plano de trabalho 2014 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
PLANO DE TRABALHO – 2014 PowerPoint Presentation
Download Presentation
PLANO DE TRABALHO – 2014

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 39

PLANO DE TRABALHO – 2014 - PowerPoint PPT Presentation


  • 49 Views
  • Uploaded on

PLANO DE TRABALHO – 2014.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'PLANO DE TRABALHO – 2014' - razi


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

Histórico da InstituiçãoO Centro Comunitário Padre Luiz Scrosoppi foi fundado em 1978 pelas Irmãs da Providência. Na ocasião estabeleceu-se parceria com a Divisão Regional de Promoção Social de Sorocaba, sendo delimitada a área de ação comunitária no bairro do Jardim Novo Mundo, divisa dos Municípios de Sorocaba e Votorantim. Nessa área eram apenas algumas casas, onde a população carente começava a se instalar. Com o decorrer dos anos, migrantes expulsos, principalmente do Paraná e Centro Oeste do município de Guapiara/SP pela mecanização da lavoura e os nordestinos pela seca e falta de frente de trabalhos dos outros centros, invadem na parte do município de Votorantim.A população é na sua maioria analfabeta ou semi-alfabetizada, sem qualificação profissional. Atualmente, o Jardim Novo Mundo na área de Votorantim, possui grande parte caracterizada como favela, ruas sem asfalto, a maioria em péssimo estado de conservação, mas algumas poucas ruas já possuem asfalto. Na parte da favela não há rede de água tratada e nem saneamento básico e as casas foram construídas em área de risco e o local ainda continua a ser invadido. A população desse bairro é oriunda também de áreas de risco de Sorocaba/SP. O único espaço de lazer era a quadra de esportes do Centro Comunitário. Hoje, já existem escolas de ensino fundamental e médio, creche, posto de saúde e o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

slide3

FINALIDADE ESTATUTÁRIA:Hoje, em sintonia com o SUAS – Sistema Único de Assistência Social, o PNAS – Política Nacional de Assistência Social e a Tipificação dos serviços sócio-assistenciais, o foco do Centro Comunitário é a família. As características das famílias residentes na região despertam as necessidades de um trabalho sistematizado de ação sócio-educativa complementar a escola, para as crianças e adolescentes de forma permanente e continuada. Os atendimentos se dão de forma continuada, permanente e planejada, prestando serviços, executando programas e projetos nos termos da Lei nº 8.742, de 07 de Dezembro de 1993 e a Lei 12.435 de 06 de julho de 2011.O Centro Comunitário Padre Luiz Scrosoppi tem por finalidade o atendimento de crianças, adolescentes, jovens e seus familiares que se encontram em situação de risco social, através:Da Assistência Social;Do serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos;De ações pautadas em experiências lúdicas, culturais e esportivas, visando complementar o trabalho social da família, prevenir a ocorrência de situação de risco social, fortalecer a convivência familiar, incentivar a socialização e a convivência comunitária;Da realização de eventos sociais, culturais e religiosos.

slide4

MISSÃOSer para a família um ambiente que valorize a vida na promoção da dignidade e cidadania da criança e adolescente, desde sua concepção à vida adulta.

slide5

OBJETIVOS:Complementar o trabalho social com família, prevenindo a ocorrência de situações de risco social e fortalecendo a convivência familiar e comunitária;Promover acessos a benefícios e serviços sócio-assistenciais, fortalecendo a rede de proteção social de assistência social nos territórios;Promover acessos a serviços setoriais, em especial das políticas de educação, saúde, cultura, esporte e lazer existentes no território, contribuindo para o usufruto dos usuários aos demais direitos;Oportunizar o acesso às informações sobre direitos e sobre participação cidadã, estimulando o desenvolvimento do protagonismo dos usuários;Possibilitar acessos a experiências e manifestações artísticas, culturais, esportivas e de lazer, com vistas ao desenvolvimento de novas sociabilidades;Favorecer o desenvolvimento de atividades intergeracionais, propiciando trocas de experiências e vivências, fortalecendo o respeito, a solidariedade e os vínculos familiares e comunitários.Contribuir para que crianças e famílias despertem e cultivem potencialidades de serem atores na apropriação e na elaboração de saberes necessários ao próprio desenvolvimento pessoal e social;Oportunizar o fortalecimento da identidade cultural coletiva e individual, que desenvolva o sentido de pertença e o respeito à diversidade, garantindo e defendendo os direitos humanos.

