Rugby - PowerPoint PPT Presentation

Rugby l.jpg
Download
1 / 23

  • 584 Views
  • Updated On :
  • Presentation posted in: Sports / Games

Rugby. Principais Características. Tanto as mãos quanto os pés podem ser utilizados O jogador pode correr com a bola sem qualquer impedimento, observando o jogo limpo Os pontos são marcados carregando a bola através da linha de pontuação e através de chutes ao "H"

I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.

Download Presentation

Rugby

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Rugby l.jpg

Rugby


Principais caracter sticas l.jpg

Principais Características

  • Tanto as mãos quanto os pés podem ser utilizados

  • O jogador pode correr com a bola sem qualquer impedimento, observando o jogo limpo

  • Os pontos são marcados carregando a bola através da linha de pontuação e através de chutes ao "H"

  • A bola só pode ser passada para trás;

  • Um jogador atacante somente deve participar de uma jogada caso entre em jogo a partir de uma posição anterior ao carregador da bola

  • As traves no final do campo (o "H"), são utilizadas somente para marcar a linha do gol (melhor chamada de linha de try), e utilizadas para efetuar os chutes de conversão e drop goals.

  • A maior pontuação do Rugby, o try, é feito apoiando a bola em qualquer lugar após a linha de try e não necessariamente embaixo das traves


Futebol x rugby bolas l.jpg

Futebol x Rugbybolas


Futebol x rugby campos l.jpg

Futebol x Rugbycampos


Hist ria r gbi no mundo l.jpg

HistóriaRúgbi no Mundo

  • A lenda da criação: William Webb Ellis, um estudante londrino, durante uma partida de futebol realizada em 1823 na Rugby School, teria ficado irritado com a monotonia do jogo e teria agarrado a bola nos braços e corrido o campo, provocando a ira de seus colegas, que tentaram pará-lo, agarrando-o de qualquer maneira. Teria assim nascido o jogo de rúgby;

  • Outra versão acredita que a bola era carregada com os braços com freqüência durante 1820 e 1830;

  • Estudantes da Rugby School dizem que a bola carregada fazia parte do jogo há muito tempo, contrariando a história de William;

  • A padronização das regras do esportediferenciou o "Football Rugby" do "Football Association". Em 1871 foi fundada a Rugby Union em Londres, e da Inglaterra expandiu-se para o mundo;

  • Tragetória: Gales > Escócia > Irlanda > continente europeu (notadamente para a França) > colônias do Império Britânico: Austrália, África do Sul, Nova Zelândia, Canadá e EUA;

  • Nos EUA o Rugby teria originado o Futebol Americano

  • Eventos:

    • Torneio das Cinco Nações (Inglaterra, País de Gales, Irlanda, Escócia e França);

    • Mundial – Copa do Mundo de Rugby


Hist ria rugby no brasil l.jpg

HistóriaRugby no Brasil

  • Charles Miller teria organizado em 1895 o primeiro time de rugby brasileiro, em São Paulo *;

  • O primeiro clube a praticar o esporte, o Clube Brasileiro de Futebol Rugby (Rio de Janeiro), teria sido fundado em 1891;

  • O rugby começou a ser jogado regularmente no Brasil em 1925, no Campo dos Ingleses, pertencente ao São Paulo Athletic Club, em Pirituba, São Paulo.

  • Em 6/Out/1963, foi fundada, com sede em São Paulo, a União de Rugby do Brasil, com a finalidade de organizar e dirigir o rugby brasileiro;

  • 1964 Brasil sagrou-se Vice-Campeão Sul Americano;

  • 1966 realizada a primeira partida entre duas escolas de ensino superior - A.A.A. Oswaldo Cruz x A.A.A. Horácio Lane;

  • Em 20/Dez/1972, foi fundada da Associação Brasileira de Rugby, em substituição à União de Rugby do Brasil.

  • Eventos:

    • Campeonato Paulista

    • Campeonato Brasileiro

    • FUPE

      * historiador Paulo Várzea


Pontua o l.jpg

Pontuação

  • Try - a maior pontuação no jogo de Rugby é feita atravessando a linha de try (ou gol) adversária e apoiando a bola na grama. Entenda-se que deve existir um contato entre o chão, a bola e o jogador. Atirar a bola não vale como try. Vale 5 pontos.

  • Chute de conversão - é um direito do time que tiver feito o try, na marcação da linha de 22 metros ou atrás da mesma em relação à perpendicular do ponto onde foi feito o try (A). Vale 2 pontos.

