sistema nervoso aut nomo l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO PowerPoint Presentation
Download Presentation
SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 26

SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO - PowerPoint PPT Presentation


  • 433 Views
  • Uploaded on

SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO. Professora: Daniela Carrogi Vianna. SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO. INTRODUÇÃO O Sistema Nervoso pode ser dividido funcionalmente em: SOMÁTICO VISCERAL . Sistema Nervoso Somático:. Relacionado à musculatura estriada que é voluntária.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO' - paulina


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
sistema nervoso aut nomo
SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO

Professora: Daniela Carrogi Vianna

sistema nervoso aut nomo2
SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO
  • INTRODUÇÃO
    • O Sistema Nervoso pode ser dividido funcionalmente em:
      • SOMÁTICO
      • VISCERAL
sistema nervoso som tico
Sistema Nervoso Somático:
  • Relacionado à musculatura estriada que é voluntária.
    • Nervos Aferentes - sensibilidade somática da pele.
    • Nervos Eferentes - motricidade somática que sai do SNC e vai para musculatura estriada.
slide4

SISTEMA NERVOSO

SOMÁTICO EFERENTE

Neurônio motor somático

sistema nervoso visceral
Sistema Nervoso Visceral
  • Relacionado à musculatura lisa que é considerada involuntária.
    • Componente Aferente: Sensibilidade Visceral
    • Componente Eferente: Motricidade Visceral
      • Sistema Nervoso Autônomo S. N. Simpático

S. N. Parassimpático

sistema nervoso aut nomo6
SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO
  • Nervos aferentes - sensibilidade visceral que ocorre nos órgãos: pulmões, rins, bexiga etc.
  • Nervos eferentes - motricidade visceral.

Por definição o SNA é apenas o componente eferente do Sistema Nervoso Visceral

Se divide em: Sistema Nervoso Simpático e Parassimpático.

organiza o geral do s n a
ORGANIZAÇÃO GERAL DO S.N.A.
  • 2 Neurônios: que unem o SNC ao órgão efetuador.
    • Neurônio Pré-ganglionar - corpo dentro do SNC.
    • Neurônio Pós-ganglionar - corpo fora do SNC e localizados em gânglios.
sistema nervoso visceral eferente ou aut nomo
SISTEMA NERVOSO VISCERALEFERENTE OU AUTÔNOMO

Neurônio pós-ganglionar

Neurônio pré-ganglionar

Fibra pós-ganglionar

gânglio

Fibra pré-ganglionar

Víscera

organiza o geral do s n a9
ORGANIZAÇÃO GERAL DO S.N.A.
  • Localização dos neurônios pré-ganglionares
    • Sistema Nervoso Simpático: na Região Tóraco-Lombar
    • Sistema Nervoso Parassimpático - na Região Crâneo-Sacral
organiza o geral do s n a11
ORGANIZAÇÃO GERAL DO S.N.A.
  • Localização dos neurônios pós-ganglionares
    • Sistema Nervoso Simpático: longe das vísceras, próximo da medula.
    • Sistema Nervoso Parassimpático - próximo ou dentro das vísceras e longe da medula.
organiza o geral do s n a13
ORGANIZAÇÃO GERAL DO S.N.A.
  • Tamanho das fibras pré e pós-ganglionares.
    • S. N. Simpático:
      • Fibra Pré - Curta
      • Fibra Pós - Longa
    • S. N. Parassimpático
      • Fibra Pré - Longa
      • Fibra Pós - Curta
diferen as entre os sistemas simp tico e parassimp tico
Diferenças entre os sistemas simpático e parassimpático

Parassimpático

craniano

Fibra pré-ganglionar

Neurônios

pré-ganglionares

T1

Fibra pós-ganglionar

Simpático

Parassimpático

sacral

L2

S2

S4

diferen as farmacol gicas do sna
DIFERENÇAS FARMACOLÓGICAS DO SNA
  • A ação da fibra nervosa sobre o músculo ou a glândula se faz por liberação de um neurotransmissor.
diferen as farmacol gicas do sna17
DIFERENÇAS FARMACOLÓGICAS DO SNA
  • Sistema Nervoso Simpático:libera noradrenalina e adrenalina (em casos de emergência)
  • Sistema Nervoso Parassimpático: libera acetilcolina
a es dos mediadores qu micos
AÇÕES DOS MEDIADORES QUÍMICOS
  • Fibras do Simpático - adrenérgicas (noradrenalina)
    • Adrenalina só é liberada em casos de emergência.
  • Fibras do Parassimpático - colinérgicas (acetilcolina)
a es dos mediadores qu micos19
AÇÕES DOS MEDIADORES QUÍMICOS
  • REAÇÃO DE ALARME:
    • Descarga em massa e Adrenalina
    • Medular da Supra-Renal é ativada em casos de emergência (Reação de Luta e Fuga)
rea o de alarme
REAÇÃO DE ALARME
  • Indivíduo surpreendido no campo por um boi.
  • Impulsos nervosos resultantes da visão do boi são levados ao cérebro resultando numa emoção (Medo).
rea o de alarme21
REAÇÃO DE ALARME
  • Do Cérebro - Hipotálamo - descem impulsos nervosos pelo Tronco Encefálico e Medula ativando os neurônios simpáticos da coluna lateral de onde os impulsos nervosos ganham diversos órgãos enviando a reação de alarme (vai lutar ou vai fugir).
rea o de alarme22
REAÇÃO DE ALARME
  • Transformação de Glicogênio em Glicose.
  • Aumento de Glicose no sangue: aumento de energia consumida pelo organismo.
  • Aumenta quantidade de sangue nos músculos estriados esqueléticos ( + O2 e + retirada de CO2).
rea o de alarme23
REAÇÃO DE ALARME
  • Aumento do ritmo cardíaco - aumenta circulação coronária.
  • Vasoconstricção nos vasos mesentéricos e cutâneos (Palidez) - aumenta sangue nos músculos.
  • Aumento da pressão arterial - morte por ruptura nos vasos cerebrais.
rea o de alarme24
REAÇÃO DE ALARME
  • Brônquios dilatam.
  • Dilatação da pupila.
  • Menor peristaltismo no Tubo Digestivo.
slide25

FUNÇÕES DO SIMPÁTICO E DO

PARASSIMPÁTICO EM ALGUNS ÓRGÃOS

ÓRGÃOS SIMPÁTICO PARASSIMPÁTICO

Gl. Lacrimal Vasoconstricção Secreção Abundante

Gl. Salivar Vasoconstricção Vasodilatação Secreção Viscosa Secreção Fluída

Gl. Sudorípara Secreção Copiosa Sem Ação

Músculos Ereção dos pelos Sem Ação

Coração Taquicardia Bradicardia Dilatação Coronárias Constricção Coronárias

slide26

FUNÇÕES DO SIMPÁTICO E DO

PARASSIMPÁTICO EM ALGUNS ÓRGÃOS

ÓRGÃOS SIMPÁTICO PARASSIMPÁTICO

Brônquios Dilatação Constricção

Tubo Digestivo Diminui peristaltismo Aumenta Peristaltismo Fechamento esfincters Abertura esfincters

Bexiga Sem Ação Contração da Parede Esvaziamento

Genitais Masculinos Vasoconstrição Vasodilatação Ejaculação Ereção

Supra Renal Secreção Adrenalina Sem Ação