TRILHA ECOLÓGICA - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
TRILHA ECOLÓGICA PowerPoint Presentation
Download Presentation
TRILHA ECOLÓGICA

play fullscreen
1 / 15
TRILHA ECOLÓGICA
235 Views
Download Presentation
zia-rodriguez
Download Presentation

TRILHA ECOLÓGICA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. TRILHA ECOLÓGICA

  2. INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL Objetivo: Traduzir e interpretar uma dada SITUAÇÃO AMBIENTAL • NÃO É SIMPLES INFORMAÇÃO, trabalha com significados buscando firmar conhecimentos, exercitar valores cognitivos, criar perspectivas, suscitar questionamentos, despertar para novos conhecimentos e perspectivas, fomentando a participação da comunidade. Percepção, Curiosidade, Criatividade. Valorização do meio ambiente, agente transformador e multiplicador das concepções obtidas e absorvidas!

  3. EDUCAÇÃO AMBIENTAL Integração SÓCIO-AMBIENTAL • Conhecimento • Conscientização: parte integrante • Mudança de comportamento • Agente transformador e multiplicador • Qualidade de vida PERCURSOS INTERPRETATIVOS PERCURSOS INTERPRETATIVOS

  4. TIPOS Temáticos: Um ou mais temas. Finalidade: elaborar uma imagem ou raciocínio específico; compreensão do tema definido. Meio ambiente, flora e fauna. Descoberta: Não obedecem a uma definição prévia de temas. Finalidade: levantamento geral de informação sobre uma região ou simplesmente a aventura. Material pedagógico e/ou informativo / divulgativo As TRILHAS ECOLÓGICAS são percursos interpretativos

  5. TRILHAS ECOLÓGICAS INTERPRETATIVAS É uma ferramenta da Educação Ambiental É um instrumento pedagógico muito importante É um percurso orientado metodológicamente

  6. TRILHAS ECOLÓGICAS INTERPRETATIVAS ÁREAS NATURAIS: laboratórios vivos, salas de aula naturais Experimentação direta; interesse, curiosidade, descoberta. TRILHAS, como meio de interpretação ambiental, visam não somente a transmissão de conhecimentos, mas também propiciam atividades que revelam os significados e as características do ambiente através dos elementos originais, por experiência direta e por meios ilustrativos, sendo assim instrumento básico de programas de educação ao ar livre (Pádua & Tabanez, 1997) (Tilden 1967, Ashbaugh & Kordish 1971 apud Possas, 1999)

  7. GRUPOS-ALVOS • Qualquer segmento da sociedade • Crianças, adultos, melhor idade • Ao homem urbano - tem menor contato • Ao homem rural - tem maior contato • Às escolas e Universidades - como instrumento de ensino e pesquisa • Às famílias - como meio de descoberta da natureza • Aos amantes da natureza - para aprofundar conhecimentos • Aos indiferentes - como forma de despertar • Etc.

  8. Trilha UnC • IMPLEMENTAR ALUNOS DO ART. 170 COMO GUIAS. • IMPLANTAÇÃO DE ÁRVORES FRUTIFERAS. • IDENTIFICAR UM NÚMERO MAIOR DE ÁRVORES NATIVAS E COLOCAR PLACAS DE IDENTIFICAÇÃO NAS MESMAS. • PLACA COM O MAPA DE TODOS OS PONTOS INTERPRETATIVO DAS TRILHAS. • VER ESPÉCIES EXÓTICAS E IDENTIFICAR SEUS PROBLEMAS.( PINUS E UVA DO JAPÃO).

  9. VANTAGEM DAS TRILHAS • Ônus relativamente baixo. • Constituem um instrumento pedagógico prático e dinâmico, proporcionando uma aproximação à realidade dos assuntos abordados • Suscitam uma dinâmica de observação, de reflexão e de sensibilização. Proporcionam uma diversificação de atividades • Propôem um comportamento a ser adotado

  10. OBRIGADO