os lus adas de lu s de cam es n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Os Lusíadas de Luís de Camões PowerPoint Presentation
Download Presentation
Os Lusíadas de Luís de Camões

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 7

Os Lusíadas de Luís de Camões - PowerPoint PPT Presentation


  • 116 Views
  • Uploaded on

Os Lusíadas de Luís de Camões. Resumo da aula anterior. Período Renascentista. Influência da tradição grega e romana. A poética de Aristóteles. Como escrever uma epopeia?. Proposição; Invocação; Dedicatória; Narração iniciada in media res (a meio da acção). Proposição.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Os Lusíadas de Luís de Camões' - pepper


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
os lus adas de lu s de cam es

Os Lusíadas de Luís de Camões

Resumo da aula anterior

per odo renascentista
Período Renascentista
  • Influência da tradição grega e romana.
  • A poética de Aristóteles.
como escrever uma epopeia
Como escrever uma epopeia?
  • Proposição;
  • Invocação;
  • Dedicatória;
  • Narração iniciada in media res(a meio da acção).
proposi o
Proposição
  • O poeta anuncia o que vai cantar.
  • Os feitos gloriosos dos portugueses (navegações e conquistas no Oriente e as vitórias em África e na Ásia).
  • Enaltece os portugueses em relação aos heróis da antiguidade clássica.
invoca o
Invocação
  • O poeta pede ajuda às Tágides pedindo-lhes que o ajudem a cantar os feitos dos portugueses de uma forma sublime.

- primeira aparição do Maravilhoso.

dedicat ria
Dedicatória
  • O poeta dedica o poema a D. Sebastião.

“E julgares qual é o mais excelente,

Se ser do mundo Rei, se de tal gente.”

recursos estil sticos
Recursos Estilísticos
  • Sinédoque: a parte pelo todo.

- “ocidental praia lusitana” por Portugal

Apóstrofe: dirigir-se a alguém ou alguma coisa.

- “Vós, Tágides(…)”

Anáfora: consiste na repetição da mesma palavra ou expressão, no início de uma série de versos.

  • “Dai-me(…), Dai-me(…), Dai-me(…)”