tosse aguda pronto atendimento n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Tosse Aguda Pronto Atendimento PowerPoint Presentation
Download Presentation
Tosse Aguda Pronto Atendimento

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 36

Tosse Aguda Pronto Atendimento - PowerPoint PPT Presentation


  • 114 Views
  • Uploaded on

Infecções do Trato Respiratório Superior. Tosse Aguda Pronto Atendimento. Fernando Lundgren HOF. Conflitos de Interesse CFM nº 1.59/00 de 18/5/2000 e ANVISA nº 120/2000 de 30/11/2000. Data da última modificação 25 de junho de 2012.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Tosse Aguda Pronto Atendimento' - portia-benson


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
conflitos de interesse cfm n 1 59 00 de 18 5 2000 e anvisa n 120 2000 de 30 11 2000
Conflitos de InteresseCFM nº 1.59/00 de 18/5/2000 e ANVISA nº 120/2000 de 30/11/2000

Data da última modificação 25 de junho de 2012

sintomas respirat rios que levam a consulta m dica de emerg ncia
Sintomas respiratórios que levam a consulta médica de emergência.

Manual de Pneumologia – SBPT 2010

tosse abordagem
Tosse - Abordagem

T

ANTIBIOTICOS

QUANDO

USAR?

preval ncia de pneumococo resistente a penicilina
Prevalência de PneumococoResistente a Penicilina

Quanto maior o uso de antibióticos em atendimento primário maior a possibilidade de se criar resistência a antibiótico hospitalar.

r = 0.75

Albrich WC, Emerg Inf Dis 04

tosse vias a reas
Tosse – Vias aéreas

Irwin et al. Diagnosis and management of cough executive summary. Chest (2006) vol. 129 (1 suppl) pp. 1S

rinosinusite
Rinosinusite

Foto: HOF - Pneumologia

tratamento da rinosinusite
Tratamento da Rinosinusite

Manual de Pneumologia – SBPT 2010

laringite aguda
Laringite aguda

Irwin et al. Diagnosis and management of cough executive summary. Chest (2006) vol. 129 (1 suppl) pp. 1S

tratamento laringite
Tratamento Laringite

Singh and Lingappan. Whooping cough. Chest (2006) vol. 130 (5) pp. 1547

bronquite aguda
Bronquite aguda

Sem Doença Pulmonar Prévia

Thorax 2001;56:109–114

slide20

Guidelines for the management ofadultlowerrespiratorytractInfections. Woodhead et al. - ClinicalMicrobiologyandInfection 2011 , CMI, 17 (Suppl. 6), E1–E59

*Ann Allergy 1985; 55:568–570

quando solicitar radiografia de t rax
Quando solicitar radiografia de tórax?

Nolt B; American Journal of Emergence Medicine (2007) 25; 631-636

pac grave
PAC - Grave

Masc. 29 anos, 39 º G, TA=90/50, FR=34, SpO2=90% = Fator conhecido, lesões de pele com pus sic há 10 dias. Tratado com Oxicalina por 20 dias – Alta Curado. Realizado lavado bronquico = Stafilococos aureas oxacilino sensível

slide24

Macrolídeo

Previamente hígidos

Betalactâmico †

Ambulatoriais

Doençasassociadas

Antibióticos (3 meses)

Quinolonaou

Betalactâmico + Macrolídeo

Internados

não-graves

QuinolonaouBetalactâmico + Macrolídeo

Betalactâmico + Quinolona ou Macrolídeo

Sem risco de

Pseudomonas

Admitidos em

UTI

Com risco de

Pseudomonas)

Betalactâmico* + Quinolona**

bronquiectasias
Bronquiectasias

O’Donnel AEBA at al.Chest 1998;113(5):1329-34

tratamento das bronquiectasias exacerbadas
Tratamento das bronquiectasiasexacerbadas

Protocolo do HOF - Pneumologia

dpoc exacerba o
DPOC Exacerbação
  • Exacerbação é um agravo das condições do paciente, do seu estado de estabilidade e de sua situação diária, este agravo é agudo e necessita tratamento adicional ao utilizado.
    • Duração dos sintomas – 2 ou 3 dias

Tosse

Secreção

Falta de ar

Aperto

Peter Calverley Eur Respir J 2005; 26: 406–413

S. Burge, J.A. Wedzicha Eur Respir J 2003; 21: Suppl. 41, 46s–53s.

slide30

Pronto atendimento“Bronquite aguda”DPOC não pensada

Pensar DPOC

Solicitar Espirometria quando estável

Iniciar tratamento correto

Tosse

Febre

Falta de ar

Chiado

Tabagista Assintomático

exacerba o e mortalidade
Exacerbação e Mortalidade

Exacerbação com atendimento em emergência

Exacerbação com atendimento em UTI

8% IAM

Kim S, et al. COPD. 2006;3:75-81.

Arq.bras.cardiol 63(4):273-80, out. 1994

Berkius Acta Anaesthesiol Scand 2008; 52: 759–765

tratamento exacerba o da dpoc
Tratamento Exacerbação da DPOC

Current Opinion in Pulmonary Medicine 2009 15:133–137

GOLD 2008.

antibi ticos recomendados
Antibióticos recomendados

Grupo A: Exacerbação não infecciosa

Grupo B: Exacerbação infecciosa

Grupo C: Exacerbação grave com fatores de risco para P aeruginosa

GOLD 2008

insufici ncia card aca
Insuficiência cardíaca

14/8/2011

18/8/2011