m dulo de transmiss o e ativos de rede curso t cnico de inform tica n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática PowerPoint Presentation
Download Presentation
Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática

play fullscreen
1 / 26

Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática

147 Views Download Presentation
Download Presentation

Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Módulo de Transmissão e Ativos de RedeCurso Técnico de Informática Profª Ahyalla Riceli

  2. FTIN – FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA Cabeamento Estruturadoaula 02

  3. Objetivo • Compreender e entender como crimpar um cabo de rede com os conectores macho e fêmea. • Conhecer as vantagens da integração entre o cabeamento estruturado e a NR-10

  4. Cabos, Crimpagem e NR-10 Os cabos de rede, conectores, ferramentas, crimpagem e utilização com a NR-10

  5. Introdução Para que tudo o que vimos na aula anterior funcione, precisamos cuidar primeiramente do cabeamento, ou seja, a parte essencial da nossa rede que será responsável por transportar as informações, através de sinais elétricos.

  6. O que será necessário? Cabo UTP-CAT5e 8P8C macho (RJ45 macho) 8P8C fêmea (RJ45 fêmea) Alicate de crimpagem Punch down tool Descascador

  7. Outras ferramentas • Estilete • Testador de cabos • Chave de fenda e philips

  8. Padrões – EIA/TIA-568B e 568A No cabeamento estruturado, seguimos o padrão da EIA/TIA (“Electronics Industries Alliance” /”Telecommunications Industry Association”), mais especificamente, o padrão EIA-568B (para cabos straight (“retos” ou “diretos”). Em cabos cross-over para redes 10/100Mb, utilizamos uma combinação do EIA-568B e 568A. Para cabos cross-over de redes gigabit (1000Mb)

  9. EIA/TIA-568B – cabo straight

  10. EIA/TIA-568B – cabo straight

  11. EIA/TIA-568B + 568A – cabo crossover

  12. EIA/TIA-568B + 568A – cabo cross-over

  13. Cabo cross-over para redes gigabit

  14. Etapas para conectores macho • Corte e descasque o cabo, com cuidado para não ferir os fios internos; • Destrance os pares e “estique” os fios; • Verifique o padrão a ser usado (EIA-568B, 568A ou cross-over) e coloque os fios na ordem; • Faça o acabamento, cortando o excesso; • Crimpe o cabo;

  15. Crimpagem do conector macho

  16. Etapas para conectores fêmea • Corte e descasque o cabo, com cuidado para não ferir os fios internos; • Destrance os pares e “estique” os fios; • Posicione os fios de acordo com a marcação exibida no conector fêmea; • Com a punch down tool, crimpe os cabos; • Se for o caso, fixe a fêmea na parede, fazendo o acabamento final.

  17. Crimpagem do conector fêmea

  18. Dica: mini cabo cross-over • Para emergências (e por questões de espaço) podemos fazer um “mini” cabo cross-over.

  19. Dica: cabo de testes loopback Também podemos fazer um cabo de testes loopback para placas de rede: 1- Branco com laranja2- Laranja3- Branco com laranja (retornando)4- nada5- nada6- Laranja (retornando)7- nada8- nada

  20. Por fim, NR-10 e cabeamento estruturado Com acesso a planta, fica mais fácil e viável planejar o cabeamento.

  21. Por fim, NR-10 e cabeamento estruturado Podemos fazer o acabamento para o usuário final de várias maneiras, dependendo apenas das nossas possibilidades.

  22. Como crimpar um conector fêmea para crossover, um patch panel e como configurar um roteador sem fio

  23. Introdução • Agora, veremos como crimpar um cabo cross over de “emergência” e um com conector fêmea, um cabo de loopback (para testar a placa de rede) e um patch panel. Também falaremos das vantagens e desvantagens de utilizar redes sem fio e veremos como configurar um roteador.

  24. Atividade Grave 6 vídeos, narrados por você: • Crimpando um cabo de rede straight; • Crimpando um cabo de rede cross-over; • Crimpando um cabo de testes loopback; • Demonstrando o que acontece quando você liga o cabo loopback no seu computador. • Crimpando um cabo cross over de “emergência” e aponte as diferenças do cross over padrão • Crimpando um cabo cross over gigabit e explique a diferença para o cross over padrão

  25. Observações • Formem grupos de estudo, tanto para trocar conhecimentos quanto para ajudar a quem não tem como gravar os vídeos; o tamanho do grupo não tem limite, mas cada aluno deve enviar os seus vídeos, individualmente. • Postem os vídeos no Youtube ou Vimeo e mandem os links em um arquivo TXT para o AVA; • Não copiem! Nem de colegas, nem da internet.

  26. Prazo • A atividade deve ser postada no AVA até o dia 03/Março/2012, às 23:55.