Col gio estadual antonio gon alves
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 24

Colégio Estadual Antonio Gonçalves PowerPoint PPT Presentation


  • 94 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Colégio Estadual Antonio Gonçalves. 3º Bimestre de 2008 Turma: 1008 1º Ano do Ensino Médio Professor: Jarbas. Caroline Costa Edkélyta Santos Everton Jorge Valmir Luis. Animais em Extinção. Animais em extinção, são aqueles que estão correndo o risco de ter suas espécies extintas. .

Download Presentation

Colégio Estadual Antonio Gonçalves

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Col gio estadual antonio gon alves

Colégio Estadual Antonio Gonçalves

3º Bimestre de 2008

Turma: 1008

1º Ano do Ensino Médio

Professor: Jarbas


Caroline costa edk lyta santos everton jorge valmir luis

Caroline CostaEdkélyta SantosEverton JorgeValmir Luis


Animais em extin o

Animais em Extinção


Col gio estadual antonio gon alves

Animais em extinção, são aqueles que estão correndo o risco de ter suas espécies extintas.


Col gio estadual antonio gon alves

A maior parte das espécies de animais brasileiros ameaçados de extinção são originários da Mata Atlântica, como os micos-leões, a lontra, a onça-pintada, o tatu-canastra e a arara-azul-pequena. Além desta lista, também vivem na região gambás, tamanduás, preguiças, antas, veados, cotias, quatis etc.


Animais brasileiros em extin o

Animais Brasileiros em Extinção


Arara azul anodorhynchus glaucus

Arara- azul (Anodorhynchus glaucus)

Encontrada no sul do Brasil.É parente da Arara-azul-grande e da Arara-azul-de-lear. Também é conhecida pelos nomes de arara-azul-claro, arara-celeste, arara-preta, araraúna e araúna. É considerada extinta por muitos pesquisadores por não ser avistada na natureza há mais de 80 anos.


Ariranha pteronura brasiliensis

Ariranha (Pteronura Brasiliensis)

É um mamífero mustelídeo, característico do Pantanal e da bacia do Rio Amazonas.É uma espécie em perigo e a principal ameaça à sua sobrevivência é o desmatamento e destruição do seu habitat.


Cachorro vinagre speothos venaticus

Cachorro Vinagre (Speothos venaticus)

Este canídeo distribuía-se originalmente por quase toda a América do Sul, até Santa Catarina. Está em processo de extinção por causa das queimadas, do desflorestamento e da ocupação humana de seus habitats. No Brasil, pode ser encontrado em florestas de mata atlântica.


Cervo do pantanal blastocerus dichotomus

Cervo do Pantanal (Blastocerus dichotomus)

É o maior cervídeo da América do Sul. Pesa em média 100kg, mas alguns indivíduos adultos podem ultrapassar 150kg. Está ameaçado de extinção devido a a caça ilegal; a destruição de seu habitat em decorrência das construções de usinas hidrelétricas e de projetos de irrigação; Vivem sempre ao sul do rio Amazonas.


Cuxi chiropotes satanas

Cuxiú (Chiropotes satanas)

O Chiropotes satanas, popularmente conhecido como cuxiú-preto, é um dos primatas da região amazônica que está criticamente ameaçado de extinção. As maiores ameaças para a sobrevivência da espécie são a perda e a fragmentação de seu habitat natural e a caça.


Jaguatirica leopardus pardalis

Jaguatirica(Leopardus pardalis)

De hábitos noturnos, passa a maior parte do dia dormindo nos galhos das árvores ou escondido entre a vegetação. Vivem aos pares, o que é raro entre os felinos. Está desaparecendo pela acção dos caçadores que querem sua linda pele.


Lobo guar chrysocyon brachyurus

Lobo guará (Chrysocyon brachyurus)

É o maior mamífero canídeo nativo da América do Sul. É considerado como uma espécie ameaçada na natureza a médio prazo. O tamanho populacional está se reduzindo, com probabilidade de extinção na natureza em 100 anos. As principais ameaças ao lobo-guará vêm da conversão de terras para agricultura.


Mono carvoeiro brachyteles arachnoides

Mono Carvoeiro (Brachyteles arachnoides)

É considerado o maior entre os primatas do continente americano, encontrado originariamente na Mata Atlântica brasileira.Corre risco de extinção pela: destruição da floresta que é seu habitat original; caça ilegal na áreas estatais preservadas; e o comércio ilegal em áreas privadas.


Mico le o dourado leontopithecus rosalia

Mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia)

Vive cerca de 15 anos. Atualmente, resta apenas um único local de preservação deste animal, (restam cerca de 1000 no mundo, metade dos quais em cativeiro). Causas da extinção: Tráfico de animais e destruição do habitat.


On a pintada panthera onca

Onça pintada (Panthera onca)

É encontrado nas regiões quentes do continente americano. A caça pela pele, a destruição de seus habitats, o isolamento populacional e a caça e envenenamento por parte de pecuaristas têm contribuído para o declínio do números de onças em toda a América.


Tamandu bandeira

Tamanduá bandeira

O tamanduá bandeira é um animal ameaçado de extinção, porque o cerrado, que é seu habitat natural, está sendo destruído e também por causa das caças, as queimadas também são fatais para os tamanduás, pois seu pêlo é altamente inflamável, pega fogo rapidamente.


Tat canastra priodontes maximus

Tatú canastra (Priodontes maximus)

Estão vulneráveis à extinção devido à caça para obtenção de carne e pelo desmatamento do habitat. Os animais capturados pelo tráfico de animais silvestres sofrem uma alta taxa de mortalidade durante o transporte.


Ucari vermelho cacajao calvus

Ucari vermelho (Cacajao calvus)

Habita nas partes mais altas das árvores, raramente descendo ao chão. Vive em florestas tropicais. Principal Ameaça: destruição do habitat. O rosto vermelho do Uacari fica mais vermelho quando está bravo.


Veado campeiro ozotoceros bezoarticus

Veado campeiro (Ozotoceros bezoarticus)

Sua população está bastante reduzida por causa da caça, da febre aftosa, das queimadas decor-rente da ocupação agropecuária do cerrado e pampas. Muitos fazendeiros culpam o veado pela disseminação da febre aftosa e acabam abatendo o animal para proteger o gado.


Lontra lutra lutra

Lontra (Lutra lutra)

Fatores de ameaça – Abate ilegal de exemplares, por causa da pele que é muito bela e valiosa; poluição química e orgânica dos cursos de água. Medidas preventivas – proteção das áreas onde a espécie habita.


Guia pesqueira pandion haliaetus

Águia-pesqueira (Pandion haliaetus)

Entre as principais causas deste desaparecimento uma é a introdução do perímetro de rega como técnica agrícola. Esta medida fez com que houvesse uma transformação no litoral.A presença humana, responsável pelo desaparecimento da espécie.


Cegonha negra cicona nigra

Cegonha Negra (Cicona nigra)

Costumam nidificar em alturas de Primavera e Verão. Está ameaçada por estar sofrendo com a crescente humanização e conseqüente desflorestarão. A preservação passa essencialmente pela conservação do seu habitat.


Bibliografia

Bibliografia

Wwfbrasil.com.br

http://pt.wikipedia.org/wiki

http://www.brazilnature.com/fauna.html

http://www.eb1-zambuieira-mar.rcts.pt/espcies.htm

http://www.animalshow.hpg.ig.com.br/animalextin.htm


  • Login