slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
GETOF PowerPoint Presentation
Download Presentation
GETOF

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 23

GETOF - PowerPoint PPT Presentation


  • 113 Views
  • Uploaded on

GETOF. INTEGRAÇÃO DOS PROJETOS DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE PRODUTOS PARA A SAÚDE PÓS-COMERCIALIZAÇÃO E VISA/SC. II Encontro Nacional de Gerentes de Risco Sanitário Hospitalar. São Paulo, 7 a 9 de maio de 2003. MARGARET GRANDO. GETOF/VISA/SC. Diretoria de Vigilância Sanitária/SC. D I V S.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'GETOF' - sine


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

GETOF

INTEGRAÇÃO DOS PROJETOS DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE PRODUTOS PARA A SAÚDE PÓS-COMERCIALIZAÇÃO E VISA/SC

II Encontro Nacional de Gerentes de Risco Sanitário Hospitalar

São Paulo, 7 a 9 de maio de 2003

MARGARET GRANDO

GETOF/VISA/SC

slide2

Diretoria de Vigilância Sanitária/SC

D I V S

DIRETORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

ASSISTENTE

III

ASSISTENTE

IV

ASSISTENTE

II

GETOF

GERÊNCIA DE TOXICOVIGILÂNCIA E FARMACOVIGILÂNCIA

GEFUS

GERÊNCIA DE ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO

UNIDADES DE SAÚDE

GEFAS

GERÊNCIA DE ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE SAÚDE

GEFIP

GERÊNCIA DE ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS

GEFAM

GERÊNCIA DE ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS DO MEIO AMBIENTE

slide3

A existência há 18 anos, em Santa Catarina, do Centro de Informações Toxicológicas, sem o seu reconhecimento na estrutura formal da Secretaria Estadual da Saúde

Justificativa

GETOF

Considerando...

  • O Programa de Farmacovigilância da ANVISA e a importância da criação de centros estaduais como objeto das ações de descentralização em vigilância sanitária e a notificação voluntária de reações adversas, falhas terapêuticas, queixas técnicas e interações medicamentosas
  • A necessidade de um órgão de coordenação estadual, com o objetivo de coordenar, integrar e adequar as atividades desenvolvidas no âmbito da Toxicologia e definir estratégias e diretrizes, implantar e gerenciar o Sistema Estadual de Vigilância Sanitária de Produtos de Saúde Pós-Comercialização
slide4

Diretoria de Vigilância Sanitária/SC

D I V S

GERÊNCIA DE TOXICOVIGILÂNCIA E FARMACOVIGILÂNCIA

CENTRO DE INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS DE

SANTA CATARINA

DIVISÃO TÉCNICA

DIVISÃO ADMINISTRATIVA

DIVISÃO DE TOXICOVIGILÂNCIA

DIVISÃO DE VIGILÂNCIA DE PRODUTOS DE SAÚDE PÓS - COMERCIALIZAÇÃO

SETOR DE CONTROLE DE INTOXICAÇÕES

SETOR DE CONTROLE DE ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS

SETOR DE CONTAMINANTES QUÍMICOS

AMBIENTAIS

SETOR DE FARMACOVIGI-LÂNCIA E SANEANTES

SETOR DE HEMOVIGILÂNCIA

SETOR DE TECNOVIGI-LÂNCIA

slide5

CIT/SC - Centro de Informações Toxicológicas de S. Catarina

GETOF

http://www.cit.sc.gov.br - e-mail:cit@hu.ufsc.br

slide6

TABELA 1 -Volume total de intoxicações, exposições e reações adversas por classe, em menores de 14 anos, atendidos pelo CIT/SC, de 1998 a 2001.

slide7

REAÇÕES ADVERSAS A MEDICAMENTOS - RAM

GETOF

REIS, K.; MOREIRA, J.; KREUTZ, M.Z.; MAZZUCO, R.M.; GRANDO, M.. Reações adversas a medicamentos no CIT/SC. In: CONGRESSO PANAMERICANO DE CENTROS DE INFORMAÇÃO E CONTROLE TOXICOLÓGICO, 1 e CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA CLÍNICA, 1. 2001, Porto Alegre. Programa Oficial – Anais..., 2001. p. 22.

  • Período: 01 de janeiro de 1995 a 31 de dezembro de 2000
  • Local: CIT/SC
  • Critérios de inclusão: ocorrência de manifestações clínicas e relato ou comprovação de exposição à dose terapêutica de medicamentos
  • Metodologia: transversal descritivo
    • classe e princípio ativo do medicamento, grupo etário, via de administração, tipo e local de exposição, manifestações clínicas, internação hospitalar e evolução
slide8

RAM - Resultados e Discussão

GETOF

REIS, K.; MOREIRA, J.; KREUTZ, M.Z.; MAZZUCO, R.M.; GRANDO, M.. Reações adversas a medicamentos no CIT/SC. In: CONGRESSO PANAMERICANO DE CENTROS DE INFORMAÇÃO E CONTROLE TOXICOLÓGICO, 1 e CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA CLÍNICA, 1. 2001, Porto Alegre. Programa Oficial – Anais..., 2001. p. 22.

