slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
1. MÍSTICA ILUMINANDO OS OBJETIVOS PowerPoint Presentation
Download Presentation
1. MÍSTICA ILUMINANDO OS OBJETIVOS

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 16

1. MÍSTICA ILUMINANDO OS OBJETIVOS - PowerPoint PPT Presentation


  • 68 Views
  • Uploaded on

1. MÍSTICA ILUMINANDO OS OBJETIVOS. A Mística do VI Sulão está concretizada neste pequeno móvel que é um Berço com o tema: Família, berço da vida e da fé. O seu objectivo geral tem como síntese: Fortalecer a família como espaço da experiência comunitária da fé e vida.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '1. MÍSTICA ILUMINANDO OS OBJETIVOS' - premala


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

1. MÍSTICA ILUMINANDO OS OBJETIVOS

A Mística do VI Sulão está concretizada neste pequeno móvel que é um Berço com o tema: Família, berço da vida e da fé.

O seu objectivo geral tem como síntese: Fortalecer a família como espaço da experiência comunitária da fé e vida.

“Quem embala um berço, embala o futuro do mundo.”

slide3

II. O LEMA INSPIRADOR

“A Catequese e a Família unidas pelo compromisso de evangelizar, são chamadas ao serviço do amor e dos outros.” (Manual VI Sulão)

“Coloquem-se ao serviço uns dos outros, através do amor” (Gl 5, 13)

slide4

III. O BERÇO COMO SÍMBOLO

O termo Mística é aplicado para descrever a crença ou a vivência forte e globalizante sobre uma verdade...A Mística expressa-se através de símbolos como: a Cruz para o Cristianismo, a meia lua para o Islamismo...

slide5

III. O BERÇO COMO SÍMBOLO

O VI Sulão buscou uma mística para seu encontro no símbolo do berço para explicar que a Família é o berço da vida e da fé.

slide6

IV. A PARÁBOLA FAMILIARDO BOM SAMARITANO

“...disse o psicólogo: olhai, eu não disse que a família se perdeu na teoria da total liberdade sexual, na falta de valores referenciais, que ela se tornou grande desmancha-prazer dos filhos e repressora dos seus desejos de felicidade? Então só poderia acabar assim, rejeitada...” (Psicólogo representante de uma das escolas de psicologia)

“...disse o sociólogo: faz tempo que, através de minhas pesquisas concluí que a família perdeu sua identidade própria, tornou-se uma instituição falida e que deveria acabar. Precisamos de viver a era da modernidade pós-contemporânea que oferecem outros modelos de vida familiar....”(Sociólogo representante das teorias modernas)

slide7

IV. A PARÁBOLA FAMILIARDO BOM SAMARITANO

“... o Bom Samaritano, viu a família mal tratada, perdendo muito sangue e recordando as atitudes de Jesus, teve pena e compaixão, inclinou-se sobre ela, tomou-a em seus braços e levou-a para seu Hospital que se chama Pastoral Catequética e a entregou aos médicos e enfermeiras especializados que se chamam Catequistas da Família. (Igreja Católica)

slide8

V. PARÁBOLA OU PROGRAMA DE VIDA ?

“... tudo isso é um programa de vida missionário que tem como lema: Discípulos e Missionários de Jesus, para que n’Ele os nossos povos tenham vida...”

“Quem embala um berço, está embalando o futuro do mundo” (Manual VI Encontro do Sulão)

Traduzindo, quem cultiva educação cristã de uma criança, desde o seu berço, desde sua infância, está promovendo a formação dos homens e mulheres que irão renovar o mundo.

slide9

V. PARÁBOLA OU PROGRAMA DE VIDA ?

Uma família de cristãos educou na fé os seus dois filhos. Ambos perderam a mãe prematuramente, então, o pai da família sentiu

ainda maior a responsabilidade em educar cristãmente os filhos, sobretudo o mais novo, após a morte do filho mais velho. (História de vida – Papa João Paulo II)

slide10

V. PARÁBOLA OU PROGRAMA DE VIDA ?

Na Albânia, dominada por um comunismo cruel, um lar corajoso conservou a fé e embalou cristãmente o berço de uma

menina que se chamava Agnes. Essa educação religiosa foi tão bela, que esta menina, agora adulta, foi para um grande país, a Índia, e revelou pelo exemplo e testemunho a fé cristã... (História de vida – Madre

Tereza de Calcutá)

slide11

VI. FAMÍLIA BERÇO DA VIDA

Catequistas! A campanha da Fraternidade de 1994, já alertava sobre a importância da família, com o seu slogan interrogativo: A família como vai? A resposta é: Não vai bem, pois os novos salteadores dos tempos modernos a atacam de todos os lados e por todos os meios, roubando e saqueando os seus maiores valores como a unidade, fecundidade e santidade.

Tema:

A Fraternidade e a FamíliaLema:

A Família, como vai?!

slide12

VI. FAMÍLIA BERÇO DA VIDA

VI SULÃO!

FORME CATEQUISTAS

SALVA-VIDAS DAS FAMÍLIAS, DESDE O VENTRE MATERNO.

slide13

VII. COMPROMISSOS DECORRENTES DA MÍSTICA

  • Precisamos acreditar como dizia o Papa João Paulo II, que a salvação do mundo passa pela família. É a família que salvará a família.
  • Como Bons Samaritanos precisamos de curar as muitas chagas que o mundo moderno causou no seio da família, tais como: infidelidades, separações, aborto, perda da fé e procuremos levar a todas as famílias a convicção de serem berços da fé e da vida.
slide14

VII. COMPROMISSOS DECORRENTES DA MÍSTICA

  • Recordar aos pais que a catequese familiar é de certo modo insubstituível e que eles são os primeiros e permanentes catequistas de seus filhos.
  • Que a família deve ser discípula e missionária de Jesus, começando por ser Igreja Doméstica, onde se cultivam os Grupos Bíblicos e a leitura orante da Bíblia.
  • E sobretudo que a Vocação universal à Santidade é dirigida a todos, pois o mundo precisa de famílias santas.
slide15

VII. COMPROMISSOS DECORRENTES DA MÍSTICA

Por último, em estilo de oração, cantemos o refão do canto que espera que todas as famílias sejam um “clone” da Sagrada Família de Nazaré:

“Tudo seria bem melhor

Se o Natal não fosse um dia

E se as mães fossem Maria

E se os pais fossem José

E se a gente se parecesse com Jesus de Nazaré.”

Amém.