slide1 n.
Download
Skip this Video
Download Presentation
Departamento de Ginecologia e Obstetrícia Unidade I de Ginecologia – FAMERP

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 44

Departamento de Ginecologia e Obstetrícia Unidade I de Ginecologia – FAMERP - PowerPoint PPT Presentation


  • 530 Views
  • Uploaded on

PROPEDÊUTICA DO COLO UTERINO. Profa Dra Lúcia Buchalla Bagarelli. Departamento de Ginecologia e Obstetrícia Unidade I de Ginecologia – FAMERP. 1-ESTRUTURA ANATÔMICA. COLO UTERINO (cérvix, cérvice, cerviz) Forma: cilíndrica Comprimento: 3 a 4cm Largura: 2,5cm

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Departamento de Ginecologia e Obstetrícia Unidade I de Ginecologia – FAMERP' - ruth-york


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

PROPEDÊUTICA DO

COLO UTERINO

Profa Dra Lúcia Buchalla Bagarelli

Departamento de Ginecologia e Obstetrícia

Unidade I de Ginecologia – FAMERP

slide2

1-ESTRUTURA ANATÔMICA

COLO UTERINO (cérvix, cérvice, cerviz)

  • Forma: cilíndrica
  • Comprimento: 3 a 4cm
  • Largura: 2,5cm
  • Canal Cervical: do orifício externo (OE) ao orifício interno (OI)

(OI)

colo

Ectocérvice - OE aos FSV

Endocérvice - OE ao OI

(OE)

slide3

Membrana basal

Tecido conjuntivo denso

1-ESTRUTURA ANATÔMICA

HISTOLOGIA DAS MUCOSAS

ECTOCÉRVICE: MUCOSA ESCAMOSA

  • Superficial

Epitélio Escamoso Estratificado

(4 camadas):

  • Intermediária
  • Parabasal
  • Basal
slide4

Membrana basal

Tecido conjuntivo frouxo

1-ESTRUTURA ANATÔMICA

HISTOLOGIA DAS MUCOSAS

ENDOCÉRVICE:

MUCOSA GLANDULAR

Epitélio cilíndrico monoestratificado mucíparo

slide5

OE

1-ESTRUTURA ANATÔMICA

HISTOLOGIA DAS MUCOSAS

JUNÇÃOESCAMO-COLUNAR

União das duas mucosas

Epitélio Colunar

Epitélio Colunar

Epitélio Escamososo

Epitélio Escamososo

Colo padrão  JEC = 0 (OE)

slide6

2-MATERIAL PARA EXAME DO COLO UTERINO

- Espéculo de Collins

- Pinça de Cheron

- Espátula de Ayre

- Escova (endocervical)

- Lâminas / lamínulas

- Fixadores (laquê / solução álcool-éter)

- Colposcópio binocular com filtro verde

- Material para biopsia

slide8

3-EXAME DO COLO UTERINO

EXAME ESPECULAR:

. Avaliação Macroscópica

. Coleta de materiais

. Realização colposcopia

. Realização biopsia

. Etc (procedimentos)

TOQUE:

. Forma

. Volume

. Consistência

. Comprimento

. Superfície

. Orifício externo

. Posição

slide9

3-EXAME DO COLO UTERINO

COLETA DAS LÂMINAS

A) Citologia Oncótica

. Ectocérvice

. Endocérvice

B) Esfregaço a fresco

Ect

End

12345

(FIXAR) – Logo após!!

slide10

3-EXAME DO COLO UTERINO

COLETA DAS LÂMINAS

  • Ectocérvice
  • Junção epitélios
  • - Endocérvice (parte)

Espátula de AYRE  Células

Endocérvice

Transicionais

Ectocérvice

slide11

3-EXAME DO COLO UTERINO

COLETA DAS LÂMINAS

Introduzir a ponta

no endocérvice e

GIRAR 360O duas

vezes, raspando o

ectocérvice e a JEC

com ligeira pressão

slide12

3-EXAME DO COLO UTERINO

COLETA DAS LÂMINAS

Introduzir escova no endocérvice e GIRAR 360O duas vezes

slide13

3-EXAME DO COLO UTERINO

CITOLOGIA ONCÓTICA

CLASSIFICAÇÃO BETHESDA-2001(resumida)

