otites 1 otite externa n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
OTITES 1. Otite Externa PowerPoint Presentation
Download Presentation
OTITES 1. Otite Externa

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 53

OTITES 1. Otite Externa - PowerPoint PPT Presentation


  • 1463 Views
  • Uploaded on

OTITES 1. Otite Externa. Prof. Dr. Lucio A. Castagno Otorrinolaringologia luciocastagno@hotmail.com. Orelha externa. OTITES: Semiologia. OTALGIA Prurido Hipoacusia Otorréia. Audição. CO. Condução óssea. CA. Condução aérea. Hipoacusia de condução. Hipoacusia sensorineural.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'OTITES 1. Otite Externa' - sandra_john


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
otites 1 otite externa

OTITES1. Otite Externa

Prof. Dr. Lucio A. Castagno

Otorrinolaringologia

luciocastagno@hotmail.com

otites semiologia
OTITES: Semiologia
  • OTALGIA
  • Prurido
  • Hipoacusia
  • Otorréia
slide5

Audição

CO

Condução óssea

CA

Condução aérea

Hipoacusia de condução

Hipoacusia sensorineural

otoscopia
OTOSCOPIA
  • Comece o exame pelo ouvido “bom”
otoscopia1
Otoscopia
  • Tracione a orelha para traz, para cima e para fora (melhora exposição do conduto auditivo e tímpano)
otoscopia2
Otoscopia
  • Gentilmente introduza a ponta do especulo no meato auditivo
slide10

Otoscopia normal

Pars flacida

Diâmetros:

Hor = 9,6-10,2mm

Ver = 8,5-9,0mm

OD

Martelo

CAE

Pars tensa

Triângulo luminoso

Imagem vista no otoscópio

Ânulo

as otites
As “OTITES”
  • OTITE EXTERNA
  • OTITE MÉDIA AGUDA (OMA)
  • OTITE MÉDIA SECRETORA (OMS)
  • OTITE MÉDIA CRÔNICA (OMC)
  • COLESTEATOMA(OMC colesteatomatosa)
1 otite externa
1. OTITE EXTERNA
  • Infecção do conduto auditivo externo
  • Classificada em:
    • Aguda
    • Subaguda
    • Cronica
1 otite externa1
1. Otite Externa
  • Otite Externa Aguda
  • Otite Externa Crônica
  • Otite Externa Aguda fúngica
  • Furunculose
  • Otite Externa Maligna
  • Pericondrite
  • Erisipela
  • Herpes Zoster Oticus
otite externa oe
Otite Externa (OE)

Inflamação do CAE

MT

Debris

oe causas
Trauma

Cotonetes

Dedos

Água

Eczema

CAE estreito

OE: Causas
1a otite externa aguda oea
1a. Otite Externa Aguda (OEA)
  • “Otite do nadador”
  • Inflamação aguda do conduto auditivo = DOR + EDEMA + OTORRÉIA
    • Leve
    • Moderado
    • Severo
oea leve a moderada
OEA: Leve a moderada
  • Infecção progressiva
  • Sintomas
    • Otalgia
    • Prurido
  • Sinais
    • Eritema
    • Edema progressivo
    • Otorréia e descamação
oea severa
OEA: Severa
  • Otalgia severa, pior com movimento da orelha
  • Sinais
    • Obliteração do lumen
    • Otorréia purulenta
    • Comprometimento tecidos adjacentes
oea pat genos
OEA: Patógenos
  • Pseudomonas
  • Staph Aureus
  • Misto
oea otite externa
OEA - Otite Externa

BACTERIANA (pseudomonas/stafilococcus aureus)

FÚNGICA (aspergillus niger)

oea bacteriana tratamento
OEA bacteriana: Tratamento
  • Gotas antibióticas
  • Evitar água
  • Antibióticos orais?
  • Analgesia
  • Microaspiração e limpeza
oea bacteriana tratamento1
OEA bacteriana: Tratamento
  • Gotas antibióticas
  • Evitar água
  • Antibióticos orais?
  • Analgesia
  • Microaspiração e limpeza

1- Ciprofloxacino otológico 3gts q12h 7-10d (Otociriax)

2- Azitromicina 500mg qD 5d (Azi)

3- Paracetamol 750mg q4h prn (Tylenol)

1b otite externa cr nica oec
1b. Otite Externa Crônica (OEC)
  • Processo inflamatório crônico
  • Sintomas persistentes (> 2 meses)
  • Etiologia: bactéria, fungo, ou eczema
  • = PRURIDO + dolorimento + descamação
oec sinais
OEC: Sinais
  • Descamação
  • Pele seca
  • Otorréia ocasional
oec tratamento
OEC: Tratamento
  • Não coçar – não traumatizar o conduto
  • Antibióticos + esteróides tópicos
oec tratamento1
OEC: Tratamento
  • Não coçar – não traumatizar o conduto
  • Antibióticos + esteróides tópicos

1- Betametasona... (Oto-betnovate)4 gts q6-8h prn

2 – Fludroxicortida(Drenison creme)q12h 7-10d

1c otite externa aguda f ngica
1c. Otite Externa Aguda fúngica
  • Infecçãofúngica do CAE
  • Agentescomuns:
    • Aspergillusniger
    • Candida albicans
  • = OTALGIA + PRURIDO

