exposec 2010 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
EXPOSEC 2010 PowerPoint Presentation
Download Presentation
EXPOSEC 2010

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 9

EXPOSEC 2010 - PowerPoint PPT Presentation


  • 73 Views
  • Uploaded on

EXPOSEC 2010. Tomorrow’s Technology, Today. DIA 25.05 1ª Dia da feira. Matérias em destaque: G1 Site Globo.com Jornal do SBT Jornal matinal SPTV Jornal da Nacional GLOBO. Em feira em SP, carro dá partida após reconhecer rosto de motorista

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

EXPOSEC 2010


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
exposec 2010
EXPOSEC 2010

Tomorrow’s Technology, Today

dia 25 05 1 dia da feira

DIA 25.051ª Dia da feira

Matérias em destaque:

G1

Site Globo.com

Jornal do SBT

Jornal matinal SPTV

Jornal da Nacional GLOBO

slide8

Em feira em SP, carro dá partida após reconhecer rosto de motorista

Veículos também ganham sistema de leitura das impressões digitais.Evento de segurança mostra novidades tecnológicas na área.

Clique aqui e acesso o link - Auto Esporte - Em feira em SP, carro dá partida após reconhecer rosto de motorista

Até a próxima quinta-feira (27), São Paulo recebe a 13ª edição da Exposec, Feira Internacional de Segurança. A feira apresenta tecnologias voltadas para segurança em diversos segmentos, entre eles o setor automotivo. Os destaques desta edição são os sistemas de biometria facial, que reconhece o rosto do motorista, e o StartFinger, que dá a partida pela impressão digital do dono do veículo.

O sistema de biometria facial, da empresa Ex-Sight, funciona a partir do cadastro de um rosto, que libera o acesso quando reconhecido. O cadastramento facial pode ser feito por uma foto e usado em diversas situações como para dar partida no carro ou caminhão, e, assim, evitar roubos. “A ideia é não deixar o crime acontecer”, afirma o diretor comercial da empresa Arnaldo Maciel Jr.

A tecnologia também serve para dar acesso seguro a estádios, escolas e empresas, e para fazer um histórico de todos os usuários que entraram, ou tentaram entrar.

Outra novidade que ajuda na segurança dos carros é o StartFinger, sistema que dá a partida no veículo com uma impressão digital cadastrada. De acordo com Aloísio Delfim, do departamento comercial da Finger Tech, o sistema memoriza até 50 usuários, com digitais de três dedos de cada um. A impressão de um desses dedos é reservada para casos de emergência, como um assalto, por exemplo. Se o usuário der partida com o dedo de emergência, o carro só vai andar por 10 minutos, depois o sistema de alimentação é cortado e o veículo para.

Carro só liga depois que sistema faz o reconhecimento biométrico. (Foto: Roseane Aguirra/G1)

slide9

Feira em São Paulo mostra as novidades na área de segurança

Entre as novidades na exposição, uma câmera que identifica um suspeito pelas características de face e um sistema que engana ladrões de casas.O que ladrão nenhum quer ver por perto está enxergando cada vez mais longe: a câmera ativa alarmes, monitora a rua, controla entrada de gente, de carros e até procura pessoas no meio da multidão, a partir de um banco de dados. O suspeito é identificado pelas características da face.

O que já está em bancos da Europa pode ser usado no Brasil para inibir roubos em caixas eletrônicos.

Outro crime muito comum contra o qual a indústria da segurança vem investindo bastante é o roubo de carros. Com uma chave digital, o carro só dá partida se ela reconhecer as impressões digitais. Após cadastrá-las, a chave é virada no contato, as digitais são colocadas e liga-se o carro. Se a chave não reconhecer as digitais, a pessoa tenta ligar o carro, mas não consegue. Se o carro é entregue, por exemplo, a um manobrista, digita-se uma sequencia e a chave digital é desativada.

Outro carro só liga se o rosto do motorista for reconhecido pelo sistema. E a casa também pode ficar mais segura.

Ao tocar uma campanhainha, a pessoa é transferiada para dentro da casa ou do apartamento, só que o dono não está, está viajando, por exemplo, e o sistema transfere essa ligação para o celular do dono que está em algum lutar. Ele vai atender de lá e vai falar com a pessoa no local onde está a campainha.

Ou seja, é o sistema engana ladrão: “Eu não posso te atender nesse momento, o senhor pode voltar amanhã?”, falaria o morador.

Acesse o link abaixo e veja a matéria (Vídeo):

Jornal Nacional - Feira em São Paulo mostra as novidades na área de segurança