profetas p s ex lio ageu zacarias malaquias jos adelson de noronha http verboeterno wordpress com n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Profetas pós-exílio: Ageu Zacarias Malaquias José Adelson de Noronha PowerPoint Presentation
Download Presentation
Profetas pós-exílio: Ageu Zacarias Malaquias José Adelson de Noronha

play fullscreen
1 / 25
Download Presentation

Profetas pós-exílio: Ageu Zacarias Malaquias José Adelson de Noronha - PowerPoint PPT Presentation

patsy
149 Views
Download Presentation

Profetas pós-exílio: Ageu Zacarias Malaquias José Adelson de Noronha

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Profetas pós-exílio: Ageu Zacarias Malaquias José Adelson de Noronha http://verboeterno.wordpress.com

  2. Ageu

  3. Tema: Reconstrução do Templo Tempo: Escrito no 6º século. O conteúdo aconteceu em 520 a.C. , pós exílio na Babilônia O Autor: O nome de Ageu significa "festividade" Viveu no mesmo tempo de Zacarias (Ed 5.1,2)

  4. O Livro: Uma profecia aos de Judá após o retorno do cativeiro na Babilônia (1.1). É uma mensagem muito detalhada dando o ano, o mês e o dia de cada Palavra (1.1,15; 2.1,10,20). Nos dois capítulos, aparece vinte cinco vezes os termos "veio a palavra do SENHOR" e "assim diz o SENHOR dos Exércitos", que para o povo recém liberto e ainda em pequeno número, deveria ser uma palavra de ânimo.

  5. Deus, pelo profeta, estimula o povo de ver o porque da sua tristeza que era em não colocá-lo em primeiro lugar. Foram incitados a voltar a colocar Deus em proeminência e refazer o templo destruído (1.2-11; Mt. 6.33). Então os lideres junto com o povo "obedecerem à voz do SENHOR" e "fizeram a obra na casa do SENHOR dos Exércitos, seu Deus" (1.12-15).

  6. Para o povo obedecer ao Senhor colocando-O em primeiro lugar, Ele promete bênçãos materiais (2.18,19) e políticas (2.20-23), mesmo que as obras das mãos não sejam para Ele grande coisa (2.10-17). Isso nos ensina que o que Deus deseja é nosso coração, adoração e louvor, até mais do que nossas obras.

  7. Exortação “Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas?” (Ag 1:4)

  8. Zacarias

  9. Tema: A Vinda do Senhor Tempo: escrito no 6º século a.C. (entre 520 e 480 a.C.) O Autor: O nome significa "O Senhor se lembra" Contemporâneo de Ageu (1.1; Ag 1.1), as mensagens de Zacarias estendem da época da reconstrução do templo até o milênio (14:9-11). Zacarias retornou da Babilônia na 1ª. Leva, no tempo de Ciro.

  10. Propósito: O livro fala sobre o Cristo vindo (3.8-10; 8.19-21; 9.9,10; 13.7), sendo rejeitado pelos Judeus (11.10-12), Deus castigando os Judeus por rejeitar Cristo (14.1,2), chamando os Gentios (8.20-23; 12.10; 3.8,9; 6.12,13) e a época da Sua operação pela igreja (14.3). Nenhum livro de profecia tem tantas profecias sobre Cristo e a nação de Israel em tão poucos capítulos quanto o livro de Zacarias.

  11. O Livro: O Dario mencionado por Zacarias era Dario I Hystaspis, rei da Persa (morto em 486 a.C.) que foi entre o reinado de Ciro e Artaxerxes(Esdras 4.1-7) neto de Ciro. Este Dario não é o mesmo mencionado por Daniel (Dn 9.1), este era Dario, o medo, um dos primeiros reis sobre Babilônia depois da batalha que derrubou Belsazar, rei dos caldeus (Dn 5.29-31).