  • Drop Goal - é um chute a qualquer momento durante o jogo onde o jogador quica a bola no chão e chuta em direção às traves (drop kick). Vale 3 pontos.

  • Chute de Penalidade - o "penalty kick" efetuado após uma penalidade observada pelo juiz a critério do time que fora lesado. Vale 3 pontos.


Situa es comuns tackle l.jpg

Situações Comunstackle

É a defesa básica do jogo. O tackle é a ação pela qual o jogador portando a bola é derrubado pelo oponente. Quando efetuado devidamente o tackle não oferece perigos de nenhum tipo. É proibido e é extremamente perigoso efetuar um tackle segurando o oponente na altura do pescoço ou na cabeça. Efetuar um tackle só desestabilizando o oponente na altura do tornozelo com a mão ou o pé (bandão) é também proibido e penalizado. Tacklear um jogador que não está em posse da bola é falta grave. Considera-se jogador tackleado aquele que tiver pelo menos um dos joelhos em contato com o chão. Após o tackle o jogador deve largar a bola para que outro jogador, da sua ou da equipe adversária, possa continuar com o jogo.


Faltas forward pass l.jpg

Faltasforward pass

A básica do jogo é correr para frente e passar a bola para trás. Embora chutar seja uma opção do jogo, não importando a direção do chute, a bola oval não se compromete a efetuar o trajeto desejado pelo chutador, graças ao seu formato imprevisível. Portanto lembre-se: o Rugby joga-se principalmente com as mãos.

Sendo assim, uma falta é passar a bola para frente. Nestes casos a sanção é costumeiramente a formação de um scrum no local da infração.


Faltas knock on l.jpg

Faltasknock on

Um grande problema do jogo é segurar a bola com firmeza, tarefa um tanto difícil após alguns minutos de jogo, mãos suadas e pior ainda se tiver chuva na hora do jogo.

Se ao receber a bola o jogador deixar cair ela pra frente, isto considera-se como falta, ocasionando a cobrança de penalidade em favor do time contrário. Esta falta é muito conhecida no jogo pelo seu nome original em inglês: knock on.


Situa es comuns scrum l.jpg

Situações Comunsscrum

Acontece na disputa pela bola em casos de faltas. É normalmente formado por 3 linhas de jogadores, sendo 3 na primeira, 4 na segunda e 1 na terceira, totalizando 8 jogadores. A bola é jogada no meio do "túnel" do scrum pelo Scrumhalf do time lesado pela penalidade pela esquerda do seu time. Neste momento um time tenta empurrar o outro até a bola sair entre as pernas dos jogadores e continuar o jogo. A bola não pode sair pelo túnel e a formação não pode cair nem girar mais de 90º sob pena de ter de repetir o scrum ou inclusive inverter a posse da bola a critério do juiz.


Situa es comuns maul l.jpg

Situações Comunsmaul

Acontece em jogo quando um jogador entra em contato com o opositor e é segurado, sem largar a bola e sem cair no chão. Nestes casos outros jogadores entram em contato de ambos lados, uns para proteger a posse da bola e os outros para tentar obter a bola.

Quando o jogador, ou jogadores no maul caem no chão, o mesmo transforma-se em outra formação chamada de ruck.


Situa es comuns ruck l.jpg

Situações Comunsruck

Acontece para disputar a bola que está parada no chão (possivelmente deixada pelo jogador que foi tackleado) sem que o jogo precise parar. Neste caso, a bola tem de sair sem ser tocada pelas mãos como no scrum, com o auxílio dos pés dos jogadores. Após a bola ter passado pelo último jogador na formação, ela é retirada (limpa) por um jogador que coloca a mesma em jogo novamente.


Situa es comuns lateral l.jpg

Situações Comunslateral

A saída de lateral (lineout) ocorre, obviamente, quando a bola sai pela lateral, havendo ainda diversas formações do lineout dependendo de onde a bola saiu e de onde e por qual motivo ela foi chutada para fora.

Nesta formação, o time que coloca a bola dentro do lineout indica quantos jogadores, no máximo, o lineout deverá ter de cada lado.

A bola tem de ser lançada entre os dois times, em uma formação a no mínimo 5 metros da lateral do campo. Quem não estiver participando do lineout tem de se manter a 10 metros do centro do mesmo. Uma bola lançada que possa privilegiar um dos lados faz o lineout ser formado novamente.