FÚNGICA (aspergillus niger)

oea f ngica otomicose
OEA fúngica = Otomicose
  • Eritema no canal
  • Edema leve
  • Descamações e fungos
otomicose
Otomicose

Aspergillus

Candida

otomicose tratamento
Otomicose: Tratamento
  • Limpeza do conduto auditivo
  • Gotas antifúngicas tópicas
  • Analgésicos
otomicose tratamento1
Otomicose: Tratamento
  • Limpeza do conduto auditivo
  • Gotas antifúngicas tópicas
  • Analgésicos

1- Oxiconazol(Oceral) 3 gts q8h 14d

2 –Paracetamol(Tylenol) 750mg q4h po

1d furunculose
1d. Furunculose
  • Infecção aguda localizada
  • Lateral 1/3 do canal
  • Unidade pilosebácea obstruida
  • Patógeno: Staphilococcus aureus
  • = OTALGIA LOCALIZADA + prurido
  • Hipoacusia?
furunculose sinais
Furunculose: Sinais
  • Edema
  • Eritema
  • Dolorimento
  • Abcesso – flutuação ocasional
furunculose tratamento
Furunculose: Tratamento
  • Calor local
  • Analgesicos
  • Antibióticos anti-stafilo oral
  • Incisão e drenagem para abcessos
  • Antibióticos IV se extensão para tecidos adjacentes
furunculose tratamento1
Furunculose: Tratamento
  • Calor local
  • Analgesicos
  • Antibióticos anti-stafilo oral
  • Incisão e drenagem para abcessos
  • Antibióticos IV se extensão para tecidos adjacentes

1- Amoxicilina 875mg+Clavulato 125mg q12h 10d (Clavulin)

2 –Paracetamol 750mg q4h prn(Tylenol)

1e otite externa maligna
1e. Otite Externa Maligna
  • Imunodeprimidos
  • Diabeticos

Agressiva= Pseudomonas aeruginosa

    • Paralisia de nervos craneanos
    • Extensão para base de craneo
    • Emergência
otite externa maligna
Otite Externa Maligna
  • Otalgia profunda
  • Otorréia purulenta
  • Inflamação e granulação
  • Canal obstruido
  • Paralisia de pares craneanos
otite externa maligna diagn stico
Otite Externa Maligna: Diagnóstico
  • Suspeita
  • Exames laboratoriais
  • CT ouvidos: Osteomielite
  • IRM
oemaligna tratamento
OEMaligna: Tratamento
  • U R G Ê N C I A !
  • Antibióticos IV 4 semanas
  • Debridamento local
  • Analgesia
  • Mortalidade: 37% to 23%
1f pericondrite
1f. Pericondrite
  • Infecção do pericôndrio auricular
  • Consequência de trauma na orelha
  • Pode ser espontaneo (diabéticos)
  • = DOR NA ORELHA + prurido
pericondrite sinais
Pericondrite: Sinais
  • Entumescimento auricular
  • Edema
  • Casos avançados
    • Crostas e exudatos
    • Comprometimento tecidos moles adjacentes
pericondrite tratamento
Pericondrite: Tratamento
  • Leve: debridamento, antibiótico tópico e oral
  • Avançado: hospitalização, antibióticos IV
  • Crônico: cirurgia com remoção tecido necrótico e enxerto de pelo
pericondrite tratamento1
Pericondrite: Tratamento
  • Leve: debridamento, antibiótico tópico e oral
  • Avançado: hospitalização, antibióticos IV
  • Crônico: cirurgia com remoção tecido necrótico e enxerto de pelo

1- Amoxicilina 875mg+Clavulato 125mg q12h 10d

2 – Drenison N creme

3 –Paracetamol 750mg q4h prn(Tylenol)

pericondrite recorrente
Pericondrite Recorrente
  • Otalgia, febre
  • Edema, eritema
  • Anemia, VHS elevado
  • Corticoterapia oral
1g erisipela
1g. Erisipela
  • Celulite aguda superficial
  • Streptococcus betahemolítico grupo A
  • Eritema na orelha
  • Antibiótico oral ou IV se necessário
1g erisipela1
1g. Erisipela
  • Celulite aguda superficial
  • Streptococcus betahemolítico grupo A
  • Eritema na orelha
  • Antibiótico oral ou IV se necessário

1- Amoxicilina 875mg+Clavulato 125mg q12h 10d

2 –Paracetamol 750mg q4h prn(Tylenol)

1h herpes zoster oticus
1h. Herpes Zoster Oticus
  • J. Ramsay Hunt (1907)
  • Infecção viral por HSV (herpes simplex varicela virus)
  • Infecção nos dermatomes
  • Sindrome de Ramsey Hunt: herpes zoster da orelha + otalgia + paralisia facial
herpes zoster oticus sintomas
Herpes Zoster Oticus: Sintomas
  • Precose: queimação e otalgia, cefaléia, astenia e febre
  • Tardio (3-7 dias): vesiculas, paralisia facial
herpes zoster oticus tratamento
Herpes Zoster Oticus: Tratamento
  • Proteger o olho:evitar ceratite de exposição
  • Corticóides
  • Antivirais: HSV detectado em 70% dos casos
  • Prednisona 1mg/kg até 80mg qD 2s: (reduz o edema inflamatório)
  • Aciclovir 800mg QID 5d: tomado nas primeiras 72h previne a replicação viral