Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
MATERIAL INSTRUCIONAL DE CAPACITAÇÃO PARA A ASSISTÊNCIA EM PLANEJAMENTO FAMILIAR PowerPoint Presentation
Download Presentation
MATERIAL INSTRUCIONAL DE CAPACITAÇÃO PARA A ASSISTÊNCIA EM PLANEJAMENTO FAMILIAR

MATERIAL INSTRUCIONAL DE CAPACITAÇÃO PARA A ASSISTÊNCIA EM PLANEJAMENTO FAMILIAR

110 Views Download Presentation
Download Presentation

MATERIAL INSTRUCIONAL DE CAPACITAÇÃO PARA A ASSISTÊNCIA EM PLANEJAMENTO FAMILIAR

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. MATERIAL INSTRUCIONAL DE CAPACITAÇÃO PARA A ASSISTÊNCIA EM PLANEJAMENTO FAMILIAR MÓDULO II MINISTÉRIO DA SAÚDE FEBRASGO

  2. CAPACITAÇÃO EM ASSISTÊNCIA EM PLANEJAMENTO FAMILIARMÓDULO II - (104 slides)

  3. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS

  4. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS

  5. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS TIPOS • ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS: • Combinados (estrogênio + progestogênio) • Apenas de Progestogênio - Minipílula ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS INJETÁVEIS: • Mensais (estrogênio + progestogênio) • Trimestrais (apenas de progestogênio)

  6. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS TIPOS ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS (OUTROS): • Implante sub-dérmico (progestogênio) • Anéis vaginais (estrogênio e progestogênio) • DIU que libera progestágeno (levonorgestrel)– Sistema Intra-uterino

  7. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS

  8. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS TIPOS E COMPOSIÇÃO • Dependendo da quantidade de etinilestradiol (EE): • De baixa dosagem: 30 microgramas (0,03 mg) ou menos de EE. • De média dosagem: 50 microgramas (0,05 mg) de EE.

  9. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS ATENÇÃO E recomendável como 1ª opção o uso de pílulas combinadas de baixa dosagem (0,03 mg de EE ou menos).

  10. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS TIPOS E COMPOSIÇÕES • Monofásicos: A dose dos esteróides é constante nos 21, ou 22, ou 24 comprimidos da cartela • Trifásicos: Contêm 3 tipos de comprimidos ativos de diferentes cores, com os mesmos hormônios em proporções diferentes

  11. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MECANISMOS DE AÇÃO • Inibem a ovulação • Tornam o muco cervical espesso

  12. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS PONTOS-CHAVE: • Muito eficazes quando em uso correto • Promovem ciclos menstruais regulares • Diminuem o fluxo menstrual • Melhoram a dismenorréia e a tensão pré-menstrual

  13. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS PONTOS-CHAVE: • Não há necessidade de pausas para “descanso” • Podem ser usados desde a adolescência até a menopausa • A fertilidade retorna logo após a interrupção de seu uso • Não previnem contra DST/HIV

  14. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS EFEITOS SECUNDÁRIOS: • Náuseas, vômitos e mal-estar gástrico • Cefaléia • Tonturas • Mastalgia • Cefaléia leve

  15. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS EFEITOS SECUNDÁRIOS: • Leve ganho de peso • Nervosismo • Cloasma • Alterações do ciclo menstrual: Manchas ou sangramento intermenstrual e amenorréia • Alteração do humor

  16. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS COMPLICAÇÕES • AVC • Infarto do Miocárdio • Trombose Venosa Profunda • Todas estas complicações acontecem com maior freqüência em fumantes de qualquer faixa etária

  17. MEDICAMENTOS QUE PODEM INTERAGIR COM A PÍLULA A - diminuição do efeito hormonal B - Diminuição do efeito terapêutico

  18. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MODO DE USO – INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS: • No 1º mês de uso, ingerir o 1º comprimido no 1º dia do ciclo menstrual ou no máximo até o 5º dia. • Cartela de 21 pílulas: Ao final da cartela, fazer pausa de 7 dias e iniciar nova cartela no 8º dia. • Cartela de 22 pílulas: Ao final da cartela, fazer pausa de 6 dias e iniciar nova cartela no 7º dia. • Cartela de 24 pílulas: ao final da cartela, fazer pausa de 4 dias e reiniciar nova cartela no 5º dia

  19. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MODO DE USO – INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS: CASO NÃO OCORRA A MENSTRUAÇÃO NO INTERVALO ENTRE AS CARTELAS • A usuária deve iniciar uma nova cartela e procurar o serviço de saúde para descartar a hipótese de gravidez.