  • N=3.734 intoxicações, exposições e reações adversas a medicamentos, 254 (6,8%) relacionavam-se a RAM, incluindo 75 casos com mais de um princípio ativo
  • Exposição aguda:91,3% dos casos - via de administração: oral, com 76,0%
  • Faixa etária:> prevalência de < 5 anos (n = 81 casos, 31,9%)
  • Manifestações clínicas:sonolência, tremores, edema, hiperemia, hipertonia, prurido, vômitos, náuseas e dor
  • Local:domiciliar - 70,5% e Serviços de saúde - 22,0%
  • Evolução:92,1% cura e 7,9% (18 casos de evolução ignorada e 2 óbitos)
slide10

REAÇÕES ADVERSAS A MEDICAMENTOS - RAM

GETOF

  • 3.734 intoxicações e exposições medicamentosas registradas no CIT/SC, de 01 de janeiro de 1995 a 31 de dezembro de 2000, 254 (6,8%) relacionavam-se a RAM
  • estatística de alerta para a problemática das RAM
  • expressa a necessidade de implantação do sistema estadual de farmacovigilância
slide13

GETOF

HOSPITAL COLABORADOR

  • BLUMENAU - Hospital Santa Isabel
  • CHAPECÓ - Hospital Regional
  • CRICIÚMA

- Hospital São José

- Hospital São João Batista

  • FLORIANÓPOLIS

- Hospital Infantil Homero de Miranda Gomes

  • ITAJAÍ - Hospital Universitário
  • JOINVILLE

- Hospital Municipal de São José

- Hospital Regional Hans Dieter Schmidt

- Centro Hospitalar Unimed

  • TUBARÃO

- Hospital Nossa Senhora da Conceição

slide14

SMS/Blumenau - Farmácia Cidadã

GETOF

Objetivos

  • Resgatar o caráter de saúde pública dos estabelecimentos farmacêuticos
  • Desenvolver iniciativas que contribuam com o uso racional de medicamentos
  • Promover a articulação entre o setor público e privado no sentido de elevar a qualidade de vida da população
slide15

SMS/Blumenau - Farmácia Cidadã

GETOF

  • Buscar a participação das farmácias e drogarias na notificação e investigação de agravos de notificação compulsória, RAM e QT, campanhas de vacinação, etc
  • Necessidade de maior efetividade dos serviços de saúde  integração com o SUS
  • 135 Farmácias e Drogarias Comerciais  um estabelecimento para cada 2.000 habitantes
  • Profissional farmacêutico  orientação e fornecimento de medicamentos para a população
slide16

SMS/Blumenau - Farmácia Cidadã

GETOF

  • A OMS (1990) recomenda que além dos serviços farmacêuticos que desenvolvem os estabelecimentos públicos de saúde, o Sistema de Saúde deve considerar as farmácias comerciais da localidade
  • Importância das farmácias comerciais para a manutenção e recuperação da saúde da população e sua inserção no SUS
slide17

CIMeSC

GETOF

http://www.univali.br/cimesc - e-mail: cimesc@univali.b

slide18

CIMeSC - Farma & Farma

GETOF

  • 200 farmácias, propriedade exclusiva de farmacêuticos atuantes

http://www.cooperfarma.com.br/

slide19

CIMeSC

FARMACOVIGILÂNCIA NAS FARMÁCIAS DA REDE FARMA & FARMA

GETOF

Objetivo

  • Notificar as reações adversas e queixas técnicas a medicamentos através da implantação da ficha de reações adversas e QT da ANVISA, no segundo semestre de 2003
slide20

CIMeSC - Farma & Farma

GETOF

  • Farmacêutico x paciente x medicamento
    • Primeiro a ser consultado sobre possíveis reações não desejadas
  • Importância da implantação do trabalho
    • para a população
      • contar com um serviço de saúde facilmente disponível
    • para as autoridades sanitárias e a própria indústria
      • feedback dos produtos
slide21

CIMeSC - Farma & Farma

GETOF

  • Com o apoio do CIMeSC
  • os acadêmicos dos Cursos de Farmácia podem desenvolver a prática da notificação de reações adversas e queixas técnicas, preparando-se o futuro profissional para a comunicação de qualquer ocorrência de reações adversas a medicamentos.
slide22

CIMeSC - Farma & Farma

GETOF

  • Será efetuado aos farmacêuticos associados, curso de atualização, onde serão abordados os temas: Atenção Farmacêutica, Farmacovigilância, Farmacoepidemiologia e Informação sobre Medicamentos
  • As fichas de RAM e QT serão encaminhadas ao CiMeSC onde serão digitadas, com posterior encaminhamento a Gerência de Toxicovigilância e Farmacovigilância da VISA estadual e ANVISA.
slide23

ANVISA

HospitaisColaboradores

Farma &Farma

H. COL

CIT

GETOF

SMS

Blum.

HospitaisSentinela

Farmácia

Cidadã

VIGILÂNCIA PÓS-COMERCIALIZAÇÃO

GETOF

CIMeSC

  • Interação Direta
  • Interação Indireta