slide7

Público Alvo: 200 Crianças e adolescente de 06 a 17 anos residentes em territórios com ausência ou precariedade na oferta de serviços e oportunidades de convívio familiar e comunitário; Crianças e adolescentes que vivenciam situações de fragilização de vínculos e que residam em Votorantim ou Sorocaba.

slide8

ATIVIDADES/ SERVIÇOS E PROJETOS:ATIVIDADE1: Descrição: Formação Humana, Cultural e CidadaniaObjetivos: Estimular a participação das crianças e adolescentes na elaboração e acompanhamento das políticas públicas na área de cidadania. Assegurar espaços de referência para o convívio grupal, comunitário e social e o desenvolvimento de relações de afetividade, solidariedade e respeito mútuo;Contribuir para a inserção, reinserção e permanência do jovem no sistema educacional.Possibilitar o reconhecimento do trabalho e da educação como direito de cidadania e desenvolver conhecimentos sobre o mundo do trabalho e competências específicas básicas.Possibilitar a ampliação do universo informacional, artístico e cultural das crianças e adolescentes, bem como estimular o desenvolvimento de potencialidades, habilidades, talentos e propiciar sua formação cidadã;Estimular a participação na vida pública do território e desenvolver competências para a compreensão crítica da realidade social e do mundo contemporâneo.

slide9

Metodologia: Serão realizadas atividades com dinâmicas de grupo envolvendo o tema abordado e palestras como: estatuto da criança e do adolescente, drogas, violência familiar, meio ambiente e sustentabilidade. Pesquisas em internet e revistas sobre culturas; envolvendo o tema; atividades de pintura que expressem a identidade. Todos com o acompanhamento do educador social.

slide10

Avaliação e Monitoramento: A avaliação será semestral com crianças, adolescentes e famílias através de preenchimento de uma ficha onde as crianças e adolescentes colorem as atividades nas cores do semáforo e os responsáveis preenchem um questionário. O monitoramento acontecerá diariamente com as crianças e adolescentes.

slide11

Resultados/impactos esperados: Crianças mais motivadas a pensar em um futuro melhor; Desenvolvimento de habilidades literárias; Crianças com melhor vocabulário.Redução da ocorrência de situações de vulnerabilidade social;Aumento de acessos a serviços sócio-assistenciais e setoriais;Ampliação do acesso aos direitos sócio-assistenciais;Aumento no número de jovens que conheçam as instâncias de denúncia e recurso em casos de violação de seus direitos;Aumento no número de jovens autônomos e participantes na vida familiar e comunitária, com plena informação sobre seus direitos e deveres junto a outras políticas públicas, reduzir índices de: violência entre os jovens; uso/abuso de drogas; doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce.Crianças e Adolescentes mais motivados a lutar por melhorias.

slide12

ATIVIDADE2: Descrição: Apoio PedagógicoObjetivo: Dar um suporte nas tarefas escolares, contribuir para o conhecimento e o gosto pelo aprender e incentivar a criança a permanecer na escola.Público Alvo: 40 Crianças de 06 a 12 anos com dificuldade de aprendizagem e em situação de vulnerabilidade social que residam em Votorantim ou Sorocaba

slide13

Metodologia: Essa atividade será desenvolvida com pequenos grupos que apresentam dificuldades na escola, serão utilizadas dinâmicas de grupo, livros e materiais pedagógicos. Avaliação e Monitoramento: Haverá uma avaliação bimestral de conteúdo pedagógico para mensurar a melhora no rendimento escolar. Haverá também avaliação semestral com crianças para as mesmas avaliarem a atividade em si. A avaliação também partirá do responsável no decorrer do semestre, através de conversas informais e na avaliação semestral a fim de relatar se houve evolução nas notas escolares. Resultados/impactos esperados: 70% das crianças com melhor desempenho escolar; 90% tenha mais interesse nos estudos e estejam incentivados a aprofundar nos estudos.

slide14

ATIVIDADE 3:Descrição: Esporte e Lazer - Jogos e Regras/ GincanasObjetivo: Assegurar espaços de referência para o convívio grupal, comunitário e social e o desenvolvimento de relações de afetividade, solidariedade e respeito mútuo;Proporcionar espaço para o brincar, a fim de que a criança aprenda, crie e desenvolva-se cognitiva, emocional e socialmente respeitando regras.Fortalecer a interação entre crianças do mesmo ciclo etário.Público Alvo: 200 Crianças e adolescentes de 06 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social e que residam em Votorantim ou Sorocaba.