  • Alterações celulares benignas (infecções)
  • Alterações reativas (inflamação, atrofia, etc)
  • -Anormalidades das células epiteliais:
  • . Células escamosas
  • . LIE- baixo grau (NIC-I / HPV)
  • . LIE- alto grau (NIC-II / III)
  • . De significado indeterminado - ASC-US
  • . Não pode excluir lesão alto grau - ASC-H
  • . Carcinoma de células escamosas
  • . Células glandulares
  • . Atipias: células endocervicais/ endometriais/ glandulares
  • . Adenocarcinoma - endocervical, endometrial, etc
slide14

3-EXAME DO COLO UTERINO

COLPOSCOPIA

TERMINOLOGIA COLPOSCÓPICA

11° Congresso Mundial em Barcelona em 2002

slide15

COLPOSCOPIA – NOÇÕES BÁSICAS

3-EXAME DO COLO UTERINO

SOLUÇÕES REAGENTES UTILIZADAS

Soro Fisiológico

Ácido acético – 2% a 5% - Edema mucosa glandular

Solução iodo-iodetada de Schiller:

. Mucosa escamosa normal: Iodo + / Schiller -

. Mucosa glandular normal: Iodo - / Schiller -

. Atipia de células escamosas – Iodo - / Schiller +

Hipossulfito de sódio a 1%

Azul de toluidina a 1% (teste de Richart - Collins)

CORA

NÃO CORA (NL)

NÃO CORA

slide16

COLPOSCOPIA – NOÇÕES BÁSICAS

3-EXAME DO COLO UTERINO

ACHADOS NORMAIS

- Epitélio escamoso original

- Epitélio glandular original

- Zona de transformação

Figuras: Colos Padrões

slide17

COLPOSCOPIA: ACHADOS NORMAIS

3-EXAME DO COLO UTERINO

JUNÇÃO

ESCAMO-COLUNAR

COLO PADRÃO: JEC=0

ectocérvice

endocérvice

JEC

slide18

COLPOSCOPIA: ACHADOS NORMAIS

3-EXAME DO COLO UTERINO

JUNÇÃO

ESCAMO-COLUNAR

VARIAÇÕES DE POSIÇÃO:

ECTOPIA / EVERSÃO

REVERSÃO

. Infância

. Pré-adolescência

. Menopausa

. Senilidade

. Recém-nascida

. Puberdade

. Hormônios

. Atividade sexual

. Gravidez

. Parto

. Curetagens

slide19

JEC= 0

JEC= -1

JEC= +4

4/4

JEC= -2

JEC= +3

JEC= -3

3/4

JEC= +2

2/4

JEC= -4

JEC= +1

1/4

COLPOSCOPIA: ACHADOS NORMAIS

3-EXAME DO COLO UTERINO

JUNÇÃO

ESCAMO-COLUNAR

VARIAÇÕES DE POSIÇÃO:

ECTOPIA / EVERSÃO

REVERSÃO

ENDOCÉRVICE

JEC= 0

ECTOCÉRVICE

slide20

COLPOSCOPIA: ACHADOS NORMAIS

3-EXAME DO COLO UTERINO

ECTOPIA

slide21

COLPOSCOPIA: ACHADOS NORMAIS

3-EXAME DO COLO UTERINO

ZONA DE TRANSFORMAÇÃO (ZT)

ECTOPIA / EVERSÃO

Reepitelização da Ectopia

METAPLASIA ESCAMOSA

OU

ZONA DE TRANSFORMAÇÃO (ZT)

OU

TERCEIRA MUCOSA

slide22

nova JEC

ZT

JEC original

Cistos de Naboth

Orifícios glandulares

COLPOSCOPIA: ACHADOS NORMAIS

3-EXAME DO COLO UTERINO

ZONA DE TRANSFORMAÇÃO (ZT)

( LIMITES )

ECTOPIA

JEC= -3

Aspectos da ZT:

