Cultivo de plantas medicinais - PowerPoint PPT Presentation

cultivo de plantas medicinais n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Cultivo de plantas medicinais PowerPoint Presentation
Download Presentation
Cultivo de plantas medicinais

play fullscreen
1 / 14
Cultivo de plantas medicinais
155 Views
Download Presentation
pelagia
Download Presentation

Cultivo de plantas medicinais

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Cultivo de plantas medicinais

  2. Introdução • Até década de 50 → plantas utilizadas como principal forma de tratamento de enfermidades. • Com o advento da indústria e seu desenvolvimento → síntese de princípios ativos em laboratório. ↓ do uso das plantas medicinais. • Décadas depois → ↓ efeito colateral das plantas em relação aos medicamentos sintéticos. Além de seu custo ser mais baixo.

  3. Assim: aumenta-se a utilização das plantas e fitoterápicos como tratamento → Necessário cultivar as plantas → Melhor forma é AGRICULTURA ORGÂNICA (equilíbrio entre produção e o meio ambiente). Evita contaminação do solo.

  4. Fatores que interferem na concentração de princípios ativos • Fatores ambientais → crescimento, desenvolvimento, forma, fotossíntese, floração e formação de princípios ativos. • Importante conhecer origem da espécie que se deseja cultivar → aclimatá-la de forma correta → concentração máxima de princípio ativo.

  5. Temperatura: • Cada espécie → curva de crescimento → temperatura mínima e máxima e uma faixa ótima. • Diferença de temperatura entre dia e noite → interfere no desenvolvimento da planta. Deve ocorrer uma diferença mínima de temperatura.

  6. Luz: • Influencia → fotossíntese, crescimento, desenvolvimento e forma. • Proporção de luz em 24 horas → plantas sofrem modificação.

  7. Umidade: • Ambientes mais úmidos → maior produção de princípios ativos. Entretanto, nem sempre é verdade, depende da constituição química do princípio ativo da planta em questão. • Plantas irrigadas → maior produção de biomassa → maior rendimento de princípios ativos/área.

  8. Altitude: • ↑ altitude, ↓ temperatura, ↑ insolação → interferência no desenvolvimento das plantas e produção de princípios ativos. • Alcalóides → ↓ altitude → ↑ teor de princípios ativos → ↑ atividade metabólica. • Outras plantas → ↑ altitudes → maior produção de carboidratos e glicosídeos → ↑ intensidade luminosa.

  9. Latitude: • Teoricamente → plantas cultivadas em latitudes equivalentes (norte e sul) → tendem ao mesmo comportamento em relação ao desenvolvimento, floração e teor de princípios ativos. • Entretanto → plantas cultivadas no sul possuem maior quantidade de alcalóides → relacionado com a inclinação da Terra e influência das correntes marítimas.

  10. Solo: • Estudo correto do solo → corrigir acidez e fornecer nutrientes. Diversos tipos de adubação: • Químico: restrito a suprir deficiências de nutrientes no solo. • Orgânico: proveniente da decomposição de resíduos vegetais, animais, urbano e industrial. Apresenta alto teor de componentes orgânicos (húmus). Mais utilizados são: estercos animais, restos de cultura, húmus de minhoca, composto orgânico e adubação verde.

  11. Colheita: • A colheita deve ser feita no estágio de maior teor de princípios ativos → varia de espécie pra espécie. Exemplo: menta → colheita deve ser feita em plena floração → concentração de óleos essenciais é maior. • Hora do dia → influi na qualidade do material. Exemplo → teor de alcalóides e óleos essenciais é maior no período da manhã, já o teor de glicosídeos é maior no período da tarde.

  12. Colheita → tempo seco. Não se recomenda após período de chuvas → teor de princípios ativos pode diminuir → devido aumento da umidade. Dificuldade de secagem e aparecimento de fungos. • Após colheita → transportado para local de beneficiamento, protegido do sol.

  13. Beneficiamento adequado: • Secagem → finalidade de reduzir a ação de enzimas por desidratação, para aumentar a conservação das plantas. Eliminação da água → aumenta percentual de princípios ativos em relação ao peso. • Local → protegido de poeira, insetos e outros animais. Deve ser feito em galpões próprios à temperatura ambiente ou ar aquecido (estufa).

  14. Armazenagem apropriada: • Planta → armazenada em embalagem própria e devidamente identificada → nome da espécie, parte utilizada, data da colheita e do término da secagem e nome do produtor.