slide15

Metodologia: Essa atividade será desenvolvida com grupos utilizando jogos pedagógicos, interativos e recreativos e pequenos campeonatos realizados em outros municípios da região. Serão atividades utilizando jogos cooperativos em grupo e brincadeiras direcionadas. Atividades recreativas de caráter lúdico. Serão utilizadas brincadeiras diferentes em espaço aberto (pátio). Fundamentado em várias modalidades de jogos, tais como: Jogos e Brincadeiras, Jogos pré-desportivos; Vôlei e Basquete; Handebol e Futebol; Baseball, Tênis de Mesa e Tchoukball. Avaliação e Monitoramento: A avaliação será semestral com crianças, adolescentes e famílias. Acontecerá também ao finalizar a atividade, proporcionando avaliar de forma mais específica o que foi executado no dia.

slide16

Resultados/impactos esperados: 80% das crianças e adolescentes mais conscientes sobre limites; Cooperação, integração e descontração entre os usuários.

slide17

ATIVIDADE4:Descrição: Brinquedoteca/ Brincar e AprenderObjetivo: Proporcionar espaço propício para o brincar, Assegurar espaços de convívio familiar e comunitário e o desenvolvimento de relações de afetividade e sociabilidade;Fortalecer a interação entre crianças do mesmo ciclo etário;Valorizar a cultura de famílias e comunidades locais, pelo resgate de seus brinquedos e brincadeiras e a promoção de vivências lúdicas;Desenvolver estratégias para estimular e potencializar recursos de crianças com deficiência e o papel das famílias e comunidade no processo de proteção social;Criar espaços de reflexão sobre o papel das famílias na proteção das crianças e no processo de desenvolvimento infantil.

slide18

Público Alvo: 100 Crianças de 06 a 10 anos em situação de vulnerabilidade social e que residam em Votorantim ou Sorocaba.Metodologia: Acontecerá em sala específica de brinquedos com pequenos grupos. Jogos pedagógicos e cooperativos, rodas de conversa, dinâmicas e gincanas em grupos, construção de brinquedos com material reciclável, visita ao parque municipal.Avaliação e Monitoramento: A avaliação acontecerá ao final de cada semestre, as crianças e suas famílias respondem um questionário avaliando a atividade. Os educadores avaliam os atendidos no momento das oficinas e os orientam no que pode ser melhorado. Resultados/impactos esperados: Melhoria na auto-estima das crianças, Crianças com mais respeito e cuidado ao utilizar o brinquedo, Crianças menos agressivas.

slide19

ATIVIDADE 5:Descrição: CapoeiraObjetivo: Estimular a capacidade de expressão individual por meio de movimentos criativos.Público Alvo: 100 Crianças e adolescentes de 06 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social e que residam em Votorantim ou Sorocaba. Metodologia: De forma individual, em duplas ou em grupo são trabalhados os movimentos básicos (ginga, esquivas, movimentos de linha, etc.), os movimentos acrobáticos e de condicionamento físico. Ao fim das atividades é realizado o momento da Roda, onde todos apresentam os movimentos que aprenderam juntamente com o canto e o ritmo dos instrumentos (berimbau, pandeiro, atabaque, reco-reco e agogô).

slide20

Avaliação e Monitoramento: A avaliação acontecerá ao final de cada semestre, as crianças e famílias respondem um questionário avaliando a atividade. Resultados/impactos esperados: Melhora na coordenação motora; Crianças e adolescentes preparadas para a defesa e não para o ataque; Crianças e adolescentes com mais flexibilidade, força muscular e resistência física.

slide21

ATIVIDADE 6:Descrição: Dança Objetivo:Expressar os sentimentos e sensações utilizando o corpo como ferramenta. Possibilitar a ampliação do universo informacional, artístico e cultural das crianças e adolescentes, bem como estimular o desenvolvimento de potencialidades, habilidades, talentos e propiciar sua formação cidadã;Público Alvo: 120 Crianças e adolescentes de 06 a 15 anos em situação de vulnerabilidade social e que residam em Votorantim ou Sorocaba. Metodologia: Serão ministradas em grupos atividades de balé e street dance; Montagem de espetáculo que possibilite interação com a platéia.

slide22

Avaliação e Monitoramento: A avaliação se dará ao final de cada semestre conforme o desempenho de cada participante, que fará a análise junto à professora. Diariamente é acompanhada a presença e o desenvolvimento dos mesmos durante o decorrer das atividades. A professora auxilia a postura de cada criança/adolescente durante a atividade, destacando o que pode ser melhorado.Resultados/impactos esperados: Desenvolvimento do ritmo, a resistência, o equilíbrio, a flexibilidade e a agilidade, melhorando ainda as funções digestivas, respiratórias e neuromusculares.