  12. Zacarias é um livro de visões, o que o caracteriza como um livro apocalíptico. São oito visões dadas ao profeta numa só noite, três meses depois que ele entregou ao povo a primeira palavra de exortação ao arrependimento:

  13. Visão dos quatro cavalos; Visão dos quatro chifres e quatro ferreiros; Visão do homem com um cordel de medir; Visão do sacerdote com vestes sujas (tição) e sendo tentado por satanás; visão do candelabro de ouro entre duas oliveiras; Visão do rolo voante; Visão de uma mulher assentada sobre um efa (uma medida de cereais); Visão dos quatro carros puxados por cavalos

  14. Tição tirado do fogo “Deus me mostrou o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do Anjo do Senhor, e Satanás estava à mão direita dele, para se lhe opor. Mas o Senhor disse a Satanás: O Senhor te repreende, ó Satanás; sim, o Senhor, que escolheu a Jerusalém, te repreende; não é este um tição tirado do fogo?

  15. Ora, Josué, trajado de vestes sujas, estava diante do Anjo. Tomou este a palavra e disse aos que estavam diante dele: Tirai-lhe as vestes sujas. A Josué disse: Eis que tenho feito que passe de ti a tua iniquidade e te vestirei de finos trajes” (Zc 3:1-4)

  16. MALAQUIAS

  17. Tema: Corrupção eclesiástica e pecado do povo condenado Tempo: escrito no 5º século a.C. (cerca de 400 a.C) O Autor: Nome significa "meu mensageiro" ou "meu anjo“. Não há muito para saber sobre Malaquias além do que este livro diz.

  18. Malaquias é o penúltimo profeta do AT (o último foi João Batista) e exerceu seu ministério quando Neemias era o governador e Esdras, sacerdote. Viveu cerca de cem anos depois de Ageu e Zacarias. O templo já estava construído e o culto e o serviço sacerdotal em pleno andamento. Esdras restaurou o culto e Neemias, os muros de Jerusalém

  19. Malaquias usa uma forma de fazer uma pergunta como se fosse vindo do povo e dando uma resposta como método de declarar verdades (2.14,17) e de formular uma conversa entre os destinatários e remetentes (1.6-9; 2.10-17; 3.2) formas que depois foram adotados comumente entre os Judeus.

  20. O Livro: É provável que tenha sido escrito poucos anos depois de Neemiaspois ele e Neemiasfalam dos mesmos assuntos acontecendo entre a vida casada dos Judeus (Ne13.23,28; Ml 2.11), e os dízimos guardados pelo povo para si mesmos (Ne 13.10,11; Ml 3.8)

  21. A última palavra do AT é "maldição". Sem as profecias cumpridas, maldição seria o melhor que qualquer um poderia esperar. Os sacerdotes eram corruptos (1.6-2:9) e o povo também (2.10-4:3). Deus é soberano (1.6, 14; 2.5; 4.4) e justo (1.3,4,14; 2.2,3,9,12) mas gracioso também (1.2; 2.4,5; 3.6,10; 4.2,5,6).

  22. O Novo Testamento começa já com Jesus Cristo que levaria esta maldição em Si mesmo para os que confiam nEle(Jo 3.16; Gl 3.13). O fim da era profética foi aqui, e por 400 anos nenhum profeta veio. Isto fez com que todos olhassem mais intensamente para o preparador do caminho diante do Messias que foi o João Batista (3.1; 4:5,6; Mt 11.10-15; 17.11-13).

  23. Última profecia “Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível Dia do Senhor; ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais, para que eu não venha e fira a terra com maldição” (Ml 4:5,6)

  24. E depois dela, o Senhor calou-se por 430 anos, até que enviou o último profeta do Antigo Testamento, João Batista, anunciando o Salvador: o próprio Deus, na pessoa de Jesus Cristo, humilde e desonrado, em meu lugar!

  25. GRAÇAS A DEUS POR JESUS CRISTO, que me tirou a iniquidade e a desonra!