. Fechada

. Aberta: Or. Glandulares

Ovos Naboth

(cistos)

slide23

COLPOSCOPIA: ACHADOS NORMAIS

3-EXAME DO COLO UTERINO

ZONA DE TRANSFORMAÇÃO (ZT)

slide24

PATOLOGIAS BENIGNAS

DO COLO UTERINO

Profa Dra Lúcia Buchalla Bagarelli

Departamento de Ginecologia e Obstetrícia

Unidade I de Ginecologia – FAMERP

slide25

COLPITE DIFUSA

  • 1- INFLAMAÇÕES / INFECÇÕES

A) COLPITE

Mucosa Escamosa

Agentes: - Fungos

- Protozoários

- Bactérias

slide26

COLPITE FOCAL

COLPITE FOCAL

COLPITE FOCAL

  • 1- INFLAMAÇÕES / INFECÇÕES
slide27

1- INFLAMAÇÕES / INFECÇÕES

B) CERVICITE

Mucosa Glandular

- Ectocervicite

- Endocervicite

Agentes: - DST

- Clamídia

- Aborto

infectado

slide28

2- CONDILOMA EXOFÍTICO

  • Agentes: HPV - 6 e 11 – baixo risco
  • Tratamentos:
    • ABLATIVOS
  • . Eletrocauterização
  • . Criocauterização
  • . Vaporização com laser de CO2
  • . Ácido Tricloroacético
  • (ATA – 50 a 90%)
    • EXCISIONAIS
  • . Eletroexcisão e coagulação (CAF)
  • . Com alça
  • . Com agulha fina
slide29

PÓLIPO ENDOCERVICAL

  • 3- PÓLIPOS

Eixo de tecido conjuntivo recoberto por

epitélio cilíndrico que se exterioriza pelo

orifício externo do colo.

  • EVOLUÇÃO:
  • . Metaplasia
  • . Transformação Carcinomatosa: RARA (0,2 a 1%)
  • TRATAMENTO: Ressecção
slide30

4- MIOMA CERVICAL

Tumor benigno de células do

músculo liso miometrial.

Nódulo único intramural nos lábios

do colo, OU mioma parido (pedículo)

  • TRATAMENTO: . Acompanhamento
  • . Ressecção
slide31

COLPITE ATRÓFICA

ENDOMETRIOSE

  • 5- OUTRAS

ÚLCERA EM PROLAPSO

slide32

6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)

CITOLOGIA ONCÓTICA

CLASSIFICAÇÃO BETHESDA-2001(resumida)

  • Alterações celulares benignas (infecções)
  • Alterações reativas (inflamação, atrofia, etc)
  • -Anormalidades das células epiteliais:
  • . Células escamosas
  • . LIE- baixo grau (NIC-I / HPV)
  • . LIE- alto grau (NIC-II / III)
  • . De significado indeterminado - ASC-US
  • . Não pode excluir lesão alto grau - ASC-H
  • . Carcinoma de células escamosas
  • . Células glandulares
  • . Atipias: células endocervicais/ endometriais/ glandulares
  • . Adenocarcinoma - endocervical, endometrial, etc
slide33

6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)

1/2

2/3 a 3/3

3/3 + MA

1/3

DA

DL

DM

CIS

NORMAL

NIC-llI

NIC-I

NIC-Il

LIE-BG

LIE-AG

slide34

6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)

  • LIE-BG (NIC I):
  • -HPV baixo risco (6 e 11)
  • -HPV alto risco (16, 18, 31, 33, etc)
  • LIE-AG (NIC II e III):
  • - HPV alto risco (16, 18, 31, 33, etc)
slide35

BIOPSIA

  • 6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)

ASPECTOS COLPOSCÓPICOS

ANORMAIS

A SEGUIR

slide36

HISTOLOGIA

  • 6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)

PONTILHADO

EPITÉLIO ACETOBRANCO

slide37

MOSAICO

CERATINIZAÇÃO (leucoplasia)

HISTOLOGIA

  • 6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)
slide38

VASCULARIZAÇÃO ATÍPICA

  • 6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)
slide40

6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)

Condutas de acordo com anátomo-patológico da biopsia:

Lesão intra-epitelial de baixo grau (LIE-BG):

- Conduta expectante (REGRESSÃO: 1 ano 70%, 2 anos 92% )

- Tratar ( imunidade reduzida / perda acompanhamento )

Lesão intra-epitelial de alto grau (LIE-AG):

- NIC-II  Conização ou excisão ampla da ZT por CAF

- NIC-III  Conização por CAF

- LIE-AG de endocérvice  Conização por CAF

slide41

6-LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)

Cirurgia de Alta Freqüência (CAF)

LLETZ = large loop excision of the transformation zone

slide42

6- LESÕES INTRA-EPITELIAIS (pré-malignas)

Cirurgia de Alta Freqüência (CAF)

slide43

7- LESÕES MALIGNAS

ACHADOS SUGESTIVOS DE INVASÃO

ADENOCARCINOMA

CARCINOMA ESPINOCELULAR