Nesta formação ocorre por vezes o chamado "elevador" onde um dos jogadores é sustentado no ar por outros dois para conseguir alcançar uma bola que tiver sido lançada mais alta.


Situa es comuns p nalti l.jpg

Situações Comunspênalti

É decorrência de uma falta grave. O time beneficiado com a marcação pode cobrá-lo de três maneiras:

  • reiniciando o jogo

  • chutando a bola para fora do campo (com a vantagem da cobrança do lateral)

  • optar por um chute em direção ao "H" que, se convertido rende três pontos à equipe


Situa es comuns impedimento l.jpg

Situações Comunsimpedimento

No jogo de Rugby a bola é passada para trás. Portanto é bom ficar sempre atrás da bola para estar sempre em posição de recebe-la. Sendo assim, considera-se a bola como sendo a linha de impedimento.

Mesmo nas formações em que a bola estiver sendo disputada, o jogador não poderá entrar pelo lado do time contrário, mas terá de dar a volta pelo lado do seu time para poder continuar jogando.


Posi es l.jpg

Posições

N.º Nome da posição

  • Pilar esquerdo

  • Hooker

  • Pilar direito

  • Segunda linha (esquerdo)

  • Segunda linha (direito)

  • Asa esquerda

  • Asa direita

  • Número 8

  • Scrumhalf

  • Abertura

  • Ponta esquerda

  • Centro interno

  • Centro externo

  • Ponta direita

  • Fullback


Competi es l.jpg

IRB World Rankings 3/mar/2008

1° África do Sul

33° Brasil

3ª Argentina

Campeões do mundo:

Nova Zelândia (87)

Austrália (91/99)

África do Sul (95)

Inglaterra (03)

África do Sul (07)

Campeonato Paulista 2007

São José

Campeonato Brasileiro 2007

São José

FUPE 2007

UNIP

Competições


N meros do rugby l.jpg

Números do Rugby

  • Jogadores registrados no Brasil: 2.160

  • Jogadores registrados na Inglaterra: 1.193.602

  • Número de países onde o rugby é praticado: 95

  • Salário médio de um jogador profissional na Austrália: U$ 138 mil

  • Clube mais antigo do mundo: Blackheath Football Club (148 anos)

  • 1 milhão de pessoas tomaram as ruas de Londres quando a Inglaterra ganhou a Copa de 2003

  • A Copa do Mundo de Rugby é o terceiro maior evento esportivo do planeta

  • A Copa de 2007 teve 2,24 milhões de espectadores e 4,2 bilhões de telespectadores

  • A Copa 2007 foi transmitida por 250 redes de televisão


Fea rugby l.jpg

FEA - Rugby

  • Formação: 1998

  • Principais Títulos:

    • Tetra-campeão CopaUSP (01/02/03/05)

    • Vice-campeão InterUSP (02)

    • Campeão LPRU (03)

    • Vice-campeão FUPE (04)

    • 6° lugar Circuito Brasileiro de Seven (01)

  • Membros: 95 (atletas + ex-atletas)

  • Treinos: 2as e 4as das 17h às 19h e sábados das 12h às 14h no CEPEUSP

  • Site: http://www.fearugby.com.br/


Agenda anual 2008 l.jpg

1° Semestre

2° Semestre

Agenda Anual – 2008

evento de final de ano com premiações

início dos treinos

torneios de inverno

recrutamento dos bixos

cal x VET

churrasco de início do ano

Campeonato Universitário de Rugby

FUPE

torneios de verão

Economíadas

Rugbeer

2º Torneio Universitário de Rugby Seven’ Side

InterUSP

2ª Divisão Paulista


Departamentaliza o l.jpg

Departamentalização

Tesoureiro

Diretor-Geral

DM

Relacionamento com Entidades

Eventos

Uniforme

Material esportivo


Curiosidades l.jpg

Curiosidades

  • Embora o jogo tenha 15 jogadores, modalidades com menos jogadores (10 ou 7) utilizam o mesmo tamanho de campo, diminuindo apenas o tempo de jogo

  • O desgaste do gramado do campo de Rugby nos jogos é 150% maior do que o provocado em um campo de futebol

  • A pressão atmosférica e as leis da física fazem com que a bola de Rugby, com o passar do tempo, tome uma forma mais esférica. Para evitar tal problema, muitos fabricantes elaboram as bolas de Rugby de tal forma que elas perdem ar em poucos dias


  • Login