slide23

ATIVIDADE 7:Descrição: MúsicaObjetivo:Favorecer o pleno desenvolvimento das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social enquanto cidadãos, Público Alvo: 80 Crianças e adolescentes de 06 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social e que residam em Votorantim ou Sorocaba.

slide24

Metodologia: Trabalhar com diferentes instrumentos duas vezes por semana com duração de 1 hora/aula. As atividades serão: Percussão - instrumentos alternativos e reciclados;Coral;Violão;Bateria.As atividades propostas favorecerão o progresso do aprendiz dos diferentes instrumentos e ritmos, proporcionando a categoria de cada instrumento.Avaliação e Monitoramento: A avaliação se dará ao final de cada semestre conforme o desempenho de cada participante, que fará a análise junto ao professor. Diariamente é acompanhada a presença e o desenvolvimento dos mesmos durante o decorrer das atividades.

slide25

Resultados/impactos esperados: Melhor qualidade de vida através do som vocal; Desenvolvimento da concentração, coordenação motora, sociabilização, acuidade auditiva, o respeito a si próprio e ao grupo, a destreza do raciocínio, a disciplina pessoal, o equilíbrio emocional.

slide26

ATIVIDADE 8:Descrição: Pintura SolidáriaObjetivo: Despertar e incentivar a criatividade das crianças e adolescentes através do artesanato com intuito de ocupá-los, socializá-los e desenvolver suas habilidades motoras e capacidade de concentração. Proporcionar aprendizado sobre conceitos e técnicas da pintura.Público Alvo: 60 Crianças e adolescentes de 06 a 12 anos em situação de vulnerabilidade social, residentes em Votorantim ou Sorocaba.

slide27

Metodologia: Com utilização de tintas e pincéis serão realizadas pinturas com grupos em telas e madeiras, proporcionando criação de novas cores através das misturas. Avaliação e Monitoramento: A avaliação se dará ao final de cada semestre conforme o desempenho de cada participante, que fará a análise junto ao educador. Resultados/impactos esperados: Desenvolver a concentração, a coordenação motora, a sociabilização, a disciplina pessoal, o equilíbrio emocional e inúmeros outros atributos que colaboram na formação do indivíduo.Período de Realização: Maio à Dezembro de 2014.

slide28

ATIVIDADE 9:Descrição: Arte de Servir/ Padaria ArtesanalObjetivo:Estimular o desenvolvimento emocional, psicológico e profissional dos adolescentes, por meio de confecção de alimentos.Público Alvo: 20 Adolescentes de 15 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social e Adultos da comunidade que residam em Sorocaba. Metodologia: Através de utensílios domésticos de cozinha, serão ministradas atividades de culinária abordando a importância da higiene das mãos; do uso das tocas descartáveis e da preparação de deliciosas receitas fáceis e de baixo custo.

slide29

Avaliação e Monitoramento: A avaliação se dará ao final de cada semestre conforme o desempenho de cada participante, que fará a análise junto ao educador.Resultados/impactos esperados: Melhorar a qualidade de vida dos atendidos através das instruções de higiene ao manusear o alimento; Adolescentes mais preparados para o mercado de trabalho; Adolescentes mais criativos na confecção de alimentos; Adolescentes mais conscientes sobre a importância dos alimentos e do reaproveitamento de parte dos alimentos antes considerados descartáveis.Período de realização: Agosto à Dezembro/ 2014. Atividade realizada semanalmente com duração de 1h e 10minutos por dia.

slide30

ATIVIDADE 10:Descrição: Inclusão DigitalObjetivo:O objetivo da inclusão digital é, por um lado, equipar o cidadão com instrumentos que lhe permitam inserção no mercado de trabalho e, por outro, lhe abram a janela para o mundo do conhecimento e para a interação com as pessoas.Público Alvo: 70 Adolescentes de 12 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social e que residam em Votorantim ou Sorocaba.

slide31

Metodologia: Considerando a inclusão digital essencial na preparação do jovem para atender às necessidades futuras no campo profissional, acontece nas terças e quintas-feiras, reunião pedagógica, onde o educador elabora as atividades dentro do conteúdo Word, Excel, Power Point e Noções Básicas de Internet. Serão atendidas 10 adolescentes por aula, com duração 1h e 10 minutos para cada turma.Avaliação e Monitoramento: O educador social fará o acompanhamento das presenças e dará as instruções para os adolescentes utilizarem o computador. A avaliação é feita ao final de cada atividade, onde o educador observa o desempenho através dos exercícios executados por cada adolescente.

