slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Pequenas barragens de terra Engenheiro Plínio Tomaz PowerPoint Presentation
Download Presentation
Pequenas barragens de terra Engenheiro Plínio Tomaz

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 22

Pequenas barragens de terra Engenheiro Plínio Tomaz - PowerPoint PPT Presentation


  • 62 Views
  • Uploaded on

Pequenas barragens de terra Engenheiro Plínio Tomaz. Barragens de terra: tipos básicos Barragem com aterro homogêneo Barragem zonada Barragem com núcleo Cut-off (solo de melhor qualidade) Talude protegido com riprap. Proteção do talude com riprap. Crista da barragem (coroamento)

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

Pequenas barragens de terra Engenheiro Plínio Tomaz


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Pequenas barragens de terra

  • Engenheiro Plínio Tomaz
slide2

Barragens de terra: tipos básicos

  • Barragem com aterro homogêneo
  • Barragem zonada
  • Barragem com núcleo
  • Cut-off (solo de melhor qualidade)
  • Talude protegido com riprap
slide4

Crista da barragem (coroamento)

  • C= H/5 +3m
  • Taludes usuais: montante: 3:1 ; jusante: 2:1

Fonte: Costa, 2001

descarrregador de fundo
Descarrregador de fundo
  • DAEE, 2005
  • Diâmetro mínimo 0,80m (passagem mínima para deslocamento de uma pessoa)
  • Serve para esvaziar reservatório para limpeza, chuva para Tr=25anos.
c lculo da vaz o infiltrada em m 3 dia
Cálculo da vazão infiltrada em m3 /dia
  • Q= ( Kv . Kh) 0,5 x a x Lx [sen (α)] 2
  • Q= K x a x [sen (α)] 2
  • Qtotal = Q x L
  • Sendo:
  • Q= vazão de infiltração (m3/s/m) ou em (m3/dia/m)
  • Kv= permeabilidade vertical do solo da barragem (m/s)
  • Kh= permeabilidade horizontal do solo da barragem (m/s)
  • K= (Kv x Kh) 0,5
  • α= ângulo do talude de jusante em graus
  • L= comprimento da barragem (m). Adotado L=1m
  •   a= {yo / [1- cos (α)] } x ( 0,5 + α/ 360º)
  • yo= ( H2 + d2) 0,5 –d
slide15
Barramento impermeávelBase permeável isotrópicoLinhas de correntes eLinha equipotenciaism=5 n=17
calcular vaz o infiltrada no solo perme vel
Calcular vazão infiltrada no solo permeável
  • Supor um barramento com condutividade do solo vertical e horizontal iguais K= 0,0000061 m/s e comprimento de crista de 72m, sendo a altura da mesma de 12m e tailwater de 1,5m.
  • H= 12 – 1,5= 10,5m
  • m=5
  • n=17
  • q= (m/n) K . H
  • q= (5/17) 0,0000061x10,5= 0,0000188m3/s/m
  • Q= q x L
  • Q= 0,0000188 x 73=0,00138m3/s= 119m3/dia
truque transformar em isotr pico
Truque: transformar em isotrópico
  • X´ = X/ α
  • α = (Kh/Kv)0,5
  • Distâncias verticais ficam as mesmas
slide21

Fonte:

  • livro Cálculos hidrológicos e hidráulicos para obras municipais
  • Ver site www.pliniotomaz.com.br
  • Complementos do livro Cálculos Hidrológicos e Hidráulicos para obras municipais.
  • Engenheiro Plinio Tomaz
  • E-mail: pliniotomaz@uol.com.br
slide22
Muito obrigado !27 de julho de 2012engenheiro civil Plínio Tomazwww.pliniotomaz.com.brpliniotomaz@uol.com.br