  20. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MODO DE USO- INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS EM CASO DE ESQUECIMENTO • Se esquecer de tomar 1 pílula: tomar a pílula esquecida imediatamente e a pílula regular no horário habitual

  21. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MODO DE USO- INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS • Se esquecer de tomar 2 ou mais pílulas: • Usar método de barreira ou evitar relações sexuais durante 7 dias • Tomar uma pílula imediatamente • Se restam 7 ou mais pílulas: tomar o restante como de costume • Se restam menos que 7 pílulas: tomar o restante como de costume e iniciar uma nova cartela no dia seguinte após a última pílula da cartela

  22. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MODO DE USO – INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS EM CASOS DE VÔMITOS E/OU DIARRÉIA • Nos casos de vômitos e/ou diarréia com duração de 2 ou mais dias, as relações sexuais devem ser evitadas ou o uso de métodos de barreira deve ser instituído.

  23. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MODO DE USO – INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS EM CASO DE OCORRÊNCIA DE COITO DESPROTEGIDO NAS SITUAÇÕES DESCRITAS • Orientar a mulher para o uso da anticoncepção de emergência.

  24. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS ALGUMAS SITUAÇÕES EM QUE PODEM SER USADOS SEM RESTRIÇÕES (CATEGORIA 1 DA OMS): • Idade – desde a menarca até os 40 anos • Cólica menstrual • Ciclos menstruais irregulares • Doença mamária benígna • Cefaléia leve • Varizes

  25. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS ALGUMAS SITUAÇÕES EM QUE PODEM SER USADOS SEM RESTRIÇÕES (CATEGORIA 1 DA OMS): • Esquistossomose não complicada • Doenças tiroidianas • Doença Inflamatória Pélvica • Endometriose

  26. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS ALGUMAS SITUAÇÕES EM QUE PODEM SER USADOS SEM RESTRIÇÕES (CATEGORIA 1 DA OMS): • 21 dias pós-parto ou mais, sem lactação • Tumores ovarianos benígnos • Mioma uterino • Tuberculose (exceto se usando rifampicina)

  27. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS ALGUMAS SITUAÇÕES EM QUE PODEM SER USADOS SEM RESTRIÇÕES (CATEGORIA 1 DA OMS): • Obesidade • Ectopia cervical • Doença sexualmente transmissível • Portador assintomático de hepatite viral • Cirurgia de pequeno porte sem imobilização

  28. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS O MÉTODO NÃO DEVE SER USADO (CATEGORIAS 3 E 4 DA OMS) • Lactantes nos primeiros 6 meses pós-parto • Não lactantes com menos de 21 dias pós-parto • Neoplasias hormônio-dependentes • Câncer de mama • Idade maior ou igual a 35 anos e fumante • Antecedente de AVC

  29. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS O MÉTODO NÃO DEVE SER USADO (CATEGORIAS 3 E 4 DA OMS) • História de hipertensão arterial – se não for possível avaliar a PA • Hipertensão arterial moderada e grave • Cardiopatia isquêmica • Doença cardíaca valvular complicada • Doença tromboembólica em atividade ou no passado

  30. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS O MÉTODO NÃO DEVE SER USADO (CATEGORIAS 3 E 4 DA OMS) • Sangramento uterino não diagnosticado • Cefaléia grave com sintomas neurológicos focais • Doença da vesícula biliar atual ou tratada com medicamentos • Cirurgia de grande porte com imobilização prolongada

  31. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS O MÉTODO NÃO DEVE SER USADO (CATEGORIAS 3 E 4 DA OMS) • História de colestase relacionada ao uso de anticoncepcional oral combinado • Cirrose compensada ou descompensada • Tumores de fígado malígnos ou benígnos • Hepatite viral em atividade • Diabetes com mais de 20 anos de duração ou com doença vascular

  32. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS O MÉTODO NÃO DEVE SER USADO (CATEGORIAS 3 E 4 DA OMS) • Lupus eritematoso sistêmico • Uso de rifampicina, griseofulvina, tetraciclinas e anticonvulsivantes – fornecer condom para usar junto com a pílula nos casos de uso temporário destes medicamentos, ou orientar o uso de outro método, nos casos de uso prolongado • Gravidez

  33. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS • SINAIS DE ALERTA: • Dor intensa e persistente no abdome, tórax ou membros • Cefaléia intensa que começa ou piora após o início do uso da pílula • Perda breve de visão • Escotomas cintilantes ou linhas em zigue-zague

  34. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS • MANEJO DAS INTERCORRÊNCIAS OU COMPLICAÇÕES: • NÁUSEAS: sugerir tomar a pílula à noite ou após uma refeição • CEFALÉIA LEVE: sugerir o uso de anti-inflamatório não esteróide • EFEITOS SECUNDÁRIOS MENORES que duram mais de 3 meses: se a mulher prefere pílula, oferecer outro AOC ou pílula de progestogênio.