slide32

Resultados/impactos esperados: Inserção dos jovens na inclusão digital;Que os atendidos adquiram conhecimentos relacionados ao mundo virtual em informações úteis para os mesmos.

slide33

ATIVIDADE 11:Descrição: Apoiando as FamíliasObjetivo: Acolher e orientar a família por meio de visitas domiciliares, palestras que possibilitam espaço para troca de experiências, identificação de suas potencialidades, fortalecimento de sua função protetiva, contribuindo para o fortalecimento de seus vínculos familiares e comunitários, prevenindo os riscos sociais e visando uma melhor qualidade de vida.Público Alvo: 130 Responsáveis pelas crianças e adolescentes inseridas no Programa Alegria em situação de vulnerabilidade social residentes em Votorantim ou Sorocaba.

slide34

Metodologia: Visita domiciliar, Entrevista Social, Encaminhamentos. (De acordo com a demanda e necessidade); Encontro de Pais (mensal); Atendimento psicológico em grupo (crianças, adolescentes e adultos) 1 vez na semana; Balé para Adultos (1 vez na semana).Avaliação e Monitoramento: A avaliação acontecerá ao final de cada semestre, as crianças, adolescentes e famílias respondem um questionário avaliando a atividade.

slide35

Resultados/impactos esperados: Fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários; Família exercendo sua função protetiva; Desenvolvimento das potencialidades e autoestima.Período de realização: Janeiro à Dezembro/ 2014. As Visitas Domiciliares acontecerão nos meses de Janeiro e Julho de forma a acompanhar as famílias e conhecer a realidade de cada uma, nos demais meses acontecerão visitas de acordo com a necessidade encontrada; A entrevista Social acontece de segunda à quinta-feira; Os Encaminhamentos acontecerão de acordo com a necessidade; As Reuniões/Encontro de Pais serão mensais e acontecerão em horários flexíveis a fim de dar acessibilidade; O Atendimento Psicológico acontecerá conforme a necessidade encontrada e poderá ser realizado tanto na entidade como em consultórios de parceiros; O Balé acontece nas segundas-feiras com duração de 1hora por semana.

slide36

ATIVIDADE12:Descrição: Biblioteca e VideotecaObjetivo:Possibilitar a ampliação do universo informacional, artístico e cultural das crianças e adolescentes, bem como estimular o desenvolvimento de potencialidades, habilidades, talentos e propiciar sua formação cidadã;Estimular a participação na vida pública do território e desenvolver competências para a compreensão crítica da realidade social e do mundo contemporâneo;Favorecer a reflexão diante das experiências e sentimentos aflorados pelos textos de literatura infantil em que às vezes as crianças se identificam;Proporcionar conhecimento através de apresentações audiovisuais.

slide37

Público Alvo: 30Crianças de 06 a 12 anos em situação de vulnerabilidade social e que residam em Sorocaba.Metodologia: Acontecerá na biblioteca com o educador social que reúne o grupo e cria temas envolventes em que as crianças com o suporte dos livros contam histórias favorecendo o aprendizado e a imaginação. Contador de histórias, interpretação de textos, cantiga de roda. Serão utilizados vídeos que abordam temas importantes e atuais como drogas, violência familiar, bulling, uso das redes sociais entre outros Utilizaremos também palestrantes para abordar com mais detalhes os temas. Após o vídeo haverá Roda de Conversa para troca de experiências e informações.

slide38

Avaliação e Monitoramento: A avaliação acontecerá ao final da atividade quando o grupo se reunir para fazer o fechamento do que foi apresentado.Resultados/impactos esperados: Crianças mais motivadas a pensar em um futuro melhor; Desenvolvimento de habilidades literárias; Crianças com melhor vocabulário.Redução da ocorrência de situações de vulnerabilidade social;Aumento de acessos a serviços sócio-assistenciais e setoriais;Ampliação do acesso aos direitos sócio-assistenciais;Aumento no número de jovens que conheçam as instâncias de denúncia e recurso em casos de violação de seus direitos;Aumento no número de jovens autônomos e participantes na vida familiar e comunitária, com plena informação sobre seus direitos e deveres junto a outras políticas públicas, reduzir índices de: violência entre os jovens; uso/abuso de drogas; doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce.Crianças e Adolescentes mais motivados a lutar por melhorias.

slide39

Obrigada!Estamos à disposição para dúvidas e esclarecimentos, assim como sugestões!Bom Trabalho Centro Comunitário Padre Luiz Scrosoppi - Alegria