didática, prática de ensino, currículo e avaliação; conhecimentos sobre política educacional, gestão e organização do trabalho pedagógico.

din micas pol tico pedag gicas e a forma o de professores
Dinâmicas político-pedagógicas e a Formação de Professores
  • Há questões e problematizações relativas ao repertório de conhecimento dos professores em formação; ao tratamento de conteúdos e dos modos de gerar, difundir e avaliar conhecimento; oportunidades para desenvolvimento cultural; as concepções de prática educacional; pesquisa; inovação, as articulações entre etapas e modalidades da educação básica que não são considerados em sua plenitude; a relação entre matrizes curriculares do processo formador e as dimensões nacional comum e diversificada do currículo da educação básica, bem como dos sentidos do trabalho contemporâneo; as disputas sociais e políticas de que a educação e escola fazem parte; os sentidos de diversidade e desigualdade. Por certo, há indicações de possíveis soluções, mas essas não constituem ainda uma política nacional de formação sob intenso e contínuo regime de colaboração entre os entes federados.

Federalismocooperativo, SNE e Base NacionalComum

slide9

Regime de Colaboração, valorização dos profissionais e base nacional

  • comum: concepções
    • UAB
    • Parfor
    • Pibid
    • Prodocência
    • Programa de Licenciaturas Internacionais
  • Especialização, Mestradosacadêmicos e profissionais, doutorados ; Formaçãoemserviço
profissionais da educa o defini o legal e indicadores
Profissionais da educação: definição legal e indicadores

Indicadores e desafios: expansão ed básica (etapas e modalidades); sistema(s) / SNE;

Quem são os profissionais da educação? E os professores?

Valorização: formação inicial e continuada, carreira, salários e condições de trabalho;

forma o inicial e continuada e a valoriza o do profissional docente
Formação Inicial e Continuada e a valorização do profissional docente

Cursos de Licenciatura, de graduação Plena;

Formação em Nível Médio: excepcionalidade;

Programas Especiais de Formação Pedagógica;

Aproveitamento de Estudos;

Complementação de Estudos;

Formação Continuada

planos de carreira e remunera o dos profissionais do magist rio
Planos de Carreira e Remuneração dos Profissionais do Magistério:

Planos de carreira e remuneração;

Convergência entre formas de acesso e provimento ao cargo;

formação inicial, formação continuada;

jornada de trabalho, incluindo horas para as atividades;

progressão na carreira e avaliação de desempenho com a participação dos pares.

ad