slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
LIBRAS Língua Brasileira de Sinais

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 14

LIBRAS L ngua Brasileira de Sinais - PowerPoint PPT Presentation


  • 513 Views
  • Uploaded on

LIBRAS Língua Brasileira de Sinais. “A Língua de Sinais é a língua natural da comunidade surda.Ao contrário do que muitos imaginam, a Língua de Sinais não é simplesmente mímica e gestos soltos, utilizados pelos surdos para facilitar a comunicação. É uma língua com estrutura gramatical própria.”.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'LIBRAS L ngua Brasileira de Sinais' - bethany


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

“A Língua de Sinais é a língua natural da comunidade surda.Ao contrário do que muitos imaginam, a Língua de Sinais não é simplesmente mímica e gestos soltos, utilizados pelos surdos para facilitar a comunicação. É uma língua com estrutura gramatical própria.”

slide2

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

  • Lei Federal nº. 10.436, de 24 de abril de 2002.
  • Art. 1o É reconhecida como meio legal de comunicação e expressão a Língua Brasileira de Sinais - Libras e outros recursos de expressão a ela associados.
  • Parágrafo único. Entende-se como Língua Brasileira de Sinais - Libras a forma de comunicação e expressão, em que o sistema lingüístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, constituem um sistema lingüístico de transmissão de idéias e fatos, oriundos de comunidades de pessoas surdas do Brasil.
libras l ngua brasileira de sinais
LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

SOBRE OS SURDOS E SUA COMUNICAÇÃO

  • Três usuários linguísticos diferentes :
  • Oralistas: surdos que aprendem a língua falada através de diferentes métodos;
  • Libras: surdos que aprendem a Libras como forma de comunicação; utiliza-se o português como língua suporte;
  • Bilíngues: surdos que utilizam tanto Libras quanto a língua oral, conforme a circunstância.
filosofias educacionais formas de comunica o
Filosofias Educacionais/Formas de Comunicação:

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

*Língua Materna: É aquela que é natural e espontaneamente adquirida através das primeiras comunicações em família;

*Sinais Caseiros: Aqueles criados em meio à família e que não são compartilhados socialmente;

*Bimodalismo: oralizar concomitantemente produzindo sinais;

*Comunicação Total: Filosofia educacional que procura desenvolver todas as capacidades da comunicação tais como: a fala, a audição, os sinais, a mímica;

libras l ngua brasileira de sinais1
LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

* É indelicado designar alguém por sua Deficiência Auditiva. Não se refira a um surdo chamando-o de SURDO-MUDO, SURDINHO ou MUDINHO;

* A escolaridade do surdo muitas vezes não corresponde ao seu conhecimento, palavras simples para os ouvintes podem ser confusas para os surdos, como por exemplo: PREFEITO e PERFEITO;

* Use um vocabulário simples, sem palavras difíceis. Muitas vezes terá que dar outro significado de uma mesma palavra,mas sem infantilizar.Por exemplo:

“Você vai fazer este trabalho” ao invés de

“Você vai executar este trabalho”

Traços de Comportamento:

libras l ngua brasileira de sinais2
LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

* SEMPRE esteja de frente para que todos possam ver os movimentos de sua boca. Transmita a emoção utilizando as expressões facial e corporal. Procure dar ênfase nas palavras de destaque na frase. Por exemplo:

“Você não pode faltar amanhã”

“Você está fazendo isto errado”

* Garanta o tempo todo que estão compreendendo o assunto. É muito comum os surdos “disfarçarem” que estão entendendo, porque tem medo ou vergonha de perguntar. Se achar necessário repita, mas de maneira mais acessível, o que disse ao surdo;

libras l ngua brasileira de sinais3
LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

* Seja paciente quanto às perguntas repetidas ou às perguntas que demonstrarem falta de compreensão. Surdos detectam rapidamente qualquer expressão de desagrado, o que poderá dificultar o canal de comunicação;

* Se você tiver dificuldades para entender o que uma pessoa surda está falando, sinta-se à vontade para pedir que ela repita o que falou, porém, não grite, nem evite a articulação das palavras para se comunicar com ela;

* Para chamar o surdo apenas encoste sua mão no ombro dele ou acene. “Chacoalhar” é desagradável para qualquer um...surdo ou ouvinte;

libras l ngua brasileira de sinais4
LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

* Evite brincos chamativos, decotes, saias curtas e coisas que poderão desviar sua atenção.

* Defina o que deseja expressar, procure não usar ironias e contar piadas, pois o surdo não está tendo o referencial do tom de sua voz.O que ele vê é o que ele entenderá;

Coloque-se aberto para aprender Libras.

libras l ngua brasileira de sinais5

Não use preposições, como por exemplo: para, por, em, de, e, ao, etc.;

  • ATENÇÃO: “E” (conjunção) é diferente de “É” (verbo);
  • Esteja atento para o significado do sinal para não modificar seu sentido.
  • Ex.: Ela ficou em casa. (não sair de casa)
  • Ela ficou com o menino. (beijar, namorar)
  • Não há conjugação nos verbos. O tempo e a pessoa são determinados por sinais como: ontem, hoje, amanhã, eu, você, ele, etc.

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

REGRAS GERAIS PARA USO DA LIBRAS

libras l ngua brasileira de sinais6

Configuração de Mãos: formato que a mão adquire ao fazer determinado sinal.

  • Movimento: movimento feito para caracterizar o sinal.
  • Ponto de Articulação: local onde é feito o sinal. Pode ser feito no ar, na face ou em uma parte do corpo.
  • Expressão Facial: artifício imprescindível na realização de qualquer sinal.
  • Exemplo de diferentes expressões:
  • “Você encontrou seu amigo”
  • Interrogação (?);
  • Afirmação (.);
  • Alegria (!);
  • Desconfiança (!?);
  • Negação (não);
  • Interrogação/Negação (não/?).

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

ESTRUTURA GRAMATICAL:

libras l ngua brasileira de sinais7

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

  • Letras: palma para fora;
  • Números: palma para dentro;
  • Existem duas formas de fazer o nº 7;
  • Existem duas formas de fazer a letra H;
  • Diferença entre “F” e “T”;
  • Diferença entre “8” e “S”;
  • Numeral acima de centena – esquerda para direita;
  • Palavras são soletradas no lugar;
  • Separação de palavras ao soletrar;
  • Apagar quando errar e começar novamente;
  • “SS”, “RR”, “~” (til)

REGRAS PARA O USO DO ALFABETO MANUAL

libras l ngua brasileira de sinais8

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

Para Letras:

Palma para fora

libras l ngua brasileira de sinais9

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

Para números: Palma para dentro

libras l ngua brasileira de sinais10

http://www.acessobrasil.org.br/libras/

  • http://editora-arara-azul.com.br/novoeaa/
  • http://www.institutosantateresinha.org.br/
  • http://www.ines.gov.br/
  • http://www.feneis.com.br/page/
  • http://www.dicionariolibras.com.br/
  • http://surtec.sur10.net/
  • http://www.cbsurdos.org.br/

LIBRASLíngua Brasileira de Sinais

SITES DE SURDOS E LIBRAS

ad