  35. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MANEJO DAS INTERCORRÊNCIAS OU COMPLICAÇÕES: • AMENORRÉIA NA VIGÊNCIA DE USO: • Perguntar se está realmente tomando a pílula diariamente • Perguntar se esqueceu de tomar 2 ou mais pílulas consecutivamente: neste caso, há possibilidade de gravidez; • recomendar a interrupção do uso da pílula e sugerir o uso do condom até a próxima menstruação ou até que a possibilidade de gravidez seja afastada.

  36. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MANEJO DAS INTERCORRÊNCIAS OU COMPLICAÇÕES: • MANCHAS OU SANGRAMENTO INTERMENSTRUAL: • Perguntar se esqueceu de tomar alguma pílula, se apresentou vômitos ou diarréia, se está tomando rifampicina ou anticonvulsivante • Esclarecer que é frequente a ocorrência de pequeno sangramento intermenstrual durante os primeiros meses do uso da pílula.

  37. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MANEJO DAS INTERCORRÊNCIAS OU COMPLICAÇÕES: • MANCHAS OU SANGRAMENTO INTERMENSTRUAL: • Se o sangramento persistir por mais de 10 dias, deve ser investigado. • Permanecendo o sangramento intermenstrual após 3 meses, investigar para afastar outras etiologias.

  38. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS MANEJO DAS INTERCORRÊNCIAS OU COMPLICAÇÕES: • SANGRAMENTO VAGINAL ANORMAL: Orientar a continuar usando a pílula, enquanto o problema está sendo avaliado. • CEFALÉIAS MUITO SEVERAS: Orientar a mudar para outro método.

  39. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS CONSULTAS DE RETORNO • 1º retorno: após 30 dias • Retornos subsequentes anuais • Retornos mais frequentes para as usuárias com patologias associadas: hipertensão arterial leve, diabetes, etc

  40. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS COMBINADOS CONSULTAS DE RETORNO • Avaliar regularidade na ingestão, tolerância, aceitabilidade • Pesquisar o aparecimento de condições clínicas que contra- indiquem o uso do método • Avaliar o peso e pressão arterial • Fazer exame físico geral • Fazer exame ginecológico e de mama anual • Fazer exame colpocitológico quando necessário.

  41. ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO

  42. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO MINIPÍLULA • São pílulas que Contêm uma dose muito baixa de progestogênio • Boa escolha para as lactantes que desejam um anticoncepcional oral.

  43. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO MINIPÍLULA MECANISMO DE AÇÃO: • Espessamento do muco cervical • Inibem a ovulação

  44. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO MODO DE USO E INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS: • Nas não lactantes: A minipílula pode ser iniciada imediatamente após o parto • Nas lactantes: O uso deve ser iniciado após 6 semanas do parto. • Durante a menstruação normal: iniciar nos primeiros 5 dias da menstruação

  45. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO MODO DE USO E INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS: • O uso é contínuo, sem interrupção entre uma cartela e outra • Deve ser tomada sempre no mesmo horário

  46. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO MODO DE USO E INSTRUÇÕES ÀS USUÁRIAS: • Atraso na ingestão da pílula de mais de 3 horas ou esqueceu alguma pílula: deve tomar a pílula esquecida assim que possível e continuar tomando 1 pílula por dia. Entretanto, deve usar algum método de barreira ou evitar relações sexuais, pelo menos durante dois dias.

  47. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO EFEITOS SECUNDÁRIOS: • Quando usados fora da amamentação, são comuns alterações no padrão menstrual – ciclo menstrual irregular e sangramento nos intervalos. • Cefaléia • Sensibilidade mamária

  48. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO SINAIS DE ALERTA • Sangramento excessivo • Cefaléia intensa • Icterícia • Possibilidade de gravidez

  49. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO ALGUMAS SITUAÇÕES EM QUE PODEM SER USADOS SEM RESTRIÇÕES (CATEGORIA 1 DA OMS): • Lactantes: iniciar 6 semanas após o parto • Não lactantes: imediatamente após o parto • Pós-aborto: imediatamente após o aborto • Idade de 16 anos ou mais

  50. ANTICONCEPCIONAIS ORAIS APENAS DE PROGESTOGÊNIO ALGUMAS SITUAÇÕES EM QUE PODEM SER USADOS SEM RESTRIÇÕES (CATEGORIA 1 DA OMS): • Fumante (qualquer idade) • Hipertensão arterial leve (PA 140 – 159 / 90 – 99 mmHg) e moderada (PA 160 – 179/100 – 109 mmHg) • Trombose venosa profunda ou embolia pulmonar • Anemia Ferropriva